Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aborto, alegorias e celebrações

por José Gomes André, em 18.07.10

No ano passado, realizaram-se em Portugal 17 380 abortos legais. Embora dentro do esperado, julgo que todos concordaremos que se trata de um número preocupante. Todos? Quer dizer, há algumas excepções. Por exemplo, a propósito do debate blogosférico suscitado por esta notícia, Fernanda Câncio confessa: "enfim, divirtam-se -- i know i'm having fun".  Esclarecedor.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 18.07.2010 às 07:44

Bem que eu desconfiava que as minúsculas da autora não são só as letras todas.
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 18.07.2010 às 19:32

Também tem letras no Banco? Não ! Não acredito!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 18.07.2010 às 20:17

Talvez não seja o caso, Zé. São mais certas minúsculas mentais que se reflectem em letras de forma.
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 18.07.2010 às 23:02

Ah! Fico mais esclarecido. Ministra com letras no Banco, não poderia haver pior sinal de governação. Agora minúsculas mentais.......não admira, até é normal. Já se sabe que não há cabeças pensadoras, neste governo que nos calhou em sorte. Bolas ! Até parece que estou a falar de touradas, sem ofensa para estas.
Sem imagem de perfil

De José Sejeiro Velho a 18.07.2010 às 09:55

Não faço ideia o que esse número representa. É grande? É pequeno? É maior ou menor do que quando eram clandestinos?
De qualquer modo é melhor que tenham sido legais (medicamente assistidos), do que ilegais (por abortadeiras de vão de escada.
Imagem de perfil

De José Gomes André a 18.07.2010 às 20:00

É melhor que tenham sido legais, claro. Não sabe se é um número grande? Tudo bem. A mim parece-me que sim...
Sem imagem de perfil

De José Sejeiro Velho a 19.07.2010 às 07:10

17380/365= 48/dia
Não sei quantas são as instituições autorizadas a fazer a IVG. 20? Se sim, são 2,4/dia/instituição
Não quantas mulheres estão em idade de engravidar. 2 000 000? Então 0.9% delas fez um aborto em 2009.
Estatisticamente é irrelevante. Só um preconceito religioso ou moral pode sentir que é muito ou pouco.
Mais importante mesmo, seria aferir a gravidade das sequelas físicas ou psicológicas deixadas por esses abortos, comparadas com as consequências para mães e filhos, se não tivessem sido feitos.
Sem imagem de perfil

De macarvalho a 18.07.2010 às 10:41

De facto!
Além de um texto irónico, o que já é preocupante, sem o menor sentido de humor e demonstrando uma total falta de sentimentos, a frase final é patética.
Totalmente imprópria de uma jornalista.
Sem imagem de perfil

De Rui Felício a 18.07.2010 às 11:09

Aqui está um post intelectualmente desonesto. "esclarecedor" de quê, a frase da FC? De que ela se diverte com os abortos? Mais vale dizê-lo logo directamente, José Gomes André.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 18.07.2010 às 16:42

Tem razão. O José Gomes André devia dizê-lo directamente. Terminando, por exemplo, com o termo «esclarecedor»...
Sem imagem de perfil

De macarvalho a 18.07.2010 às 20:44

Ipsis verbis ....
Imagem de perfil

De José Gomes André a 18.07.2010 às 20:02

Gosto sempre de discutir com quem me chama "intelectualmente desonesto"... Se quiser pensar um bocadinho talvez perceba que o que eu critico na FC não é ela divertir-se com os abortos (matéria sobre a qual nada sei), mas o facto de a FC achar que este debate é particularmente divertido. É tipo discutir mortes nas estradas e acidentes de aviação: eu é cá cada gargalhada...
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 18.07.2010 às 14:51

Não são mais 17 380 abortos que se fazem, Zé. São 17 380 abortos ilegais que não se fazem.
Imagem de perfil

De José Gomes André a 18.07.2010 às 20:03

Cara Teresa, eu não disse que eram 17380 abortos "mais" :) Limitei-me a dar a informação (que julgo estar nos resultados esperados), comentando que me parece ser um número alto (para o desejável). Agora dizer que este assunto é especialmente divertido é que não faz o meu género, como pelos vistos faz à Fernanda Câncio. Abraço!
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 19.07.2010 às 10:15

"comentando que me parece ser um número alto (para o desejável)"

Que número seria para si desejável (ou, digamos, tolerável)?

Esta conversa não faz sentido. Ou bem que se considera que o aborto é imoral, e então qualquer número de abortos, por mais baixo que seja, será indesejável, ou bem que não se considera o aborto imoral, e então qualquer número de abortos, por alto que seja, será tolerável. A minha é a segunda posição.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 19.07.2010 às 12:20

Por poucos que sejam, os abortos são sempre demais, portanto estamos de acordo, 17 380 é um número muito alto para o desejável. Não me parece que as palavras de F.C. sejam para ser levadas à letra, mas concordo que não foram muito felizes :)
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 19.07.2010 às 10:12

Eu sou uma exceção. Considero que o feto de dez semanas, embora sendo um ser humano, não deve ter a vida protegida por lei e que nada tem de imoral matá-lo. Se matar o feto não é imoral, que isso seja feito 2 vezes ou 20.000 é igual ao litro.

O aborto de um feto de 10 semanas não é imoral nem é censurável.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 19.07.2010 às 11:25

Ó Luís, que grande confusão a sua. Aquilo a que V. está a chamar moral, chama-se pastilha elástica.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D