Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ironia em acção...

por Paulo Gorjão, em 17.07.10

Vitalino Canas, um socialista conhecido pelas suas reflexões políticas e pelo valor acrescentado das suas intervenções no espaço público, acusa Pedro Passos Coelho de ter um "pensamento vazio".

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De 100anos a 17.07.2010 às 20:20

Ora, com aquele facies de resplandecente inteligência e aquele sorrisinho tipo corleone, do VC só se podem esperar pensamentos de uma rutilante profundidade e de uma agudeza próxima do genial.
Como é evidente.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 17.07.2010 às 21:05

Há muitos anos que o pensamento Vitalino Canas me faz encarar a vida de modo diferente. Normalmente, tento encará-la como se Canas não existisse. Mas ele logo volta para me lembrar que a vida não mudou.
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 17.07.2010 às 21:25

Sugiro reclamação ao provedor do trabalho temporário...
Sem imagem de perfil

De Luís Pedro a 18.07.2010 às 07:34

O Passos Coelho é uma fraude e é preciso que isso não continue a passar em claro. Num momento em que o país se bate com problemas seríssimos, o desemprego, a crise financeira internacional, as dúvidas sobre a retoma económica, portuguesa, europeia e mundial, a necessidade de reequilibrar as contas públicas, num momento tão sério assim, dizia, porque razão PPC vem com esta lenga-lenga da revisão constitucional? A razão só pode ser uma: esconder a agenda ultraliberal que tem para aplicar caso chegue ao poder.
- Esconder os cortes de salários na função pública
- Esconder a revisão da legislação laboral para facilitar os despedimentos sem indemnização
- Esconder que quer fazer da saúde um área de negócio, e evitar ter de identificar quais os serviços que o SNS vai deixar de prestar, passando a ser assegurados pelos privados
- Esconder o preço estimado que esses serviços terão no sector privado e o nível de comparticipação que o estado assegurará, e com que critérios
- Esconder a amputação e/ou o anquilosamento da escola pública, abrindo mais uma área de negócio aos privados
- Esconder o montante dos fundos públicos a desviar para instituições de ensino privadas a título de subsídios e comparticipações pelos serviços que a escola pública deixaria de assegurar
- Esconder quanto os portugueses teriam de pagar para continuarem a usufruir no privado de serviços que agora beneficiam nos serviços públicos de saúde e ensino
- Esconder quanto custaria à Segurança Social a privatização parcial da mesma, com o desvio para fundos privados dos descontos provenientes dos grandes contribuintes
- Esconder o quanto o estado português teria de se endividar (logo agora...) para recapitalizar a segurança social se aquele passo vier a ser dado
Imagem de perfil

De João Carvalho a 18.07.2010 às 07:55

Um dos problemas «seríssimos» que temos (talvez à cabeça da lista) tem nome e é primeiro-ministro. Além disso, é secretário-geral de um partido que quer igualmente uma revisão constitucional. Ora, no que respeita às iniciativas políticas deste, temos conversado.
Está a chegar a altura de dizermos: Next!
Sem imagem de perfil

De Francisco a 18.07.2010 às 13:27

Por mais que Passos Coelho engane e manipule (concordo que ele não é mesmo flor que se cheire), o seu nível de aldrabice e de agendas ocultas aparenta ser uma 100 ou 1000 vezes inferior às aldrabices e agendas ocultas do PS de Sócrates e Vitalino.
Já quase toda a gente compreendeu isso.
Menos uns quantos irredutíveis da blogosfera, acantonados na sua aldeia gaulesa.
Amordacem o bardo Vitalino antes que toda a gente comece a sentir náuseas.
É uma questão de saúde pública.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 18.07.2010 às 16:48

Concordo. É uma questão de profilaxia.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D