Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De bradar aos ceos!

por Teresa Ribeiro, em 13.03.09

Baixaram os ordenados aos administradores de uma empresa que teve prejuízos? Em Portugal? Se a moda pega arriscamo-nos a perder o nosso maior modelo de estabilidade em matéria de carreiras profissionais, a subverter a nossa lógica empresarial, a descaracterizar, enfim, um estilo que até podia ter defeitos mas era nosso.

Agora até os administradores são penalizados pelos resultados das empresas? Onde é que isto vai parar?

Autoria e outros dados (tags, etc)


33 comentários

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 13.03.2009 às 13:45

Tenho um fraquinho por bons títulos (pecha de copywriter...) e este é excelente, Teresa! Parabéns.
Sem imagem de perfil

De Nuno Vieira Matos a 13.03.2009 às 14:06

Não posso deixar de lembrar que, quando os Governos de vários países começaram a impôr limites nos vencimentos dos gestores de empresas a utilizarem garantias do estado, um coro de vozes repudiou a medida. Razões apontadas: assim os melhores vão-se.

Contudo, quando é a própria empresa a tomar medidas para reduzir o vencimento dos administradores, então falamos de boa gestão e responsabilização.

De novo, o facto de ser leigo nestes assuntos deve impedir-me de ver mais além.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 14:40

Acho que não há muito mais para ver, Nuno. No fundo e como em tudo o mais, tem de haver equilíbrio e bom-senso. Mas não só quando se fala de dinheiros do Estado (embora isso seja o bastante para mais cautelas): a própria situação social deve ser considerada para o efeito, mesmo no empresariado privado, sob risco de alguns vencimentos se tornarem verdadeiramente escandalosos e cavarem mais o fosso entre ricos e pobres. É, pois, de sensatez e até de solidariedade que se trata.
Sem imagem de perfil

De Once a 13.03.2009 às 15:00

"É, pois, de sensatez e até de solidariedade que se trata." e de exemplo João .. o tão fundamental e construtivo exemplo.


Teresa ;) fantástico o título * e a ironia


Bom fim-de-semana a todos
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 15:07

Gracias, Ana e Once. Bom fds!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 15:18

Sensatez e solidariedade são sempre bons exemplos, Once.
Bom fim-de-semana.
Sem imagem de perfil

De Once a 13.03.2009 às 15:37

Sem dúvida João, foquei-me na parte mais prática mas é evidente que uma não existe sem a outra :)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 14:33

Concordo consigo, Ana. Também já fiz em tempos alguns trabalhos como 'copy'.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 13.03.2009 às 15:17

Eu continuo a fazê-los de vez em quando, agora como free lancer. É um "bichinho" que nos fica. :-)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 15:22

Eu também continuo, porque sempre vou escrevendo para acoli e para acolá com relativa regularidade. Felizmente para o 'bichinho'.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 14:59

Sempre gostei de fazer títulos :)
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 13.03.2009 às 14:02

Temo pelo risco sistémico que isso possa representar!
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 14:58

Risco sistémico? Qual risco sistémico? Já venho tarde, o João Carvalho sintetizou na perfeição tudo o que eu poderia dizer acerca deste assunto. E é pelo motivos que ele indicou que me parece do mais elementar bom senso passar a adoptar por rotina esta atitude em relação a gestores e administradores de empresas.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 15:01

Admito que o comentário do Manuel Gouveia, até pelo ponto de exclamação, fosse irónico. Mas fico todo satisfeito pelas suas palavras, Teresa.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 15:05

Bolas, bolas! O Manuel Gouveia é mesmo capaz de ter sido irónico :))
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 13.03.2009 às 15:12

O estado tem evitado o risco sistémico privatizando no lucro e nacionalizando no prejuízo. Tentar alterar este estado de coisas representa um risco sistémico.

Alterar a remuneração dos gestores, aceito só se não conseguirem que o estado assuma as suas responsabilidades em relação aos prejuizo obtidos...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 15:19

Nada como pôr um sapinho a piscar o olho para fazer certa gente perceber as nossas ironias à primeira e sem tradutor. Eh!eh!eh!
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 15:21

Caso para dizer: da..aaa!!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 15:24

Agora peço desculpa, mas tenho de ir ver as horas no relógio de cuco...
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 13.03.2009 às 15:23

Uf! Fico mais aliviado, já não sabia como sair desta...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 13.03.2009 às 15:25

Ainda o safei, hem?...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 15:57

Pffff! Que exagero! Homens...
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 13.03.2009 às 16:58

Somos uma irmandade...
Sem imagem de perfil

De mdsol a 13.03.2009 às 16:51

Com que então, quem sai aos ceos afinal degenera!

Ah! desculpe... isto refere-se aos seus (deles) acho eu rsrsrs

Bem visto (da sua parte e concordo... o título é um MUST)

:))
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 13.03.2009 às 18:07

Pelos vistos agora alguns já não podem degenerar muito, se não zás! Lá se vão os dividendos :)
Sem imagem de perfil

De Francisco a 13.03.2009 às 16:55

Brilhantes! O texto e (principalmente) o título!
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 13.03.2009 às 19:22

É o que se chama uma queda oportuna...
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 13.03.2009 às 23:30

Ceos!, Teresa, tantos comentários!...
Na verdade, o assunto é de bradar aos ceos. Tadinhos deles..., vejam lá, como é que vão governar a sua vida, agora... Sim, porque com esta redução de 10%, em vez de ganharem 15 vezes mais do que a maioria do comum dos mortais, arriscam-se a ganhar apenas 14...
Ele há muita injustiça neste mundo... e então no reino dos ceos, nem se fala!...

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D