Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sinais

por Ana Sofia Couto, em 02.10.10

É, como diriam alguns comentadores, um sinal dos tempos. Na escola onde estou a dar aulas apareceram alunos que só agora, no 8.º ou no 9.º ano de escolaridade, conhecem o ensino público. Contaram-me que alguns pais mostraram grande preocupação quando souberam que numa turma haveria seis alunos a repetir o ano; o mesmo aconteceu quando, numa visita à escola, ninguém deu pelo “choque tecnológico” (não havia “quadro interactivo” e essas coisas). Os miúdos, pelo que tenho visto, estão a dar-se bem. No outro dia, um deles explicava a outro, mais velho, que a t-shirt que tinha era do Family Guy. E lá estava, em grande plano, o Stewie.


11 comentários

Imagem de perfil

De Alice Alfazema a 02.10.2010 às 19:32

Talvez seja mais o mundo real, que os sinais dos tempos, aos miúdos não lhes faz tanta confusão, quanto faz aos pais. Se vivêssemos todos no mundo real tudo seria mas fácil.
Alice
Imagem de perfil

De Ana Sofia Couto a 03.10.2010 às 10:18

Sim, Alice. É a entrada no mundo real...
Sem imagem de perfil

De bluesmile a 03.10.2010 às 00:04

Excelente notícia para esses alunos.
Podem finalmente sair do casulo dos privados e das notas compradas e aprender a sério.
Imagem de perfil

De Ana Sofia Couto a 03.10.2010 às 10:28

Como escrevi, até ao momento parece que se estão a dar bem.
Sobre as notas compradas, sei de privados em que, pelo contrário, existe um grande rigor (e seriedade) naquilo que se faz. Claro que há privados e privados, e há também o problema da selecção de alunos, mas isso é outra história:)
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 03.10.2010 às 15:21

Como muito bem dizes, Ana Sofia, há privados e privados. Há privados onde se trabalha bem e há privados onde se prendem os alunos até à última impedindo por vezes que tenham vaga para estudar na pública só para receberem o subsídio do Estado. Vergonhoso. Há privados onde os pais têm de bater o pé para conseguir que os filhos saiam e eles próprios ir buscar os documentos porque se querem ver livres daquele martírio o mais depressa possível. E há até privados que receberam a módica quantia de 13 milhões de euros num semestre em 2008. Claro que também há privados bons, acredito, tal como há escolas públicas boas e outras más.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 03.10.2010 às 16:17

Leonor Barros,
Estou convencido que a maior parte das escolas privadas são exigentes na qualidade do ensino que ministram , e que os alunos saem de lá mais bem preparadas do que os que frequentaram a maioria das escolas publicas. No entanto o que afirma no seu comentario é grave, e seria bom que no lugar de lançar suspeitas sobre as escolas privadas em geral, pusesse os nomes aos bois, e nos informasse em que escolas é que aconteceram esses factos, que eu não ponho aqui em duvida. Até para alertar pais menos bem informados.
Devo dizer que vivo numa cidade de provincia, tenho seis filhos, e todos frequentaram excelentes escolas publicas quer no primario, quer no secundario.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 03.10.2010 às 16:45

Colégios privados e escolas públicas são realidades muito diferentes e quando aparecem em comparação, geralmente, nos rankings, não aparcem factores que são determinantes no sucesso dos alunos. Uma coisa sei por experiência própria, além das condições e da protecção que os privados podem oferecer, as expectativas dos alunos são diferentes, consequentemente o sue comportamento também. Se leu bem o meu comentário, eu não lancei supseitas sobre as escolas privadas em geral, tive e tenho o cuidado de não generalizar. Acredito que há escolas privadas sérias e honestas obviamente. Em momento algum, eu disse todas as escolas privadas e salvarguardei sempre que não se deve generalizar nem catalogar. Se for ao link que deixei no meu outro comentário poderá confirmar que não são suspeitas que lanço, são realidades: o Colégio Miramar recebeu mais de 13 milhões de euros apenas num semestre em 2008. Quanto ao resto, não preciso de alertar, os pais sabem.
Folgo em saber que afinal o ensino público não é afinal tão mau como o querem fazer passar.
Imagem de perfil

De Ana Sofia Couto a 03.10.2010 às 17:18

"Claro que também há privados bons, ..., tal como há escolas públicas boas e outras más." É um facto, Leonor. No link que deixaste, para além dos valores em causa, chamou-me a atenção o comentário mais votado, em que se sugere que a distinção entre público e privado talvez não tenha muito sentido, tendo em conta o valor das verbas transferidas...
Sem imagem de perfil

De Levy a 03.10.2010 às 02:42

A Ana Sofia é colega :)

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D