Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A lista de Marques Mendes

por João Carvalho, em 08.10.10

«Marques Mendes apresentou uma longa lista de institutos, fundações e serviços do Estado que na sua opinião podem ser extintos ou alvo de fusões» e diz que a lista "pode ir ainda mais longe", porque não é exaustiva. O certo é que cada caso está fundamentado ("organismos inúteis ou com competências duplicadas e sobrepostas"), como pode ver-se aqui, mas parece provável que a lista possa estender-se muito, muito mais.

Nada consta sobre a escandaleira das empresas municipais que proliferam em todo o país, verdadeiros esconderijos do clientelismo e do endividamento, mas lá está a inevitável extinção dos 18 Governos Civis. O que é que falta para meter mãos à obra? A lista de Marques Mendes é serviço público e não podemos levar a sério quem continuar a ignorá-la.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De joão severino a 08.10.2010 às 16:38

O problema, caro João C (de carro... descapotável), é se da lista fazem parte organismos criados pelo próprio Marques Mendes...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 18:01

Bem-vindo é o filho pródigo. Nunca te esqueças.
Sem imagem de perfil

De Borges Ferreira a 08.10.2010 às 19:04

Isso não passa de uma "boca" infeliz. Venha uma provazinha, uma só, do que insinua.
Sem imagem de perfil

De joão severino a 08.10.2010 às 19:24

Ao Borges Ferreira
Não estou a insinuar nada. Apenas salientei que a coisa mais natural é que Marques Mendes que anda na política há anos, que foi ministro e líder do PSD, pudesse eventualmente ter criado algum organismo dos quais agora pede a extinção. E qual é o problema? Já não se pode dizer nada, é? O senhor prefere a censura ou uma ditadura palaciana?
Pois fique sabendo, que do conhecimento que tenho de Marques Mendes, é pessoa que não se melindraria com o meu comentário.
Realmente, há mais papistas que o Papa. Só que não vestem sotaina, vestem saias...
Sem imagem de perfil

De Borges Ferreira a 08.10.2010 às 20:39

Penso que, depois desta sua "resposta", estamos conversados. Passe bem!
Sem imagem de perfil

De anonimo a 08.10.2010 às 21:56

ó borges a ti nem te respondia
Sem imagem de perfil

De Rui Rocha a 08.10.2010 às 17:23

Mais PRACE e menos PECS?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 18:02

O PEC nem existe. É o PE. Crescimento é coisa que ficou pelo caminho.
Imagem de perfil

De João Campos a 08.10.2010 às 18:37

Eu acho que é mesmo só "P", já que é só no "pacto" (leia-se acordo do PSD) que o PS parece estar interessado. A estabilidade... logo se vê!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 18:46

És capaz de ter razão.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 08.10.2010 às 18:14

Não há nada como passarem à oposição para mostrarem serviço.
Sem prejuízo de se acabar com uma boa parte deles (e nisso estou plenamente de acordo), seria bom que Marques Mendes também esclarecesse quantos é que foram extintos nos governos do PSD e em relação a quantos pediu ele a extinção nessa altura.
Não me lembro de um único, mas também é verdade que a minha memória falha algumas vezes (involuntariamente).
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 18:47

Como em tudo, mais vale tarde do que nunca. E nesta altura nem se fala.
Sem imagem de perfil

De Carlos S. Campos a 08.10.2010 às 19:09

Pelos vistos, V. acha que a situação actual é a mesma do tempo em que MM esteve no Governo.
Isso é que é argúcia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.10.2010 às 18:53

Lista grande, a de Marques Mendes.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 20:40

Grande Marques Mendes (acho eu).
Sem imagem de perfil

De Alberto Matos a 08.10.2010 às 19:01

Falta na lista a extinção da inútil ERC, por razões de elementar higiene.
Além de ser uma poupança de largos milhões, tratar-se-ia de um excelente serviço à liberdade da informação.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 20:41

É uma lista assumidamente incompleta, claro.
Sem imagem de perfil

De toulixado a 08.10.2010 às 19:27

Bom mesmo era dizer-nos também a data de criação de cada um...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 20:41

Bom mesmo era não perder tempo com detalhes.
Sem imagem de perfil

De IsabelPS a 08.10.2010 às 20:09

A toxicodependência gerida a nivel dos Centros de Saude? Deve estar a brincar.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 20:43

Quem está a brincar são os que perdem tempo à procura da árvore a fazer de conta que não há uma floresta. Capice?
Sem imagem de perfil

De IsabelPs a 08.10.2010 às 21:19

Ô! Já não se pode dizer nada???

Eu até acho a coisa mais acertada que ouvi a propósito de cortes na despesa: toda a gente fala da gordura do Estado mas ninguém diz nada em concreto, e esta lista tem esse enorme mérito, ser concreta. Mas este particular ponto parece-me tão mal pensado que me dá um certo desconforto em relação às instituições sobre as quais não sei nada e portanto não tenho opinião.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.10.2010 às 22:03

Entendo-a, mas não sei grande coisa sobre o assunto para avaliar do acerto. Porém, estou menos preocupado com os pormenores do que com o todo. E peço-lhe desculpa pela reacção, mas acredite que não desabrida - foi mais um desabafo.
Sem imagem de perfil

De IsabelPS a 09.10.2010 às 18:07

Eu também não sei grande coisa, só aquilo que leio na imprensa estrangeira ;-) Se não fosse um estudo americano que saiu o ano passado sobre a forma inovadora como Portugal lida com a droga e a toxicodependência, ainda estava convencida de que tínhamos descriminalizado as drogas leves e continuava a ignorar que somos o único país que descriminalizou o consumo de TODAS as drogas (embora vários estejam neste momento a estudar a nossa experiência e a considerar imitar-nos). Duvido muito que os Centros de Saúde tenham as valências necessárias, possam englobar as comissões de dissuasão, etc.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.10.2010 às 19:37

Tenho de admitir o mesmo. Parece duvidoso.
Sem imagem de perfil

De SeaKo a 08.10.2010 às 21:59

Engraçado é ter que ser Marques Mendes a fazer essa lista (apesar da superficialidade com que a fundamenta) e não algum dos 87 (?) deputados do PSD...

Se calhar a direcção do partido não os autoriza a mexer nos tachos futuros...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.10.2010 às 19:38

Também acho: se calhar não.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D