Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Uma estratégia inclusiva

Paulo Gorjão, 01.04.11

A ser verdade o que está a ser transmitido aos jornais -- i.e. que Pedro Passos Coelho se prepara para convidar os seus adversário internos para integrarem as listas de candidatos a deputados -- diria que é uma excelente notícia e uma decisão sensata, por todas as razões e mais alguma.
No passado recente, havia quem não compreendesse como é que Pedro Passos Coelho queria integrar as listas de uma direcção com que não se identificava. Infelizmente, por uma questão de coerência (e, aparentemente, de carácter), José Pacheco Pereira será seguramente fiel ao seu princípio, aliás como foi no passado quando renunciou ao cargo de embaixador junto da UNESCO. O Parlamento fica, infelizmente, menos heterogéneo sem Pacheco Pereira. São os custos da coerência.

1 comentário

Comentar post