Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De ziguezague em ziguezague

por Pedro Correia, em 14.03.09

José Lello, um modelo de coerência, critica o "comportamento ziguezagueante" de Manuel Alegre. Elegantíssima palavra para definir o percurso do histórico socialista.  Acho curioso que Lello não a tenha usado a pensar (por exemplo) no seu camarada Augusto Santos Silva, que iniciou o percurso político na extrema-esquerda, como militante de uma tal União Operária Revolucionária e depois se "aproximou" do Movimento de Esquerda Socialista. Convém recordar que, nas eleições presidenciais, Santos Silva votou sucessivamente Otelo, Eanes, Pintasilgo e Soares. Convém recordar ainda que apoiou Alegre contra Sócrates em 2004, nas primárias para a eleição do líder socialista, alegando que, dos três candidatos de então, o poeta era o que melhor garantia o debate de ideias.

Ziguezagueante até mais não. Só Lello não vê.

Autoria e outros dados (tags, etc)


26 comentários

Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 14.03.2009 às 10:54

O Augusto Santos Silva lê isto e não tarda está a defender publicamente que "mudar de opinião é um sinal de inteligência"...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.03.2009 às 12:52

O que Santos Silva não percebe é que Manuel Alegre já era inteligente para muitos portugueses quando ele era coisa nenhuma para o País.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2009 às 01:10

Minha amiga: mudar de opinião, nele, é uma marca de identidade.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 14.03.2009 às 12:38

Ensinei numa escola do Porto e fui colega de um dos irmãos de ASS. Enfim, o que eu teria a escrever da admirável experiência! ASS, meu caro Pedro, é do mais coerentemente ziguezagueante em Portugal. É deplorável escutar-lhe a advocacia pífia às políticas de fausto insubstancial do seu governo.

Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.03.2009 às 12:50

Os irmãos da Ramada Alta?
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 14.03.2009 às 12:54

Psicanálise, caro João, muita psicanálise e maneirismos invasivos.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.03.2009 às 13:50

Sim, sim. O irmão Augusto cedo deu mostras disso. Saía da Ramada Alta para se ir encostando ao pessoal da Boavista...
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 14.03.2009 às 15:18

Mas para ir da Ramada Alta à Boavista é só descer a R. N. Srª de Fátima... Não se percebe, não dá para fazer muitos ziguezagues...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.03.2009 às 16:13

O regresso era a subir, Luís. Tanto andou aos 'zês' que lá foi subindo. O perigo é quando chegar o momento da queda.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.03.2009 às 01:12

Apetece chamar-lhe Augusto Zantos Zilva. Com os dois Z de zigue-zague.
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 15.03.2009 às 10:46

O Augusto Santos Silva é do Porto?!?
Ó horror!, o homem tem os defeitos todos :)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.03.2009 às 11:12

Menos esse. O Porto não tem culpa.
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 15.03.2009 às 11:30

[Ó homem, não me canse! :) Eu estou devidamente habilitada e credenciada a falar mal do Porto e de ter nascido portuense, eu própria também nasci lá!] Um dos meus defeitos, portanto.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.03.2009 às 13:37

Eu também nasci lá. Sem ter o defeito de ter nascido lá.
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 15.03.2009 às 22:22

Quando não é defeito, é feitio....

Está explicado "O Porto não tem culpa", ao abrigo desse bairrismo intrínseco e exarcebado (como feitio dos portuenses que não vêm a coisa por defeito). Hehehe.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.03.2009 às 22:30

Bairrismo? Bola ao lado!
Dois anos de África, doze de Macau, tempo sem conta na Madeira, seis anos em Lisboa, três em Ponta Delgada, etc., etc., etc., para só contar períodos mínimos razoáveis.
Bairrismo???
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 15.03.2009 às 22:58

Hm. Deve ser bairrismo do tipo saudosista, do tipo filho pródigo que ainda não regressou a casa, do tipo "nunca gostei de francesinhas mas que saudades que eu tenho de uma francesinha no Kapa Negra"... (risos)

Macau? Outro pangiao por aqui? [De que colheita?]
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.03.2009 às 23:30

Saudosista??? Porto e Lisboa são as cidades que menos me atraem para viver, actualmente.
'Pang iao' 1982/94.
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 15.03.2009 às 23:50

Cruzamo-nos em Macau...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 15.03.2009 às 23:56

Seguramente. Já me cruzei com meio mundo (presumindo que queria dizer "cruzámo-nos" e não «cruzamono-nos»)...
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 16.03.2009 às 00:13

Cruzamono-nos?? Quem escreveu isso foi você.
A falta de acento é tão óbvia...

Pois, eu também já me cruzei com mais de meio mundo, mas como tenho memória selectiva memorizo o mundo e esqueço quem não me foi próximo ou me impressionou positivamente :)

[Que cansaço]


Imagem de perfil

De Pedro Correia a 16.03.2009 às 00:18

Talvez Te Escreva: eu lembro-me de ti e tenho uma proposta para te fazer muito em breve. Irrecusável.
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 16.03.2009 às 00:24

Ó Pedro, eu de ti até me lembro da frase do Pessoa que tinhas colada na tua máquina de escrever... e aprendi imenso contigo naquela maratona que foi a 1a visita de um presidente da República português a Macau.

Nunca descobri é se a Maria da Guia eras tu [ou vocês todos] :)

Hasta mañana, til we meet again, don’t know where, don’t know when...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.03.2009 às 00:30

Cansaço o meu (v. a gralha): cruzamo-nos não é igual a cruzámo-nos...
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 16.03.2009 às 13:46

Tem toda a razão, João Carvalho, "cruzamo-nos não é igual a cruzámo-nos..." aliás, acho mesmo que as duas palavras estão uma para a outra como frigideira para sertã, afia para aguça, pisar para calcar...

[Essa coisa de gostar de "malhar" afinal deve ser uma característica dos homens do Puârto] :)

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D