Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Modo de vida (6)

por Adolfo Mesquita Nunes, em 19.05.11

Em tempo e modo de campanha eleitoral, perguntaram-me hoje qual o maior problema que enfrenta Portugal. Há tantos à escolha que a resposta não é fácil. Mas querendo fugir das respostas chavão e querendo sair da campanha eleitoral propriamente dita, respondi: a triste circunstância de cada um de nós viver preso ao meio social em que nasceu e de nos ser exigida uma quase sobrenatural excepcionalidade para vencer a imobilidade social.   


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Francisco Castelo Branco a 19.05.2011 às 14:44

é a justiça e ninguem fala dela.

Apenas nos discursos de abertura do ano judicial
Sem imagem de perfil

De ze luis a 19.05.2011 às 15:11

Também tá bem.
Sem imagem de perfil

De Nuno Manuel Costa a 19.05.2011 às 15:21

Adolfo, gostei da tua reflexão!
É importante saber reflectir sem cair na mediocridade que assola a nossa opinião pública!

Abraço.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.05.2011 às 15:37

Não posso estar mais de acordo, Adolfo. Há muitas barreiras a vencer ainda para além das diferenças políticas, e muitos atavismos inexplicáveis. Precisamos de crescer. Se não houver liberdade interior, todas as liberdades são desperdiçadas.
Imagem de perfil

De Adolfo Mesquita Nunes a 19.05.2011 às 18:02

são tantas as barreiras - quase que se exige que sejas um super-herói. desde a escola, que não podes escolher, à fiscalidade, que não te permite inovar, tudo concorre para te deixar exactamente no mesmo ponto em que nasceste. claro que há exemplos, muitos até, de vencedores. mas basta ouvir as suas histórias para perceber o quão excepcionais essas histórias são.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 19.05.2011 às 18:25

É mesmo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 19.05.2011 às 16:38

Isso mesmo, Adolfo. Tocaste no ponto certo.
Sem imagem de perfil

De André Miguel a 20.05.2011 às 09:37

Concordo.
Mobilidade só para fora de portas. Emigrando. Infelizmente foi a minha solução.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D