Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Indignações selectivas

por Adolfo Mesquita Nunes, em 25.01.11

A Ministra da Educação diz que é indigno usar crianças em protesto. A participação das crianças no protesto é «indigna, acima de tudo, porque se utilizaram crianças, o que é o exemplo do que não se deve fazer nunca quando o objectivo é a educação», diz a Ministra. Supõe-se que a indignidade a que se refere a Ministra esteja relacionada com a gratuitidade da participação das crianças, já que, se bem me recordo, o Governo Socialista nada tem contra a contratação de crianças como figurantes em apresentações de planos tecnológicos e outras coisas que tais...

 


13 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 25.01.2011 às 18:32

Boa malha, Adolfo. Muito bem.
Imagem de perfil

De Adolfo Mesquita Nunes a 25.01.2011 às 18:39

mas ninguém lhe fez esta pergunta? permite-se que uma Ministra diga uma coisa destas sem a confrontar com este e outros factos? é isso que mais me impressiona...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 26.01.2011 às 09:58

Podes dizê-lo. Há muito que fico embasbacado ao ver que todos ouvem o que eles têm para debitar e ninguém lhes pergunta depois o que toda a gente perguntaria.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 25.01.2011 às 19:22

Eu como nunca contratei crianças posso então falar e desta vez concordo com a Ministra, Adolfo. Usar as crianças é sempre mais fácil. Aqui perto até irão ter falta se não forem à manifestação convocada pelo colégio. Se isto não é instrumentalização da mais nojenta não sei o que é. Além de que não entendo por que razão o ensino privado tem de ser diferente. Se todos sofremos cortes, ensino público incluído, não deve haver excepções. Neste caso concreto que conheço, os professores fazem o trabalho dos funcionários, limpam salas, cortam fruta para o almoço, e no colégio têm muito poucas empregadas para não gastar dinheiro. Receberam do Estado 13 milhões de euros em 2007 ou 2008. Pagam uns seiscentos euros a cada professor e agora já despediram cerca de 26. Para onde vai o dinheiro?
Imagem de perfil

De João Campos a 25.01.2011 às 20:30

Leonor, acho que neste ponto ambos têm razão. Tão vergonhosa é a utilização de crianças para manifestações (isso de terem faltas é absolutamente delirante!) como para propaganda governamental.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 25.01.2011 às 21:46

É claro que sim, mas lá porque o Governo pagou a uma agência para ter lá as crianças não implica que não seja igualmente errado que as crianças estejam a ser usadas pelos colégios.
Imagem de perfil

De Adolfo Mesquita Nunes a 26.01.2011 às 00:23

leonor , desconheço ao certo a idade e a densidade ideológica das crianças que participaram nestas manifestações assim como desconheço o que é torna este caso diferente de todos os outros que já assistimos em portugal , em que adolescentes participam, muitas vezes instrumentalizados outras não, em manifestações. o que me interessou realçar foi o double standard da ministra, destinado precisamente a evitar o assunto.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

leonor , desconheço ao certo a idade e a densidade ideológica das crianças que participaram nestas manifestações assim como desconheço o que é torna este caso diferente de todos os outros que já assistimos em portugal , em que adolescentes participam, muitas vezes instrumentalizados outras não, em manifestações. o que me interessou realçar foi o double standard da ministra, destinado precisamente a evitar o assunto. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>bjs</A> !
Imagem de perfil

De João Pedro a 26.01.2011 às 01:58

Neste caso tem desculpa: na propaganda governamental com crianças, Isabel Alçada ainda não estava no governo (isso aconteceu com Lurdes Rodrigues), por isso julgo que ela tem moral suficiente para protestar daquela forma.
Imagem de perfil

De Adolfo Mesquita Nunes a 26.01.2011 às 09:43

Maria de Lurdes Rodrigues e José Sócrates são por isso, aos olhos de Isabel Alçada, indignos?
Imagem de perfil

De João Pedro a 26.01.2011 às 14:33

Quem sabe...há coisas que os titulares de um cargo têm por vezes de calar, mesmo que o não digam. Acho é que essa atitude seria indigna se viesse dessas duas personagens.
Sem imagem de perfil

De torcato a 25.01.2011 às 20:02

Adolfo: exactamente.
Esta gente tem memória curta. Curtíssima. Má-fé: quando perante algo que os contraria , lá aparecem com a niquice pós-moderna do é feio isto , é feio aquilo... B. D. M..
Sem imagem de perfil

De Zé Maria Brito, sj a 25.01.2011 às 23:24

1º A maioria dos alunos que se manifestam mais do que crianças são adolescentes.

2º Independentemente disso, não consigo entender qual é o problema de alunos do 5º e 6º ano (10 e 11 anos) acompanharem o seus pais na defesa da sua escola. Do mesmo modo que não me indigno se eles participarem em comícios, festejarem o 25 de Abril ou visitarem um museu acompanhados pelos seus pais. Participar com os pais numa manifestação pode perfeitamente fazer parte dos crescimento numa dimensão cívica que me parece importante. Estas crianças não são 'arrebanhadas' pelos Colégios, são os pais que se têm manifestados e as levam com eles.

3º A Ministra está claramente a manipular a informação com essas e outras afirmações.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 26.01.2011 às 08:06

Situações diferentes, como é óbvio.
Como é diferente colocar uma criança a trabalhar numa fábrica (trabalho infantil) e colocar a mesma criança a desfilar num palco em roupa interior (estrelato).

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D