Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Continuam a serem...

por João Carvalho, em 08.03.09

«Elas continuam a ganhar menos do que eles e a serem agredidas dentro da própria casa, mas hoje estão mais protegidas e têm mais consciência dos seus direitos.»

(Lead in Público Última Hora)

Autoria e outros dados (tags, etc)


23 comentários

Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 08.03.2009 às 15:06

Escapou-me inicialmente essa facada na boa sintaxe. O que seria do Mundo sem a bloga.

Abraço, caríssimo!
Sem imagem de perfil

De mfm a 08.03.2009 às 15:58

Estão mais protegidas sim ... , desde começaram a aprender artes marciais .

mfm
Sem imagem de perfil

De mfm a 08.03.2009 às 17:20

Rectificação: ..., desde que começaram a ....

mfm
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.03.2009 às 17:26

Certo.
Abraço retribuído com gosto.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2009 às 16:00

Campanha negra de Sócrates na revista norte-americana New Scientist

http://trocaopasso.wordpress.com/2009/03/08/campanha-negra-de-socrates-na-revista-new-scientist/

LOL

;)
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 08.03.2009 às 21:00

Pois é. Eles andem aí...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.03.2009 às 21:14

Andem e não querem saberem!
Sem imagem de perfil

De António Manuel Venda a 08.03.2009 às 23:46

João, em tempos escrevi um texto sobre o romance «O Codex 632», para uma revista. Copio um excerto do que escrevi: «É irritante a sucessão de erros gramaticais do tipo 'eles conseguiram irem', em vez do óbvio 'eles conseguiram ir' (este exemplo é inventado, mas existem várias construções do género ao longo do livro).»
Lembro-me de que na altura, nesse livro, foi a primeira vez que vi uma construção assim, ainda por cima repetida não sei quantas vezes. Agora, pelos seus posts aqui, vejo que esta asneira é frequente. Só não consigo perceber como é possível dizer ou escrever asneiras assim sem que ao próprio autor não pareça estranho, absolutamente sem sentido.
Sem imagem de perfil

De António Manuel Venda a 08.03.2009 às 23:50

corrijo, sem que ao próprio autor pareça estranho (coloquei um «não» a mais)
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 08.03.2009 às 23:54

Alguns nunca aprenderam a escrever. Outros - como irá verificando - vão começando a dar (a darem? :-)quando a idade avança. Eu estou no segundo caso... E, olhe, já nem me preocupo muito
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.03.2009 às 23:58

Por qualquer razão incrível, entre cada vez mais asneiras, o infinitivo dos verbos parece que desapareceu e ninguém sabe o que é o sujeito.
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 09.03.2009 às 00:24

A propósito, João: deve dizer-se "um milhão e meio de portugueses prefere as boas notícias", ou "um milhão e meio de portugueses preferem..."?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.03.2009 às 01:52

Preferem, Joaquim. Um prefere, dois preferem... uma dezena preferem... um milhão preferem...
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 09.03.2009 às 01:55

E, então, se for: «um grupo de portugueses foi (ou foram?) apanhados por um tornado»
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.03.2009 às 02:51

Um grupo, não importa de quê ou quem, foi. Milhão é um número; grupo é uma unidade.
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 10.03.2009 às 02:13

Esclarecido. Obrigado. A jurisprudência dos professores catedráticos na matéria divide-se.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 10.03.2009 às 02:28

Eu sei, mas tem de existir uma linha coerente determinante. Uma língua - a ferramenta essencial da expressão, da comunicação - não se compadece com discussões académicas: tem de assentar em princípios conclusivos.
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 10.03.2009 às 02:31

Tens razão, mas a confusão é imensa. E não há acordo ortográfico que lhe valha.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 10.03.2009 às 02:39

Agora, apenas exemplos.

1. Dez, cem, mil, um milhão: mais do que um; muitos. Ex.: 999 mil pessoas manifestaram-se; um milhão de pessoas manifestaram-se. Não é possível passar a singular o plural a que ainda se acrescentou mais uma unidade.

2. Um grupo é uma unidade: um partido, um grupo coral. Grupo, agrupamento, etc. indicam coesão, unidade. Ex.: os socialistas foram a eleições; o PS foi a eleições; a minha família foi votar; as pessoas votaram; o pessoal votou...
Sem imagem de perfil

De Ana a 09.03.2009 às 03:06

Bem, as coisas que aqui se aprendem!!
Qualquer dia passo eu a vir tirar dúvidas que por ora não me lembro de nenhuma :)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.03.2009 às 09:51

Se calhar, nunca tem dúvidas e raramente se engana... Hehehe...
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 09.03.2009 às 17:28

Só podia mesmo "serem" mais uma das notícias daquela «Última hora», fatídica, que nós bem sabemos... Só não entendo, então, como é que elas (não) estão a "ganharem" menos do que eles...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.03.2009 às 18:13

Andem lá perto. Isto é, andem por aí...

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D