Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tavira, a minha terra

por Pedro Correia, em 06.03.09

 

Há cidades e vilas portuguesas onde me sinto sempre bem. Viana do Castelo, por exemplo, que há muito pertence ao meu roteiro afectivo. O Fundão, Castelo Branco e Coimbra, onde tenho as minhas raízes mais fundas. Mas também Chaves, Torre de Moncorvo, Amarante, Vila do Conde, Guimarães, Figueira da Foz, Tomar, Óbidos, Sintra, Castelo de Vide, Marvão, Évora, Alcácer do Sal, Mértola, Funchal, Horta.

E ainda Tavira, aonde regresso agora. Quase não se vê um turista: estamos ainda na 'época baixa'. Mas esta cidadezinha é sempre acolhedora. Com os seus largos, os seus jardins, as suas encostas, as suas igrejas, o seu castelo. A "casa de pasto" que anuncia meias doses a 3,5 euros. A Vela 2, onde já comi algum do melhor peixe grelhado que guardo na memória. A livraria Quinito, onde passo sempre para me abastecer de livros - acabo de trazer de lá um de Juan José Millás (O Mundo), outro de Rosa Montero (Instruções para Salvar o Mundo). O cineteatro, onde ontem à noite vi um filme interessantíssimo: A Onda (Die Welle), do alemão Dennis Gansel. O mercado, o rio, a ponte, a magnífica pousada, a geladaria de sempre, os ninhos das andorinhas no edifício do tribunal, os rostos que já me parecem familiares.

Há aqui uma certa doçura de viver que cada vez encontro menos em qualquer outro lugar. É também por isso que venho a Tavira com tanta frequência: apetece-me chamar minha a uma terra como esta.


29 comentários

Sem imagem de perfil

De sofia a 07.03.2009 às 14:32

Fundão? Também faz parte da minha vida ou não tivesse lá quase toda a família a viver...
É uma pena que a cidade, a Gardunha e a Covilhã ainda sejam desconhcidas da maior parte das pessoas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 07.03.2009 às 20:09

Sério, Sofia? Às tantas ainda temos algum grau de parentesco. (agora fiquei curioso)
Não me importo que esta zona do País seja ainda tão desconhecida para muita gente. Evita afluência em excesso. Atenção que as cerejeiras estão a ficar em flor!
Sem imagem de perfil

De sofia a 07.03.2009 às 23:57

Bem... são de uma aldeia ali próxima, mas o concelho é esse. De qualquer forma conheço bem a cidade do Fundão. Até vivia na Rua da Cal, se pudesse. ;)

Ai, as cerejas... já tenho saudades. Temos duas ou três cerejeiras que nos presenteiam com umas magníficas cerejas, quando conseguimos chegar antes dos pássaros, claro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.03.2009 às 00:24

Rua da Cale... Tive um tio que foi lá comerciante muitos anos. Quando eu ia de férias ao Fundão, ficava fascinado com o interior daquela loja que me parecia enorme, com o cheiro a tecidos, com o antiquíssimo metro de madeira, com o enorme balcão, também em madeira antiga, talvez de cerejeira. Isso é que é sorte, Sofia: gostava também de ter um quintal com cerejeiras, arvore de que sempre gostei muito, com as suas folhas estreitas e compridas.
Sem imagem de perfil

De sofia a 08.03.2009 às 00:35

Sim, rua da Cale. Não é bem um quintal... É um terreno com vinhas e oliveiras e sei lá que mais.
Veja aqui, se quiser: http://pinkladyphotoblog.blogspot.com/search/label/apanha%20da%20azeitona

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.03.2009 às 00:41

Mais sortuda ainda... Eu contentava-me com um quintal grande.
(vou espreitar)

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D