Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As carpideiras de Bin Laden

por Pedro Correia, em 03.05.11

Qualquer canalha, por mais abjecto que seja, encontra sempre umas carpideiras dispostas a envergar luto. Aqui proclama-se bem alto o nojo pela vitória da "barbárie", entre lamentos pela "morte de um homem". Aqui berra-se contra a "hipócrita supremacia moral do Ocidente". Aqui chora-se pela aplicação da "pena de morte" justificada aqui para outros, só três posts mais abaixo. Aqui conclui-se sem dúvidas de espécie alguma: tratou-se do "embuste da década".

No sítio do costume. Este local inimitável.


36 comentários

Sem imagem de perfil

De o puma a 03.05.2011 às 19:13

Se toda a canalha do sistema terrorista

só alguns morrem com balas

os outros de morte natural
Sem imagem de perfil

De fernando a 03.05.2011 às 21:03

Delito de opinião? Qual? De facto é "espantosa" a designação dum Blog onde se escrevem opiniões (?) tão "encarreiradinhas".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.05.2011 às 21:13

Você também faz parte do coro das carpideiras? Nesse caso apresento-lhe os meus pêsames.
Imagem de perfil

De Dylan a 04.05.2011 às 00:39

Não, Pedro, este é mesmo "comuna"...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 01:00

Então estas lágrimas devem ser de crocodilo.
Sem imagem de perfil

De rafael a 03.05.2011 às 22:10

Pedro, o seu comentário é completamente desonesto intelectualmente. As questões que eu levanto prendem-se com a forma e com as incoerencias do processo que levou à morte de Bin Laden. Até o recem eleito presidente da conferencia episcopal foi critico...

Nao nutro a minima simpatia por Bin Laden, mas nao acha que justiça teria sido ele ser capturado e julgado? e se tivesse sido morto no processo (uma bala no olho parece demasiado com uma execução sumária) o corpo ter sido entregue à familia? Eu acho que sao questoes de bom senso, se o pedro acha que é chorar alguém, talvez o tenha julgado mal, talvez o Pedro seja um bárbaro também...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 01:17

Vocês são mais papistas que o Papa, Rafael. Nem a Al Qaida, que eu saiba, pôs em causa a versão norte-americana (caucionada por Barack Obama, Nobel da Paz) de que a figura nº 1 do terrorismo internacional foi abatida numa troca de tiros: era matar ou morrer. Tratando-se de quem se tratava, era de supor que não se entregaria sem luta. O que fazer? Deixar tal figura mais dez anos à solta, bafejada pelas evidentes cumplicidades com as forças armadas paquistanesas? Deixá-la matar mais uns milhares (ainda há poucos dias, em Marrocos, foram 'despachados' mais uns tantos?). Ser cúmplice de novos crimes por inacção?
Há limites para a tolerância perante esse crime hediondo que é o terrorismo: até por motivos ideológicos, esperaria de vocês um repúdio total e sem ambiguidades deste crime, tenha o pretexto político que tiver. Não por acaso, o Conselho de Segurança da ONU - órgão máximo da jurisdição política internacional - elogiou por unanimidade a operação norte-americana.
Gostaria, nesta ocasião, de encontrar no vosso blogue opiniões como esta que o ex-líder parlamentar do PCP, Octávio Teixeira, emitiu ontem na SIC: «Congratulo-me com esse facto [morte de Bin Laden]. Bin Laden foi o inspirador dos atentados mais mortíferos contra populações indefesas.» Ou esta, hoje pronunciada pelo deputado do BE João Semedo na RTP: «Ter desaparecido um símbolo [do terrorismo] é seguramente um passo no enfraquecimento dos meios e das organizações que se dedicam ao terrorismo.»
Sendo outro o vosso trilho, não se surpreendam que isso vos leve a receber críticas. O contrário é que seria de espantar. E pode chamar-me bárbaro à vontade: garanto que não me ofendo.
Sem imagem de perfil

De als a 04.05.2011 às 02:22

Afinal é o próprio governo norte-americano que vem a público afirmar que Bin Laden nem sequer estava armado: http://www.elpais.com/articulo/internacional/EE/UU/revela/Bin/Laden/iba/armado/elpepuint/20110504elpepuint_2/Tes

Ai Pedro, Pedro...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 22:01

ALS, você anda a mudar. Então agora já acredita no que diz o Governo norte-americano?
Sem imagem de perfil

De Helena a 04.05.2011 às 09:56

Exacto Pedro. Não pode haver tolerância para a intolerância. Deixemo-nos de pruridos politicamente correctos.
O antiamericanismo atávico cega e tolda a razão mesmo de pessoas inteligentes.
Acho que há muitos que ainda não perceberam o que o está em jogo é o "eles" -e uma ideologia totalitária que rejeita sociedades que não obedecem ao seu dogma de “pureza” – ou nós.

Para desarticular as redes terroristas é preciso determinação e coragem. A forma de dominar a Medusa é decepá-la e usar a cabeça como arma.

Lamento a falta de piedade. Mas por essa lógica piedosa também deveríamos permitir um enterro "humano" ou um memorialzito a Pol Pot ou a Hitler. Eles também tinham família...
Sem imagem de perfil

De rafael a 04.05.2011 às 12:30

defende que se negue o direito à sepultura mediante os crimes cometidos? e qual é a ideia: a partir de 30 assassinatos tem um cemitério de 2ª, a partir dos 70 passa para um de 3ª, crimes contra a humanidade só dá direito a campa rasa, genocidio é deixar ao ar para os abutres comerem?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 22:00

A Helena tem toda a razão. Não terá sido também um crime de lesa-humanidade negar 'sepultura' ao Hitler e ao Pol Pot?
Sem imagem de perfil

De helena maria marques a 05.05.2011 às 03:38

E às vítimas que esses monstros e os monstros, como Bin Laden e os seus comparsas terroristas negaram nos cobardes ataques do 11 de Setembro, 11 de março e 7 de Julho, e os milhares de inocentes que ao longo do ano vão morrendo quase todos os dias, por ataques prepertados em terras longínquas, mas é isso são tão longe, não é? Afeganistão, Yemen, etc., onde é que isso fica, levam com uma bomba, ah, sim faz parte do dia a dia deles, coitados dos terrorista não lhes dão descanso. Marrocos é mais perto, oh uma Monarquia fascista.
Sem imagem de perfil

De rafael a 05.05.2011 às 11:03

nem hitler nem pol pot estão sepultados? não sabia. se assim é, não deveria ser...
Sem imagem de perfil

De rafael a 04.05.2011 às 11:00

ò Pedro, parece que não foi assim. A noticia do jn de hoje citando fontes norte americanas diz que ele estava desarmado mas resistiu. parece que para os militares norte americanos era matar ou levar com um bibelot na cabeça...
deixei-lhe a pergunta na tasca do costume. está convidado a debater lá.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 21:59

Obrigado, Rafael. Eu gosto de debater com alguns de vocês.
Sem imagem de perfil

De rafael a 05.05.2011 às 11:08

mas ainda anda a fugir à questao central: porque foi executado Bin Laden e nao foi capturado? Concorda com a acção? Não crê que se fosse capturado seria uma mais valia na luta contra o terrorismo? e por favor, não me dê uma resposta à Àlvaro...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.05.2011 às 21:29

Não me diga que você também critica a violação do princípio da territorialidade e da 'soberania nacional' do Paquistão, como tenho lido por aí. Faço-lhe notar que nos termos jurídicos norte-americanos esta operação foi plenamente legal. Inseriu-se numa acção de guerra, conduzida pelo Presidente dos EUA como comandante-em-chefe com mandato do Congresso. Concordo consigo apenas num ponto, em que aliás você concorda com o porta-voz do Vaticano: é moralmente ilícito celebrarmos a morte seja de quem for, mesmo que seja o maior dos canalhas.
Sem imagem de perfil

De rafael a 06.05.2011 às 10:38

isso é mesmo uma resposta à àlvaro...
porque foi executado Bin Laden e nao foi capturado? Concorda com a acção? Não crê que se fosse capturado seria uma mais valia na luta contra o terrorismo?
estas foram as perguntas que lhe deixei. nao me respondeu a nenhuma...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 06.05.2011 às 10:50

Claro que concordei com a acção. Estou bem acompanhado: o Conselho de Segurança da ONU - por unanimidade - congratulou-se igualmente com a operação norte-americana.
Também concordei com a operação da Mossad que em 1961 capturou Adolf Eichmann na Argentina, por mais que algumas santas almas clamassem contra a putativa violação do 'direito de territorialidade'.
Lembro-lhe que os EUA estão em guerra contra a Al Qaida. A guerra foi-lhes declarada da forma mais abjecta, cobarde e criminosa por Bin Laden em 2001. Recordo-lhe que ele assumiu a autoria dos atentados que provocaram três mil mortos. A operação de captura só pecou por ser tardia devido à óbvia cumplicidade dos paquistaneses em relação ao milionário saudita, que estava há pelo menos seis anos entrincheirado no seu 'bunker' de luxo, avaliado em mais de um milhão de dólares, a 800m da principal academia militar do Paquistão.
Obama tinha mandato do Congresso para ordenar esta operação, que constituiu uma acção militar de legítima defesa. Como é óbvio, operações de elevadíssimo risco como esta podem provocar vítimas, de qualquer dos lados. Como é óbvio também, suscitam legítimas interrogações sobre os limites das democracias para se defender dos seus inimigos. Este debate, por natureza, é interminável. O problema é que os criminosos prosseguem as acções - como ainda há dias vimos em Marrocos - enquanto o debate segue o seu curso...
A propósito: é a primeira vez que vejo alguns de vocês, no 5 Dias, tão preocupados com o destino de um milionário. Quantos milhares de cadáveres necessita esse milionário de ter no seu cadastro para justificar tanto desvelo da vossa parte?

Espero ter sido suficientemente claro.
Sem imagem de perfil

De rafael a 09.05.2011 às 07:51

caro Pedro, em 1º lugar, pelo menos no 5 dias, cada um pensa pela sua cabeça e emite os seus razonamentos sobre o que entende, por isso não percebo a alusão ao vocês...mas seguindo, o Pedro fala de captura, mas eu não coloco nunca em causa a tentativa de captura de Bin Laden (recomendo que releia os textos e comentários que fiz) mas sim a sua execução, como já foi admitido pelas autoridades norte americanas. as questões que lhe coloquei foram simples:
porque foi executado Bin Laden e nao foi capturado? Concorda com a acção (de matar em vez de capturar e julgar)?
Não crê que se fosse capturado seria uma mais valia na luta contra o terrorismo?
A nenhuma delas deu resposta e preferiu entreter-se (ou entreter-me) com questões que nem sequer abordei...
Sem imagem de perfil

De helena maria marques a 05.05.2011 às 03:30

Parece-me que se esquece que, hoje em dia, a guerra não é feita da maneira convencional.
Já agora que me tem a dizer das vítimas do terrorismo, já que me parece tão tolerante com os seus assassinos.
Sem imagem de perfil

De rafael a 05.05.2011 às 18:18

lamento todas as vitimas de todos os terrorismos.e se lê nas minhas palavras tolerância face a terroristas por querer que sejam julgados, suponho que ache aceitavel todo o tipo de execuções extra judiciais...
Se tolerancia face ao terrorismo é a exigência de um julgamento, muitos talibans andam neste mundo, graças a Deus...
Sem imagem de perfil

De SonicGame a 03.05.2011 às 23:34

Pedro agora espero que quando houver uma vitória que não lhe convenha muito, não se ponha como eles, de modo hipócrita.
Os melhores cumprimentos
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 04.05.2011 às 07:08

Os Comunas só querem uma coisa , que o Ocidente renuncie ás Armas, à Guerra e à Violência para poderem assaltar o Poder.
Ou seja querem o fim da Civilização pois nenhuma Civilização consegue existir sem Armas.
Na Europa estão a conseguir.

"Nao nutro a minima simpatia por Bin Laden, mas nao acha que justiça teria sido ele ser capturado e julgado? "

Não. Guerra. Não sabe o que significa?
Sem imagem de perfil

De rafael a 04.05.2011 às 12:27

Convenção de genebra, sabe o que significa?
Sem imagem de perfil

De helena maria marques a 05.05.2011 às 03:41

11 de Setembro e restantes atentados sabe o que foram?
A nova guerra é assim, infelizmente.
Sem imagem de perfil

De rafael a 05.05.2011 às 11:04

o que nos separa dos barbaros é exactamente a capacidade de destrinça do bem e do mal, é travar a guerra com um minimo de conjuntos éticos.
Sem imagem de perfil

De helena maria marques a 05.05.2011 às 03:40

Safa, que só Estaline matou cerca de 20 milhões e há historiadores que falam e 30.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 04.05.2011 às 05:56

Farão parte das tais 72 virgens, Pedro??
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 22:02

Setenta e duas, Pedro? Noves fora nada.
Sem imagem de perfil

De Dédé a 04.05.2011 às 14:23

E AQUI antevê-se o potencial da coisa:

E não se arranja por aí um gajo de barbas, já morto há alguns anos, para Sócrates atirar ao mar, e dar-lhe uma ajuda a subir nas sondagens? http://bit.ly/kjweUd

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.05.2011 às 21:30

Já nada o ajuda. Excepto no barómetro da Marktest, com 180 pessoas a responder.
Sem imagem de perfil

De Helena a 04.05.2011 às 19:46

Rafael ele foi sepultado. E nao nego o direito a sepultura. Reconheco e respeito porem a legitima preocupacao norteamericana em evitar que a campa de um monstro se transformasse em local de culto.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.05.2011 às 22:03

Como é óbvio, Helena. Há, de resto, precedentes históricos dignos de registo. O que sucedeu aos restos mortais do Hitler, por exemplo.
Sem imagem de perfil

De helena maria marquesOh, Pedro a 05.05.2011 às 03:47

Oh, Pedro, os russos ficaram com os despojos, fotografias, etc., só depois da queda do comunismo é que mostraram ao mundo o crâneo de Hitler. Há pouco temo também saiu um livro mandado escrever por Estaline, sobre Hitler, e que esteve guardado durante estes anos todos no cofre do Kremelin que pertenceu a ao camarada, que tinha uma fascinação e verdadeira admiração pelo monstro nazi, por isso, esteve tão deprimido e quase uma semana sem sair da sua casa, quando os alemães atacaram a Rússia, ele sempre pensou que os alemães nunca o fariam.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D