Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O longo ocaso de Queiroz

por Pedro Correia, em 02.10.10

Deco "apresentou-se no estágio do Mundial de forma miserável". A acusação, mais que tardia, vem da boca do ex-seleccionador nacional, Carlos Queiroz. O que diz muito do seu carácter - e também da sua incapacidade de liderança. Se Deco estava assim, compreende-se muito mal que tenha permanecido no estágio da selecção, que tenha viajado para a África do Sul e que tenha até alinhado a 15 de Junho como titular no primeiro jogo, contra a Costa de Marfim. Pior ainda: depois do fracasso nos relvados sul-africanos, Queiroz afirma agora que Portugal "não merece ganhar um Campeonato do Mundo" de futebol. Eu suspeitei disso mesmo em 2008, quando Gilberto Madaíl escolheu o ex-adjunto do United para treinador principal da nossa selecção. Muito antes deste seu longo ocaso, lamentável a qualquer título.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De ze luis a 02.10.2010 às 23:50

Caro Pedro, Queiroz foi respeitoso demais com certos jogadores. Aqueles que mais "respeitou" desiludiram-no, pior atraiçoaram-no.

Hoje, sim, podemos atirar a Queiroz essa coisa de não ter mandado para trás o Deco que gostaríamos de ver como nº 10. INfelizmente, para mim desde a qualificação que arrastava os pés.

O jogo com Moçambique, já em Joanesburgo, enganou toda a gente, até Danny (que fez então dois golos, salvo erro) agarrou a titularidade.

Deco foi um "10" sem o 1 e o CR7 foi CR0 também.

Com tropa fandanga assim, certo que a culpa pode ser do General. Mas não se poupem os "cabos". E, como diz Queiroz, agora se percebe como tudo foi um cabo dos trabalhos e não o da Boa Esperança.

Não é com jogadores assim que se ganha alguma coisa.

Veremos o que voltam eles a ganhar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.10.2010 às 00:14

Meu caro, você diz quase tudo com essa frase certeira: "com tropa fandanga assim, a culpa só pode ser do general."
Sem imagem de perfil

De ze luis a 04.10.2010 às 10:42

Eu não escrevi "só pode ser", digo que "pode ser", pelo que não estou convencido. Porque para essa tropa, há que ver o recrutamento e esse não era, nem é, "famoso", não há muito por onde escolher e a recente convocatória de Paulo Bento comprova-o.

É favor cair na realidade e ter um pouco mais de profundidade de pensamento nas coisas da bola. Eu aceito que tal seja difícil, mas o Pedro tem capacidade para isso.

Abraço
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.10.2010 às 22:38

Abraço retribuído, com desportivismo.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 03.10.2010 às 00:04

Ora aí está uma palavra de que gosto muito: ocaso. Brevemente mostrarei mais 99, uma de cada vez, pois claro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 03.10.2010 às 00:13

Também gosto muito da palavra ocaso, Leonor. Acho-a até demasiado elegante como alusão a Queiroz - mas apeteceu-me escrevê-la, o que já há muito não sucedia.
Excelente ideia, a tua.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 03.10.2010 às 08:06

Este tipo pegou na Selecção A a pensar que podia lidar com adultos, no século XXI, da mesma forma que lidava com putos nos anos 80 do século passado.
Não quero ser deselegante e escrever algo pior.
Sinceramente, espero que desapareça de vez do panorama do futebol português.
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 03.10.2010 às 20:01

Pois é! O burro não é Scolari ( que foi seleccionador para um campeonato feito para Portugal ganhar....e ganhou! 2 derrotas com a Grécia, que foi creio caso inédito no futebol europeu, perder o jogo de abertura e a final com a mesma equipa ). O burro é Sir Alex Ferguson ! Descobri agora, mais vale tarde que nunca!!!!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.10.2010 às 00:43

Tenha lá paciência, Zé Parafuso: comparar o trabalho do Scolari na selecção com o do seu sucessor é o mesmo que comparar uma obra-prima de mestre com a prima do mestre de obras.
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 05.10.2010 às 13:51

Olhe que não Pedro, olhe que não. Mesmo podendo a prima do mestre de obras ser boa como o milho. O que Scolari fez, não lhe tirando valor, foi perder um campeonato feito para ele ganhar. Ganhou? Queiroz também não, sem ser um campeonato feito para Portugal ganhar. Passamos a fase de apuramento com muitas dificuldades? Scolari nem disso necessitou.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 04.10.2010 às 02:43

O seu comentário é curioso.
Faz-me lembrar o slogan de campanha do Manuel João Vieira - "Nós estamos mal, mas a Guiné está muito pior".
Scolari era incompetente.
O único mérito que teve foi unir o país à volta da Selecção.
Queiroz é um bocadinho menos incompetente.
E é um bocadinho menos incompetente porque Alex Ferguson o escolheu para número 2.
Por isso, já devemos ficar contentes.
É essa a sua lógica?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.10.2010 às 22:39

Essa frase do Manuel João Vieira está cada vez menos actual...
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 05.10.2010 às 14:28

Não a minha lógica não é essa. A lógica é o que é Nacional é bom! Sem duvidas nenhumas, aquilo que me entristece e provavelmente a si agrada, é que o reconhecimento do bom que por cá temos é reconhecido lá fora e cá..... é o que se vê. Não é Ferguson ter escolhido Queiroz para segundo que me leva a defendê-lo ( se bem que ele não necessite ) é o facto da sua lógica e muitas outras ser a de que Queiroz é um bom segundo. São pessoas assim, que na altura disseram cobras e lagartos de Vale e Azevedo quando foi buscar Mourinho ao Barcelona e hoje já dizem que Mourinho é o melhor treinador do mundo. Mourinho é o melhor enquanto ganhar, quando começar a perder quero ver qual será a sua opinião. Se calhar quando Queiroz foi campeão de mundo teceu-lhe os maiores elogios! Pimenta Machado ainda hoje tem razão quando, aqui há uns anos dizia que no futebol o que hoje é verdade, amanhã é mentira. Esta última frase é a definição da sua lógica.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 05.10.2010 às 16:52

Não se irrite, meu caro.
Temos opiniões diferentes, só isso.
Queiroz fez um bom trabalho com os garotos.
Isso é inegável.
A partir daí, o currículo dele é uma sucessão de despedimentos.
Isso também é inegável.
Só não foi despedido do cargo de treinador-adjunto do Manchester.
E, se não estou em erro, foi Damásio, e não Vale e Azevedo, quem foi buscar Mourinho.
Aí é que não há comparação possível.
Aproveito a deixa do Pedro - comparar a Estrada da Beira e a beira da estrada?

Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 05.10.2010 às 19:26

Não é irritação nenhuma, isto é constatação de um facto. Claro que temos opiniões diferentes, mas não digo que Scolari ou outro qualquer não presta, ambos sabemos que a parte mais fraca de qualquer equipa que perde é o treinador. Se se lembrar da geração de ouro de Portugal.....ganharam o quê? E para que conste, foi mesmo Vale e Azevedo que foi buscar Mourinho. E ainda para que conste, na altura os jornalistas desportivos diziam que tinha sido o maior erro de Azevedo, ( ir buscar um adjunto para treinar o Benfica ) passando para segundo plano a dispensa de João Vieira Pinto. Continuo a dizer que não é irritação nenhuma, são como muito bem diz diferenças de opinião e comparar a Estrada da Beira com a beira da estrada.....parece-me que a comparação não é a minha.
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 06.10.2010 às 02:39

Queiroz e Scolari, na minha opinião, são incompetentes.
Mourinho, um craque, um sobredotado.
Não há comparação possível.
Mas errei.
E reconheço o erro.
Efectivamente, foi Vale e Azevedo que foi buscar Mourinho a Espanha.
E foi Vilarinho que o mandou embora.
E andei eu estes anos todos a agradecer ao Damásio....
Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De macarvalho a 03.10.2010 às 08:45

Se Deco estava em forma miserável, não deveria ter sido sequer seleccionado, muito menos viajado até a África do Sul.
Todos nós o vimos também em forma miserável e aí questionamo-nos como pôde ter titular, uma escolha do seleccionador. Penso que não terá sido obrigado...
Agora, desilusão mesmo, é acreditarmos que estaria em forma e salvaria o jogo, quando apenas vemos uma atitude decepcionante ou um jogador invisível, que nos dá logo a ideia de que algo está mal.
Está pior ainda, se foi escolha do seleccionador.
Não temos melhor?
Ah, este campeonato, não merecíamos ganhar, nisso está certíssimo.
Estivemos quase, quase, em todos os outros em que o general era outro.
E todos vibramos, todos torcemos, o País parou e a alma transbordava. Desde 1966 que nada nos dava tantas alegrias.

Mas, é verdade, tudo começa mal quando os jogos de apuramento são lidos passo a passo, ficando ainda à mercê de derrapagens de terceiros. Nunca foram para ganhar.
E a culpa é de quem?
Sem imagem de perfil

De macarvalho a 03.10.2010 às 11:31

Acabei de publicar um comentário mais abaixo, que cabe perfeitamente aqui: "Um fraco rei faz fraca a forte gente".
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 04.10.2010 às 00:44

Pois faz. Na política e no futebol.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D