Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Alguém falou em credibilidade?

por Pedro Correia, em 29.09.10

O (des)governo de José Sócrates acaba de anunciar o aumento do IVA de 21% para 23%. Há dois anos, com eleições quase à porta e a crise já a bater forte na Europa, o (des)governo de José Sócrates baixou o IVA de 21% para 20%. Em Maio deste ano, já sem eleições no horizonte, o (des)governo de José Sócrates voltou a aumentar o IVA de 20% para 21%.

Em 2009, ano eleitoral - eleições europeias, legislativas e autárquicas -, o (des)governo de José Sócrates aumentou em 2,9% os salários da função pública. A crise era indisfarçável, mas a demagogia eleitoral falou mais alto. Agora, o (des)governo de José Sócrates anuncia cortes até 10% dos salários da função pública.

Alguém falou em credibilidade aí ao fundo da sala?


10 comentários

Imagem de perfil

De Mr. Brown a 29.09.2010 às 21:39

E há o fundo de pensões da PT que como refere o Público "a medida é em tudo semelhante às realizadas pelos governos PSD no caso da Caixa Geral de Depósitos e da ANA". O que afirmou, na altura, o PS sobre essas operações?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.09.2010 às 23:52

Também me lembro. Na altura, o PS acusou o governo PSD/CDS de martelar as contas públicas.
Imagem de perfil

De jose-catarino a 29.09.2010 às 22:07

Creio que até palavras como credibilidade perderam já o significado, desgastadas pelo falajar constante dos nossos governantes. Tinha acabado de publicar este post
http://jose-catarino.blogspot.com/2010/09/relatorio-da-ocde.html
e, pouco depois, estava já desactualizado. Perdemos a independência nacional que ainda nos restava, a credibilidade externa, talvez, até, a vergonha... Sinceramente, preferia uma derrota com glória e não este esfumar lento daquilo que foi Portugal.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.09.2010 às 23:49

É verdade, José Catarino. O desempenho deste primeiro-ministro esvazia por completo certas palavras. Uma delas é precisamente esta - credibilidade.
Sem imagem de perfil

De Manuel Brás a 29.09.2010 às 22:12

Caro Pedro, permita-me acrescentar um parêntesis à questão pertinente/incisiva que coloca:

- Alguém falou em credibilidade (entenda-se, parasitária) aí ao fundo da sala?

Já agora, dou-lhe a minha resposta (em quadras, claro):

Numa sociedade lixada
por parasitagem tão fogosa,
essa peçonha fica fixada
de uma forma assaz fungosa.

Esses "parasitas" gastadores,
quais azémolas desembestadas,
são os símbolos reveladores
destas décadas tão enquistadas!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.09.2010 às 23:50

A 'parasitagem' anda cada vez mais 'fogosa', caro Manuel.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 29.09.2010 às 22:35

Claramente a factura destas brincadeiras a ser paga pelos mesmos de sempre.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.09.2010 às 23:51

Quanto a isso não resta a menor dúvida, Daniel.
Sem imagem de perfil

De Rui Rocha a 29.09.2010 às 22:51

Não me ocorre nenhum comentário que não seja em "bad, bad, portuguese"
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.09.2010 às 23:50

Very very bad.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D