Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Chapeau!

por Ana Vidal, em 10.03.11

 

 

Gosto de gente honesta e com Valores, venha ela da esquerda ou da direita.

É esse o meu partido.


18 comentários

Sem imagem de perfil

De GOSTO DOS VALORES DA GENTE HONESTA? a 10.03.2011 às 02:34

trouxe 200mil réis que dispendeu em peitas

errou as poldras a todos, como bisonho e achou-se branco e sem branca na bolsa

mas rico em valores para melhor armar os paus noutra ocasião

Anónimo Século XVI....
num sei se me fiz entender

pro va vel mente num
pro vale de azevedo
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:04

Pro vale de azevedo e pra mim, meu caro. Num entendi muito bem onde quer chegar, confesso...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 10.03.2011 às 08:04

Sem a mais pequena dúvida. Na ocasião, assinalei o mesmo (não no DO), porque o discurso da honestidade não precisa de parecer populista. E, como agora dizes, também não precisa de ser de direita ou de esquerda.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:06

Pois não, João. É o discurso da gente que é bem formada: claro, explícito e sem rodriguinhos daqueles que deixam tudo em aberto.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 10.03.2011 às 09:26

Isso mesmo, Ana. Bem assinalado! Precisávamos todos de olhar mais para o essencial, que nos une: um sentimento de regeneração qualquer, que está mais nas pessoas do que nos partidos.
Ah, já sei, é isso mesmo: um sobressalto cívico.... :-)
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:10

Muito mais nas pessoas do que nos partidos, Laura. Há gente boa em todos eles e seria óptimo podermos contar com todos neste momento tão decisivo do destino nacional. Infelizmente há gente que não presta em todos os partidos também, e - infelizmente - é quase sempre a que se apressa a chegar-se à frente...
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 11.03.2011 às 09:03

Estava na altura de essas pessoas começarem a ter uma fila considerável de concorrentes, na hora de «se chegarem à frente». Teriam o caminho mais dificultado. Agora encontram-no demasiado livre: esse é o nosso calcanhar de aquiles e o mais difícil de modificar. Só mesmo, talvez, pela via da «ideia» de participação cívica.
Imagem de perfil

De José Manuel Faria a 10.03.2011 às 11:12

Os Eurodeputados do BE: Portas, Rui Tavares e Marisa Matias têm feito um bom trabalho no parlamento europeu.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:11

Acredito que sim, mas não é o partido que estou a aplaudir.
Sem imagem de perfil

De António Manuel Venda a 10.03.2011 às 12:15

Ana, o roubo não foi legalizado apenas no nosso parlamento. Também foi legalizado no parlamento europeu.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:16

Eu sei, António, e por isso mesmo: Miguel Portas fala contra os seus próprios interesses, quando diz o que diz. E começa por dizer "o orçamento que acabámos de aprovar...", com certeza com o seu voto contra.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 10.03.2011 às 13:08

Populismo, inveja social, mesquinhez, é o que lhe chamarão alguns. Eu estou contigo, Ana. Trata-se de uma questão moral e as questões morais não devem ser exclusivo nem da direita nem da esquerda.
Esteve muito bem o Miguel Portas.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 13:18

É o que acho, Teresa. E aplaudiria da mesma forma qualquer outro que dissesse o que ele disse. A moral e a ética são transversais aos partidos políticos.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 10.03.2011 às 13:26

Acabamos de ouvir o ministro dos assuntos sociais do futuro governo do Bloco de Esquerda. Mas vindo de quem vem, não passa de demagogia barata.
Como o camarada dele Rui Tavares que doa parte do ordenado para bolsas de estudo, mas não se esqueceu de escrever isso no jornal.
E no dia 12 lá estarão eles a descer a Avenida. Mas quantos empregos é que eles já criaram? É dificil explicar aos desempregados que o facto de BE+PCP terem quase 20% dos votos neste pobre país,(caso unico no mundo democratico), é uma das razões porque Portugal tem 700 mil desempregados dos quais metade com menos de 40 anos. Quem é que faz investimentos e cria postos de trabalho num país assim?
Tambem acho curioso que uma das palavras de ordem da manif do dia 12, seja contra a precaridade no emprego que a maioria deles não tem.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 15:59

Alexandre, não vai haverá um futuro governo do Bloco de Esquerda. Pelo menos quanto a isso, penso que pode ficar descansado (e eu também, pode crer).
Quanto à manifestação, já me desiludiu a colagem dos partidos políticos, e para esse peditório não dou. Apesar de tudo, continuo a achar muito positivo que alguma coisa tenha feito esta "geração à rasca" levantar o rabo do sofá de casa dos pais e vir para a rua. E a verdade é que eles não têm emprego, ou têm um simulacro de emprego que não passa de trabalho precário e mal pago (ou nem sequer pago).
Dito tudo isto, é exactamente por vir de quem vêm (não do BE, entenda-se, mas do Miguel Portas) que eu sei que estas palavras não são demagogia barata.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 15:59

"não vai haver"
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 10.03.2011 às 16:02

Alexandre, não vai haver um futuro governo do Bloco de Esquerda. Pelo menos quanto a isso, penso que pode ficar descansado (e eu também, pode crer).
Quanto à manifestação, já me desiludiu a colagem dos partidos políticos, e para esse peditório não dou. Apesar de tudo, continuo a achar muito positivo que alguma coisa tenha feito esta "geração à rasca" levantar o rabo do sofá de casa dos pais e vir para a rua. E a verdade é que eles não têm emprego, ou têm um simulacro de emprego que não passa de trabalho precário e mal pago (ou nem sequer pago).
Dito tudo isto, é exactamente por virem de quem vêm (não do BE, entenda-se, mas do Miguel Portas) que eu sei que estas palavras não são demagogia barata.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 10.03.2011 às 17:40

É claro Ana, que não haverá um governo do BE em Portugal; a loucura geral ainda não chegou aí.
Novos empregos criam-se com o desenvolvimento da economia, e o tempo dos empregos para a vida acabou. Eu compreendo muito bem as frustrações desses muitos milhares de jovens que passaram anos a sonhar com um bom emprego após terminarem os estudos, e o melhor que conseguem arranjar é uma caixa de supermercado ou um call center. Mas eles têm de se virar, e afirmarem-se pelos seus meritos e competencias. E não se deixarem manipular por quem chora lágrimas de crocodilo, mas não tenciona fazer nada para os ajudar. Afinal estas crises são as "muddy waters" onde a extrema esquerda gosta de chafurdar.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D