Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frases de 2011 (20)

por Pedro Correia, em 18.03.11

«A comunicação feita pelo ministro das Finanças [na sexta-feira] foi a mais desastrada e desastrosa comunicação política que já foi feita em Portugal, senão mesmo em todo o hemisfério norte. (...) É incompreensível o amadorismo que revela aquela comunicação.»

António Costa, ontem, na Quadratura do Círculo (SIC N)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De José Menos a 18.03.2011 às 09:54

A palhaçada socrática tem o total apoio dos socialistas ditos 'sérios'. Desde que lhes garanta o poder tudo lhe é consentido.
E executam o seu papel na orquestra da encenação de preservação do grande líder.
Excepcionalmente vi ontem o programa.
Esse Costa representa o paradigma do PS - aceita toda a canalhice a título de que é Política; desde que o retorno seja poder.
Sem imagem de perfil

De Alex M a 01.04.2011 às 00:49

O mais triste disto tudo é que o PSD é exactamente o mesmo, e fez exactamente o mesmo no tempo do Cavaco, do Durão e do Santana.

É a corja da nossa classe dominante, que é essencialmente, hoje em dia, dominada por uns novos-ricos que se fizeram famosos no pós-25 de Abril e de repente acharam que era só meter para o bolso, verdadeiros yuppies que só viam o 'progresso a todo o custo' como sendo simplesmente gastar mais e ter mais luxos. Não há ninguém de estatura moral, de princípios ou valores. Esses, são todos velhos e formados no antigamente. A cultura que têm os nossos, e que têm infelizmente os portugueses no dia, pelo que vejo à minha volta, é que o que é bom é ter sempres as últimas novidades, fugir sempre para a frente, arriscar, seguir apenas a máxima 'o que é novo é que é bom', etc.

Conclusão: vivem sem pensar, gastam sem pensar, não planeiam, desenrascam (haverá lá coisa mais portuguesa do que este desenrascanço, de que tanto nos orgulhamos sem razão?) e atiram as culpas para o próximo. É triste o meu país, é triste que os políticos sejam todos desta massa.... é mais triste que sejam um reflexo tão fiel dos valores actuais da nossa sociedade.

Noutro dia lia uma crónica num jornal sobre o facto de dicionário Oxford ter incluído nas suas listas as palavras 'lol' e 'omg'. O cronista regozijava-se por serem as primeiras palavras dicionarizadas com uma semântica imposta pelo povo, e não por um bando de intelectuais.
Oh país meu onde vais, tu se qualquer um se arroga o direito de achar que é o povo que sabe as coisas melhor do que quem as estuda. Os intelectuais não forjam semânticas, reconhecem-nas, e isso fizeram sempre. E quem mais, senão o povo, deu às palavras o significado que elas têm nos dicionários? Este estado de pensar brevemente, apenas enquanto não se cansa a cabeça, mas de se julgar que se tem uma opinião tão avalizada como a de quem leva o pensamento a sério, tem destruído o país. Porque mais uma vez, quem tem ido para o governo parecem ter sido estes pensadores-breves, que tem duas ideias que parecem iluminadas, não analisam consequências e mandam fazer. E depois dá nisto... ninguém tem um plano B, vai tudo ao fundo. É triste um país assim, é triste já não se acreditar no pensamento e no planeamento.

Desculpem o desabafo, saiu neste blog, podia ter sido noutro qualquer...
Sem imagem de perfil

De José Menos a 02.04.2011 às 14:41

Estamos de acordo no essencial. O que fazer de tanto lixo?
Peneirar... desalojar os parasitas em todas as oportunidades, incomodá-los, falar sempre, ainda que suspeitemos que outros os substituirão.
Uma e outra vez, até que se estabeleça a noção de que se premeia a seriedade e o respeito.
Quando lá chegaremos não sei, mas só caminhando se faz o caminho.
Sem imagem de perfil

De torcato guimaraes a 18.03.2011 às 14:39

...mais AMADOR foi logo quem respondeu: Passos Coelho.

...Houve um telefonema pelas 23h., (os nossos politicos gostam das 11 da noite), e o PM disse ao menino vamos "ter que tomar mais MEDIDAS" (nao disse quais...) e ele excitou-se...

...agora, preso ao que disse, refém dele próprio.
Sem imagem de perfil

De sampy a 18.03.2011 às 14:44

Coitado do ministro: há tantos anos no governo e ainda não consegue mentir com todos os dentes que tem na boca...
Imagem de perfil

De Eduardo Louro a 18.03.2011 às 15:22

Sou da opinião - que já expressei no meu blogue (aqui: http://quintaemenda.blogs.sapo.pt/50335.html ) - que este "sacrifício" do Teixeira dos Santos é a peça essencial da estratégia de vitimização de Sócrates.
Pela minha parte, e atendendo ao que o ministro das finanças se tem prestado, até acho justo que seja ele o cordeiro pascal.
Com franqueza: será possível que haja alguém que não perceba que o melhor serviço a prestar a Sócrates é demonstrar que a passada sexta-feira nem sequer existiu? Como isso não é possível só resta a melhor alternativa: Teixeira dos Santos "espalhou-se "por completo... Isto do PEC IV não passa de um equívoco, era para brincar com Bruxelas. E para testar a atenção da malta de cá. O "coitado" do Teixeira dos Santos é que levou isto demasiado a sério! Voilá!
Sem imagem de perfil

De G. a 18.03.2011 às 23:59

Desculpem-me ser tão "naif", mas quando ouvi isso da boca desse senhor, pensei: "este está a preparar-se para ocupar o lugar do Sr. Engenheiro"....
Foi realmente o que pensei, nada mais.... mas com as várias reflexões que fui lendo na net e nos jornais é que percebi, foi o primeiro dos ultimos actos da peça de teatro socrático =)

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D