Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Alinhados com a ditadura castrista

por Pedro Correia, em 22.10.10

 

 

Um indivíduo isolado, disposto a levar uma greve de fome às últimas consequências, conseguiu o maior sinal de abertura da ditadura cubana do último meio século, levando à libertação de algumas dezenas de presos políticos. Esse indivíduo, o cubano Guillermo Fariñas, acaba de ser justamente distinguido com o Prémio Sakharov, anualmente atribuído pelo Parlamento Europeu. Na Assembleia da República, os grupos parlamentares aprovaram hoje um voto de congratulação por esta escolha. Todos? Todos não: o PCP e o seu apêndice verde estiveram não ao lado do resistente Fariñas mas da ditadura castrista. Espantosa justificação invocada num partido que se diz internacionalista: o Prémio Sakharov é um "instrumento político de intervenção e ingerência".

Como se um prémio com estas características não tivesse precisamente a obrigação de consumar o direito à justa ingerência da comunidade internacional em regimes que escravizam os seus povos. Como se na galeria de vencedores deste prémio não figurassem personalidades e organizações que justificam, só por si, este direito. Refiro-me a Nelson Mandela, Aleksandr Dubček, Aung San Suu Kyi, as Mães da Praça de Maio, Taslima Nasrin, Ibrahim Rugova, Xanana Gusmão, os Repórteres Sem Fronteiras e a própria Organização das Nações Unidas. Por vontade do PCP e do seu apêndice, o prémio iria antes para a família Castro.

 

Imagem: alguns dos galardoados, desde 1988, com o Prémio Sakharov.

Autoria e outros dados (tags, etc)


47 comentários

Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 00:23

Falta um prémio a Farinas.
"Os nacionalistas irlandeses assinalaram ontem os 25 anos da morte de Bobby Sands, a 5 de Maio de 1981, após 66 dias de greve de fome na prisão de Maze."

Este nacionalista irlandês faleceu ao fim de 66 dias de greve de fome, e ao que me consta não recebeu qualquer prémio pela luta para a liberdade do seu povo, este outro cubano que conseguiu estar 135 dias em greve da fome, foi agora agraciado com o prémio Sakharov pelo Parlamento Europeu.

Uma duvida me fica como é que um país de amplas liberdades como a Inglaterra deixou morrer um dissidente em 66 dias e a ditadura cubana não deixou morrer este dissidente agora premiado?
Estes cubanos são uns criminosos.
Já agora constato que no Livro Guiness dos recordes. consta que um irlandês da (Irlanda do Norte) que morreu após ficar 66 dias em greve de fome. ... mas Jesus Cristo ficou 40 dias sem comer, andando pelo deserto. ...
A Guillermo Farinas ainda não lhe foi atribuído o record do Guiness, mais uma injustiça.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.10.2010 às 00:33

No 'Guinness' lá está Fidel Castro, como o ditador que permaneceu mais tempo no poder no século XX, já com prolongamento no século XXI. Agrada-lhe este reconhecimento público de tão eminente estadista?
Entretanto, não se faça esquecido: Fariñas não morreu, felizmente, mas em Fevereiro deste ano morreu outro preso político cubano, Orlando Zapata. Basta um homem morrer nestas circunstâncias para já ser de mais.
Sem imagem de perfil

De artur mendes a 23.10.2010 às 12:24

Simplesmente... porque à data da morte de Bobby Sands , não existia essse prémio... e l e m e n t a r .. e e de lamentar o seu descabido comentário!!!
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 23.10.2010 às 12:03

O PCP é um caso perdido, Pedro.
Não vale a pena.
Os meus familiares, e amigos, que são militantes do partido, "porque sempre foram e sempre serão", já me fizeram perceber há muito tempo que os comunistas portugueses, e os sucedâneos, constituem um grupo que anda muito perto do irracional.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 13:52

Felizmente que existem pessoas como tu cúmplices da situação actual, extremamente racionais e lúcidas, mas que o seu horizonte visual não vai além do seu umbigo.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.10.2010 às 21:30

Há dias li uma declaração do candidato presidencial 'Chico' Lopes em que diz esperar que a China não se torne capitalista. Os camaradas andam mesmo de olhos fechados. A China é hoje o paraíso de todos os 'Chicago boys' que fizeram o tirocínio no Chile do Pinochet: capitalismo com ditadura, grande 'cocktail'.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 24.10.2010 às 03:12

Será preciso acrescentar algo mais?
E este nem é meu familiar ou amigo!
Racicínio muito simples - quem não comigo, está "contramigo".
Passe bem.
Sem imagem de perfil

De matarratos a 23.10.2010 às 12:34

Sr. jojo ratasana:

Fique V. Ecia a saber que : - Boby Sands faleceu em 1981... e o Premio Sakhorov foi instituido em 1985... logo... V.Excia meteu a "rata" na poça!!!
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 13:49

Mata ratos.
Não entendeste nada do meu comentário.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.10.2010 às 21:45

Nem ele nem ninguém. Porque o facto é que nunca dará para entender, a menos que se esteja nas fileiras da cassete mental metida a martelo.
Sem imagem de perfil

De victor a 23.10.2010 às 14:47

The Sakharov Prize for Freedom of Thought, named after Soviet scientist and dissident Andrei Sakharov, was established in December 1988 by the European Parliament as a means to honour individuals or organizations who had dedicated their lives to the defence of human rights and freedom of thought.[1]

http://en.wikipedia.org/wiki/Sakharov_Prize

Não custa muito informar-se antes...

Sem imagem de perfil

De victor a 23.10.2010 às 14:50

O meu comentário anterior pretende apenas reforçar o seu, corrigindo a data de 1985 para 1988. A resposta naturalmente era ao sr. jojoratasana.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.10.2010 às 21:31

Entendi perfeitamente e agradeço o seu contributo, apesar de ter enervado substancialmente o sr. J. Ratazana.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 13:47

O Farinas não morreu porque não fez greve de fome.
Tudo o resto são mentiras.
Pergunte a qualquer médico se isto não é verdade.
Tudo o resto é propaganda barata.
É isto que eu pretendo realçar no meu post.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.10.2010 às 21:32

Obrigado por ter esmiuçado. Eu, pessoalmente, não tinha percebido.
Sem imagem de perfil

De singularis alentejanus a 23.10.2010 às 19:39

Não vale a pena perder tempo com certas pessoas. Estão ainda no século XIX, e daí não sairão nunca por mais evidente que seja a realidade actual.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.10.2010 às 21:32

Para essas pessoas, ditadura = democracia. Desde que o ditador seja do partido delas.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 21:56

É engraçado que uma pessoa como o senhor sofra do mesmo mal da grande maioria do povo português, a sua linha ideológica não lhe permite admitir que Guilhermo Farinas não fez uma greve de fome?
Ou então assistimos a outra afronta a Farinas além de não estar no guiness, o papa também está em falta pois só um milagre podia permitir que ele estivesse tanto tempo sem comer, e nesse caso é um santo.

Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 22:01

Sr. João Carvalho realmente o senhor tem uma inteligência muito elaborada.
Peço desculpa pelo trabalho dado aos seus neurónios.
Passe bem não gosto de incomodar convencidos, que nunca tem duvidas e raramente se enganam.
jojoratazana por viver no meio de tantos ratos.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.10.2010 às 22:05

Está enganado, ó Jojó. O único trabalho que me daria seria a tentar entender o meio em que V. vive.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 22:13

Olhe é lamentável que nem um texto em português consiga entender.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.10.2010 às 22:18

V. não vem cá há muito, se não estaria farto de saber que eu tenho sérias dificuldades com a língua portuguesa, como por aqui toda a gente sabe.
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 23.10.2010 às 22:24

Guillermo Farinas realmente não deve ter feito greve de fome. Aquele ar super saudável que apresentava nas fotos deveu-se,certamente, à mais recente dieta herbalife ou coisa no género...
Imagem de perfil

De jojoratazana a 23.10.2010 às 22:31

Oh meu amigo não queira fazer de mim parvo.
Há peditórios para os quais não dou.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.10.2010 às 10:04

Calculo. V. só dá para os alinhados.
Sem imagem de perfil

De matarratos a 24.10.2010 às 11:05

Caro Jojo ratazana:

A questão que deve pôr é bem simples:
Com greve de fome ou empatorrado de sopa da pedra...NÂO HÀ LIBERDADE EM CUBA... COMO NÃO HÁ NA CHINA e E MUITO MENOS NA COREIA DO NORTE!
Portanto... voces "comunas", não têm moral para falarem dos tarrafais e peniches...!- pequenissimas "estancias balneares" comparadas com esses imensos "gulagues".. O resto é coinversa...
Sem imagem de perfil

De rafael a 25.10.2010 às 14:09

considerar tarrafal ou peniche como estancias balneares é insultuoso para a memoria de todos aqueles que lá morreram ou foram torturados em nome da liberdade, independendemente do seu quadrante ideologico
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 14:20

Concordo consigo, Rafael. Certamente também achará obsceno que alguém qualifique da mesma forma as prisões de Boniato e Piñar del Rio, em Cuba.
Sem imagem de perfil

De rafael a 25.10.2010 às 15:38

claro que acho, desde que me aporte os relatos independentes que denunciem a tortura, trato humilhatorio ou assassinato. (já agora, a amnistia internacional nao faz alusao aos presidios cubanos no relatorio de 2009, mas critica os EUA e Espanha por tratamento humilhante e degrdante dos seus prisioneiros. E Espanha ainda por tortura de prisioneiros bascos...)
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 16:00

Se bem entendo o seu raciocínio, Rafael, você dá como provada a existência de tortura na democracia espanhola, mas não na ditadura cubana. É um critério algo insólito, mas terei de o aceitar.
Se quer testemunhos idóneos, isentos e credíveis, basta a Amnistia Internacional. Há dezenas de anos que esta prestigiada organização produz relatórios sobre Cuba, em relação aos quais em 2009 comprovou a existência de pelo menos 55 presos de consciência. Espero que lhe baste. A menos que prefira, para o efeito, os relatórios do Governo cubano.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 24.10.2010 às 13:16

Comentário desenhado.


"Este nacionalista irlandês faleceu ao fim de 66 dias de greve de fome, e ao que me consta não recebeu qualquer prémio pela luta para a liberdade do seu povo, este outro cubano que conseguiu estar 135 dias em greve da fome, foi agora agraciado com o prémio Sakharov pelo Parlamento Europeu."

Em que parte desta frase eu reivindico o prémio Sakharov para Bobby Sands?
Critico sim não lhe terem dado qualquer um dos prémios, dados a quem defende a liberdade do seu povo.

"Uma duvida me fica como é que um país de amplas liberdades como a Inglaterra deixou morrer um dissidente em 66 dias e a ditadura cubana não deixou amorrer este dissidente agora premiado?
Estes cubanos são uns criminosos."

A democracia Inglesa deixa morrer um grevista da fome em 66 dias.
Os criminosos cubanos não deixam morrer um grevista da fome que esteve 135 dias sem comer.
Nas democracias o grevista da fome é livre de morrer.
Nas ditaduras nem esse direito lhe dão.

"Já agora constato que no Livro Guiness dos recordes. consta que um irlandês da (Irlanda do Norte) que morreu após ficar 66 dias em greve de fome. ... mas Jesus Cristo ficou 40 dias sem comer, andando pelo deserto. ...
A Guillermo Farinas ainda não lhe foi atribuído o record do Guiness, mais uma injustiça"

135 dias em greve da fome e está vivo?
É recorde do guiness e mais do que isso é milagre.

E agora digam-me o que é que o PCP tem a ver por ainda não terem dado o Recorde e santificado Farinas?

135 dias sem comer?
Só contaram para você.

PS: não tenho grande jeito para o desenho.


Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.10.2010 às 17:48

Ao gozar com a morte de Orlando Zapata, na sequência de uma greve de fome, e com a greve de fome quase fatal de Fariñas você goza também com as greves de fome ocorridas em Portugal, antes do 25 de Abril, em prisões como Peniche e Caxias, de presos políticos encarcerados pela PIDE. Alinhar com os carcereiros, contra os encarcerados, é de uma insensibilidade brutal. Só porque são da sua cartilha ideológica.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 24.10.2010 às 19:40

Onde está o gozo com a morte de Orlando Zapata no meu texto?
E onde está o gozo com a greve de fome de Farinas, se ela não existiu.
E outra coisa não distingo regimes criminosos, tanto critico um criminoso cubano, como um americano ou inglês.
Não há criminosos bons ou maus, são simplesmente criminosos.
São como os hipócritas, são só hipócritas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 10:37

Vou tentar condensar o seu pensamento político neste silogismo lógico:

Ditadura = democracia.
Jerónimo de Sousa = democracia.
Jerónimo de Sousa = ditadura.

Parece-lhe bem?
Imagem de perfil

De jojoratazana a 25.10.2010 às 11:54

Sr. Pedro Correia.
Quem o credencio para outorgar a qualquer cidadão português o rotulo de democrata ou de ditador?
Já agora qual o acto de ditador que aponta a Jerónimo de Sousa?
Como se classifica o senhor ao outorgar a outro o titulo de democrata ou ditador?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 13:24

Hum. Usei a sua premissa: ditadura e democracia, é tudo igual.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 25.10.2010 às 13:37

Em resumo, em nome da democracia todos os crimes são aceites?
Até as mentiras?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 14:19

Em democracia, há verdades e mentiras. Em ditadura, só há mentiras camufladas de "verdade".
Imagem de perfil

De jojoratazana a 25.10.2010 às 14:41

Aqui está em todo o seu esplendor, a teoria dos dois pesos e duas medidas.
Admiro a sua capacidade de poder afirmar que em ditadura, só existem mentiras.
Dou-lhe os meus parabéns assim a sua consciência, fica muito mais leve.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.10.2010 às 00:25

Obrigado. Tenho, de facto, dois pesos e duas medidas. Não ponho ditadura e democracia no mesmo saco.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 26.10.2010 às 00:58

Nota-se para si os crimes das democracias não existem.
E sabe porque porque fecha os olhos, e transforma-se naquilo que está sempre a criticar nos outros.
Isto é aquilo que na realidade o senhor é igual a mim sem qualquer moral para criticar seja quem for.
E continua a vender uma mentira sem qualquer pudor, de que houve um ser humano que esteve em greve de fome 135 dias, que credibilidade tem o senhor?
Sem imagem de perfil

De jorge rocha a 24.10.2010 às 22:27

O Pedro Correia é assim tão ingénuo, que julga Fariñas um impoluto combatente da liberdade? Quem estará por trás da campanha internacional, que tanto o incensa? Porque será que o prémio agora atribuído vem das bancadas da direita no Parlamento Europeu?
Somos parvos ou quê?
Ou quem se tenta enganar com este tipo de prémios?
O facto de Xanana lá figurar diz tudo: ou não fosse ele um colaboracionista do invasor indonésio depressa promovido a «herói» da liberdade timorense para, a seguir, tudo fazer para derrubar os verdadeiros heróis da resistência maubere da liderança do poder em Dili.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.10.2010 às 10:35

Fariñas, um homem que por meios pacíficos não pede sequer a queda da ditadura cubana mas apenas a libertação dos presos de consciência e o respeito pelos mais elementares direitos humanos em Cuba, não é um 'impoluto combatente da liberdade', segundo alega Jorge Rocha. Deduzo que, na sua perspectiva, 'impolutos combatentes da liberdade' são os irmãos Castro, que há 51 anos oprimem o povo cubano. Na mesma lógica orwelliana, «A mentira é a verdade», vem dizer-nos que Xanana, antigo preso político nos cárceres do ditador Suharto, era afinal um 'colaboracionista' indonésio, lançando lama sobre o líder timorense como faziam os esbirros da defunta polícia política de Jacarta. Tanto desvelo pelos carcereiros e tanto desprezo pelos encarcerados...

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D