Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Legislativas (2)

por Pedro Correia, em 09.05.11

 

 

DEBATE JOSÉ SÓCRATES-PAULO PORTAS

 

Pela primeira vez, que eu me lembre, José Sócrates perdeu um debate eleitoral. Foi esta noite, nos estúdios da TVI, perante um Paulo Portas em boa forma que lhe disse o essencial, olhos nos olhos: este primeiro-ministro "vive na estratosfera". Vive num país só dele, que nega a realidade quotidiana dos portugueses: a dívida pública duplicou em seis anos, há hoje quase 700 mil pessoas sem emprego, o "estado social" tornou-se uma figura de retórica, Portugal viu-se forçado a estender a mão à caridade internacional.

Incapaz de reconhecer um erro, dando continuamente o dito por não dito, sublinhando mais de uma vez que o Governo"deu o seu melhor", Sócrates começou o debate com o ar mais cordato deste mundo: "abertura" e "diálogo" foram as primeiras palavras-chaves do seu discurso. "Portugal precisa de um governo forte", declarou o líder socialista. Nem parecia o mesmo que foi incapaz de esboçar uma coligação pós-eleitoral quando venceu as legislativas de 2009 muito longe da confortável maioria absoluta de que dispôs nos quatro anos anteriores.

Sócrates nunca tinha ouvido em directo, na televisão, algumas das frases com que Portas o brindou neste frente-a-frente bem moderado por Judite Sousa. Frases que revelam uma realidade elementar: o líder socialista, chefe do Governo desde Março de 2005, "é o político responsável pelo estado a que chegámos". Mais: "Este primeiro-ministro vai perder as eleições porque as pessoas vão votar com os bolsos quase vazios."

Sócrates não tardou a perder o ar de bonomia: a natureza de "animal feroz" acaba sempre por vir à superfície neste homem incapaz de estabelecer pontes com adversários. E com isto estragou irremediavelmente a imagem de indivíduo dialogante que levara para este debate. Apertado por Portas, não resistiu a um número de fácil demagogia televisiva: exibiu uma pasta vazia dizendo que aquele era o programa eleitoral do CDS, que "ainda não existe". Com isto irritou o líder democrata-cristão e marcou certamente alguns pontos junto dos telespectadores. Mas também confirmou que não está minimamente vocacionado para o diálogo político. Sendo aliás ele o campeão dos programas eleitorais por cumprir, esta deveria ser a última das suas opções argumentativas. Lembram-se ainda daquele socialista que prometia criar 150 mil empregos, inaugurar as linhas ferroviárias de alta velocidade e pôr Portugal a crescer 3% ao ano?

 

...................................................................

 

FRASES

Sócrates - «Da parte do PS, os portugueses não esperarão nenhuma atitude de radicalismo e sectarismo. Não deixaremos de colaborar, de definir espaços de diálogo e de compromissos com os dois partidos que subscreveram o programa da troika, com o qual o País está comprometido.»

Portas - «Portugal encontra-se numa situação de protectorado.»

Sócrates - «O Governo não pode ser acusado de não ter feito o seu melhor.»

Portas - «Eu nunca disse que não seria primeiro-ministro sem o FMI.»

Sócrates  - «O senhor deputado e o seu partido contribuíram para uma crise política ao chumbarem o PEC IV.»

Portas - «A história não começou há seis semanas: começou há seis anos, com José Sócrates. E começou porque houve uma política irresponsável.»

Sócrates - «Eu invisto no TGV, não invisto nos submarinos.»

Portas  - Para duas pessoas terem uma discussão útil é preciso que habitem a mesma realidade. O candidato José Sócrates não habita a realidade há muito tempo.»

Sócrates - «O acordo [com o triunvirato, vocábulo que Portas prefere a troika, e muito bem] preserva o modelo social em que queremos viver.»

Portas - «O candidato José Sócrates é muito competente a manipular mas não é muito competente a governar.»

Sócrates - «Paulo Portas nunca deu um contributo para que possamos reduzir a dívida, para que possamos reduzir o défice.»

Portas - «Enquanto o senhor dizia que a economia ia crescer, nós víamos a recessão a chegar.»

Sócrates  - «O programa eleitoral do CDS não existe.»

Portas - «O senhor, como candidato, mente mal.»

Sócrates  - «Não lhe admito isso.»

...................................................................

 

ADENDA

Por curiosidade, recordo o que escrevi sobre o debate Sócrates-Portas da campanha legislativa de 2009.

Autoria e outros dados (tags, etc)


126 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 09.05.2011 às 23:46

Tenho uma ideia completamente diferente da sua, penso que foi Sócrates quem venceu o debate.
A experiência os Portugueses gostam de demagogia, caso contrário nem em 2009 Sócrates tinha vencido e o actual PM manteve a receita.
Penso que Sócrates arrasou Portas ao dizer-lhe que ele veio para os debates ainda sem programa, que nunca apresentou uma medida de contenção do défice mas apenas para o aumentar, só que o fez com ar de superioridade moral no primeiro caso e de experiente no segundo
Penso que Portas teve a dificuldade de não querer dizer que tanto lhe faz ganhar o PS ou o PSD, ideia que passava antes o que lhe baralhou o discurso.
Penso ainda que o Pedro Correia, que deve detestar Sócrates quase tanto ou tanto como eu, não vê na perspectiva do povo que temos em Portugal e Sócrates conhece-o muito bem... infelizmente é o País que temos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.05.2011 às 23:55

Meu caro, quanto a mim a frase que mais conta neste debate foi proferida por Paulo Portas: «Este primeiro-ministro vai perder as eleições porque as pessoas vão votar com os bolsos quase vazios.»
O número da pastinha vazia destinada a demonstrar que o CDS ainda não apresentou programa eleitoral é uma rábula digna de Parque Mayer, sem elevação nem seriedade. Feita por alguém que fez tábua-rasa dos programas eleitorais que apresentou. Lembra-se do cheque-bebé prometido aos eleitores portugueses em 2009 para «fomentar a natalidade»?
Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 10.05.2011 às 00:04

Neste "diferendo" entre nós até prefiro perder, espero que tenha razão, mas suspeito que foi ao contrário...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 00:17

Não há diferendo nenhum, Carlos. Há apenas visões diferentes do mesmo debate. E é para isso mesmo que servem estas caixas de comentários.
Recordo apenas que já fiz análises dos debates televisivos nas legislativas de 2009 e nas presidenciais deste ano - e nada do que escrevi, na minha perspectiva, acabou por ser contrariado pelo veredicto dos eleitores. É também por isso que lembro no fim destes textos o que escrevi em 2009.
Veremos o que sucede desta vez.
Um abraço.
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 10.05.2011 às 18:51

Não vi o debate, mas Portas bem podia ter mostrado ao sr."engenheireiro" uma pasta de ...palha...
Sem imagem de perfil

De Alexandre Almeida a 10.05.2011 às 13:59

Discordo totalmente o Paulo Portas arrasou completamente o candidato a 1º Ministro Sócrates, o plano do Sócrates também não foi discutido, ou é igual ao da Troika?!

Realmente nunca tinha visto o Sócrates a perder o seu sorriso em publico.

Força Dr. Paulo Portas
Sem imagem de perfil

De Santos a 11.05.2011 às 00:19

Só pode defender Portas quem não o conheceu como eu no Ministério da Defesa. Altamente despesista, deslumbrado com o cargo de ministro ( ele e a mãe, que "abancaram" em S. Julião da Barra enquanto fazia obras em casa, que substituíu o Secretário-Geral do MDN que ganhava 4.000€ por um senhor do CDS que veio da PT a ganhar 18.000€, etc
Sem imagem de perfil

De Filipe Teixeira a 10.05.2011 às 19:10

Mania de quem tem responsabilidades, nesse caso o governo, de fugir às responsabilidades e atirá-las à oposição com o fundamento de que não apresentaram proposta para isto ou para aquilo! afinal quem foi eleito para governar? Quando ouço o Socrates a falar pergunto-me como é que um sujeito que está no governo ha 6 anos e não tem responsabilidades nenhumas na situação actual?
Sem imagem de perfil

De joao a 10.05.2011 às 19:44

Bem dito.
Sem imagem de perfil

De Humberto Beleza a 10.05.2011 às 21:20

Ora aí está uma grande questão!!!
Sabe porquê?
Porque se ele fosse responsabilizado o Cavaco, Guterres, Almeida Santos, Portas, Durão Barroso, Mário Soares, etc.. também o seriam. TODOS ELES sem excepção.
Outra grande questão do momento é "em quem votar".
Sem imagem de perfil

De Isabel a 10.05.2011 às 23:27

É importante sabermos em quem não queremos votar!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.05.2011 às 20:39

Explique-me como é que alguém consegue fazer um programa antes de saber as medidas da Troika, se vai ter que governar com eles??? Só mostra que todo o programa que apresentam é falso, descontextualizado e mentiroso!!!
O CDS não apresentou medidas? Há quanto tempo andam a defender os cortes de ministérios, acessores de ministros, municípios... a defender a agricultura e a pesca, porque temos um dos melhores climas para a agricultura da europa e uma das melhores costas marítimas da Europa porque não pensem que a indústria que tivemos alguma vez irá voltar.... E alguém como o Sócrates que chega lá e mostra uma pasta vazia para dizer que o CDS não tem programa, só mostra que jogada "porca" foi essa e que tipo de senhor é, que não tem mais por onde argumentar

Digo e repito, o Portas deu um baile ao Sócrates!!!
Imagem de perfil

De kasta a 10.05.2011 às 22:26

argumentos de tem ou não tem programa é desviar as atenções da situação actual do País , quais as verdadeiras causas ? sim verdadeiras , não iludindo os Portugueses com pura demagogia .
Deixo um apelo votem , mesmo aqueles que não acreditam nos politicos , neste caso entregando o boletim em branco , esta atitude transmite mais a indignação do que não votar .
Sem imagem de perfil

De josé franco a 10.05.2011 às 22:55

Realmente confirma-se e bem a vitoria do DRº.Paulo Portas.Aliáz até O ENGº.Socrates mais parecia o saudoso Alvaro Cunhal...que se dizia que tinha um cassete gravada...o Engº. jáq se sabia que vive em outro planeta e que iria dizer o emso..Não foi ele que governou o País.e deixou como ele está.Não era os Pacs...que davam para ele ter tido um bom governo.Era sim falar mais e agir mais.Já o POVO PORTUGUÊS está farto de suas mentiras...
Sem imagem de perfil

De António P. a 10.05.2011 às 00:10

Boa noite Pedro,
Quem sou eu para contrariar a sua análise que no fim de contas é a sua percepção e não há percepções erradas ou certas.
Mas acho que a linha de atque do PSD , CDS e BE a uma só pessoa não está a produzir resultados..vide sondagens.
Oenso que Paulo Portas não respondeu a uma unica pergunta seja de Sócrtaes seja de Judite de Sousa e de bolsos vazios já nós estamos e o que muitos pensarão é que com o PSd ( pelo menos ) eles vão ficar mais vaziso.
Um abraço
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 00:22

Exactamente, caro António. É a minha percepção e nada mais que isso. Não tenho por hábito comentar sondagens - e mantenho esta atitude. Gosto, isso sim, de comentar debates. Ainda agora reli tudo quanto escrevi sobre os debates eleitorais de 2009 e face aos resultados então verificados acho que apontavam na direcção certa. De resto, tenciono lembrar esses textos aos leitores à medida que forem ocorrendo os debates televisivos desta campanha.
Quanto ao resto, é bom haver diferenças de perspectiva - e que essas diferenças sejam aqui expressas. É também para isso que estas caixas de comentários existem.
Um abraço.
Sem imagem de perfil

De Alexandra Almeida a 10.05.2011 às 22:59

Boa noite, meus caros. Pois eu estou completamente de acordo com os que acham, que quem ganhou foi o Socrates, por muito que me custe, porque nunca votei, não voto, e nunca votarei nele,o Portas, foi de um vazio intelectual sem precedentes.
Como é que uma figura que diz querer ser 1º MInistro a menos de um mês não apresenta programa, é mesmo à Português, primeiro vai ouvir os outros, depois joga com os votos.
E a feira continua:::::::
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.05.2011 às 22:00

Olá, Alexandra. Lamento discordar de si, mas Portas esteve melhor. Muita gente nesta caixa de comentários pensa o mesmo. E também um dos mais ilustres senadores do PS, José Medeiros Ferreira. «Pela primeira vez José Sócrates esteve com menos tónus num debate. Paulo Portas está a subir e passou ontem à ofensiva», disse ontem JMF na TVI24, analisando este debate.
Imagem de perfil

De ruadabarca a 10.05.2011 às 03:00

Olhos nos olhos??? Não está a referir-se ao debate da noite de 9 de Maio, pois não? Paulo Portas simplesmente, esteve com os olhos serrados.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 10:23

De olhos «serrados», o Paulo Portas? Olhe que não, olhe que não...
Sem imagem de perfil

De Homem-Bomba a 10.05.2011 às 22:37

Paus serrados, Olhos cerrados
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.05.2011 às 22:00

Isto já parece uma serração.
Sem imagem de perfil

De cr a 10.05.2011 às 09:22

"Pela primeira vez, que eu me lembre, José Sócrates perdeu um debate eleitoral. Foi esta noite, nos estúdios da TVI, perante um Paulo Portas em boa forma que lhe disse o essencial, olhos nos olhos ". Caro Pedro permita-me discordar de si, de facto esse " olhos nos olhos " que fala, foi uma das coisas que o Dr.Paulo Portas não conseguiu ultrapassar. Raramente olhou o seu interlocutor de frente e chegou a ser incomodativo ele fingir que tomava notas e lia o moleskine, enquanto o Engº.Sócrates falava com os olhos nele. Se tiver oportunidade repare nisso...a mim incomoda-me uma pessoa que fala para outra e não consegue olhá-la nos olhos, cai por terra toda a argumentação por muito valiosa que seja, e não era neste caso. Se alguém estava seguro e sem medo só vi um, o outro coitado, remexia-se na cadeira, parecia um menino de escola apanhado em falta.Lamento, a falta de bons opositores, mas não existe dúvida, na minha opinião este debate foi ganho pelo Engº.Sócrates , sem dúvida.É pena, mas não existe alternativa, essa é a verdade.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 10:26

Só em ditadura não existe alternativa. Em democracia há sempre alternativa. Mas o facto de haver tanta gente a dizer que não existe alternativa é outra consequência nefasta destes anos de chumbo: não regredimos só em crescimento económico, em finanças públicas e em coesão social: regredimos também em maturidade democrática.
Imagem de perfil

De V.A.D. a 11.05.2011 às 00:16

Tem de existir alternativa à hipocrisia e à falsidade de um P.M. que teve de comprar uma licenciatura... Tem de existir alternativa ao chorrilho de mentiras debitadas por um energúmeno que tudo prometeu e NADA cumpriu...! Tem de existir alternativa à desgovernação que foi capaz de duplicar em 6 anos a dívida... Quem não quer alternativa está certamente conivente com a corrupção que graça por todos os recantos de um estado podre, no qual nem a justiça funciona...!
Sem imagem de perfil

De tony a 10.05.2011 às 20:47

realmente os portugueses tem a memoria curta e ainda por cima são cegos abrem os olhos e so espero q o coelho n ganhe se não vai ser um caos
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.05.2011 às 22:03

Não só permito que discorde de mim como faço gosto nisso. Não é por acaso que este blogue tem este nome irónico - aqui não há delitos de opinião.
Sem imagem de perfil

De Carla Ferreira a 10.05.2011 às 10:17

Nem me aventuro em grandes opiniões políticas, até porque, nem a vivo muito ao de perto. Mantenho-lhe a proximidade necessária, que julgo prudente enquanto cidadã. Ainda assim, assisti ao debate, e aproveito o seu post para deixar apenas a minha opinião sobre José Sócrates, em termos de personalidade ( ou não me perca eu nestas análises a toda a hora). E nesse ponto, não posso concordar mais quando refere que, pela primeira vez, José Sócrates perdeu um debate político, não só nas ideias, mas também na pose. É inegável a capacidade do nosso Primeiro Ministro em levar a água ao seu moinho, em dar a volta às questões, em defender-se perante os ataques, tudo isto, independentemente da competência ou incompetência com que governa. Ontem, ficou aquém. Pelo menos, não chegou ao nível a que nos habituou, nessa sua vertente. E Paulo Portas soube muito bem desarma-lo. Talvez acuse já algum cansaço, ou até, quiçá, alguma perda de credulidade, nos discursos que ele próprio sempre vendeu. Está tudo demasiado claro para continuar a fingir.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 10:29

Para além do blablá de ocasião, Sócrates precisa de mostrar aos portugueses nesta campanha que é um homem capaz de construir pontes, de erguer coligações após 5 de Junho. Lamentavelmente, para ele e para o PS, a única faceta que consegue demonstrar é a de 'animal feroz'. Portas foi muito eficaz ao fazê-lo perder a pose cordata e dialogante com que se apresentou neste frente-a-frente. Passados dez minutos, já lá estava o velho Sócrates - aquele que conseguiu o prodígio de reunir todas as forças da oposição contra ele nesta recta final do seu mandato. Símbolo de um ciclo político que se esgotou por força das circunstâncias.
Sem imagem de perfil

De a.marques a 10.05.2011 às 10:52

O próprio Sócrates já terá percebido que está a desmoronar. O recurso ao desmentido dele próprio quando encurralado é pânico. É só estender-lhe o rol.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Costa a 10.05.2011 às 19:24

Perfeito e muito bem visto.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 10.05.2011 às 10:31

"Oenso que Paulo Portas não respondeu a uma unica pergunta seja de Sócrtaes seja de Judite de Sousa e de bolsos vazios já nós estamos e o que muitos pensarão é que com o PSd ( pelo menos ) eles vão ficar mais vaziso."

É este o problema Português ignorância extrema ou mesmo idiotia.
O que é que os Portugueses julgam que acontece a um País que vivia com muito dinheiro pedido emprestado e deixa de o poder fazer?

Menos dinheiro.
Sem imagem de perfil

De CAL a 10.05.2011 às 11:09

Esse senhor é mentiroso, alguém com um pouco de discernimento não vê isso? As suas obras estão aí para comprová-lo. No estrangeiro, onde me encontro, sinto vergonha de um PM passar a imagem de incompetente e mentiroso. Maior vergonha por 37% de o povo aceitar.
Sou português com valores do passado onde a palavra era a maior riqueza das pessoas de bem.
Alguém compraria um carro usado desse senhor?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 14:32

Não posso falar pelos outros, apenas por mim: eu não lhe compraria um carro em segunda mão. Nem um carrinho de linhas sequer.
Sem imagem de perfil

De Isabel T. a 10.05.2011 às 21:13

Concordo consigo Cal, Sócrates, é um manipulador com 6 anos de experiencia,não consigo compreender os 37 % de eleitorado,então vamos por mais 80 mil milhoes nas maos deste incompetente?
que vergonha.
Sem imagem de perfil

De José Filipe Sepúlveda da Fonseca a 10.05.2011 às 12:04

Acho que Portas ganhou em toda a linha.

Quanto à questão da pasta vazia, não considero que tenha tido um grande impacto mediático, sobretudo partindo de alguém que é o Primeiro-ministro de Portugal. Os Portugueses já vão estando habituados aos malabarismos de Sócrates. É um verdadeiro malabarista e um cata-vento.

É no mínimo estranho que o Primeiro-ministro que tem uma máquina de propaganda tão bem oleada e assessores que lhe "entregam" uma pasta vazia para ele fazer um número de circo e tentar ridicularizar Paulo Portas, seja exactamente o mesmo Primeiro-ministro que desconhece a notícia de ontem do Financial Times.

Até dá vontade de perguntar-lhe o seguinte: Afinal em que é que ficamos, Eng.º Sócrates? Os seus assessores são verdadeiros profissionais ou utilizam o "lápis azul" da censura e filtram-lhe as notícias?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 14:34

Sócrates só conhece os artigos do Financial Times quando lhe interessam: é incapaz de se sujeitar a um verdadeiro contraditório porque se refugiou num mundo de ilusão, negando sistematicamente a realidade.
O número da pasta vazia foi apenas mais um malabarismo televisivo. Julgo que os portugueses estarão cansados deste tipo de fazer política, cheio de truques mediáticos. Eu estou.
Sem imagem de perfil

De ATP a 10.05.2011 às 19:12

O´ Pedro explique lá como um cego pode ter um blog.
A sua orientaçao politica e fnatismo de ideias é alarmante e retira lhe credibilidade.
Que perda de tempo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 19:29

Em compensação, a sua isenção é verdadeiramente notável. Tão notável como a capacidade de assumir opiniões com nome próprio.
Imagem de perfil

De V.A.D. a 11.05.2011 às 00:39

Este ATP deve ser mais um dos muitos boys que vivem à custa do trabalho dos outros. Demonstra bem o medo que tem de perder algum tacho. Ah.. e cego é aquele que não quer ver os resultados de 6 anos de (des)governação deste mentiroso compulsivo chamado Sócrates.
Sem imagem de perfil

De Luis Félix a 10.05.2011 às 19:15

Meu caro amigo eu penso que o Sócrates não perde nenhum debate. É o que se chama " um animal politico ". Apesar de achar que o Portas esteve bem o Sócrates foi o Sócrates.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2011 às 19:30

A partir de 6 de Junho poderemos retomar a leitura destes textos e destes comentários, confrontando-os com os resultados das urnas, meu caro. Será (ainda) mais interessante.

Comentar post


Pág. 1/5



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D