Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre Cristiano Ronaldo

por Pedro Correia, em 30.06.10

Tudo de essencial dito na primeira frase. Bom jornalismo é assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2010 às 21:02

Bem feito.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 30.06.2010 às 22:09

Prova o artigo em questão, que os Americanos continuam sem saber o que é o futebol, apesar de terem milhões de praticantes.

Não terá feito nada de muito positivo no Mundial, mas Ronaldo já provou que é um grande jogador, isto quando devidamente orientado, algo que não acontece nesta Selecção Nacional.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 30.06.2010 às 23:21

Oh Daniel, tá bem abelha... Já viu que ele levava mais tempo a olhar para o ecran gigante, antes de marcar os livres, do que a ver onde estava a barreira com os jogadores adversários?

Tadinho dele que é mal conduzido! Que ponha os olhos no Eduardo!

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.07.2010 às 01:01

Contra a Espanha, na segunda parte, não me lembro de ver o Ronaldo tocar uma só vez na bola. Lembro-me, isso sim, de o ver várias vezes sentado no chão, totalmente alheado do jogo.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 01.07.2010 às 19:56

Por uma vez, tem de existir sempre um primeira, estou em desacordo consigo. :)

Vamos ver como ele vai jogar no Real conduzido pelo Mourinho e no final vai ver qual de nós acertou.

Sem duvida que de todos os Eduardo era o que menos merecia tal sorte.


Sem imagem de perfil

De mdsol a 01.07.2010 às 20:48

Daniel

Oh não é desacordo, é só um desacerto. Eu acho a mesma coisa. Ora vá lá ler a "pitonisices"
:)))
Sem imagem de perfil

De mdsol a 30.06.2010 às 22:10

Estarei demasiado cansada e não percebi bem, ou o artigo é demolidor?
Sem imagem de perfil

De Chloé a 30.06.2010 às 23:10

Percebo pouquíssimo de futebol, ou melhor, quase nada.
Só que, quando acontecem estes jogos de vida ou de morte, não consigo deixar de vestir a camisola. Sou fraca apoiante, portanto, parasito as bancadas apenas quando interessa e o banquete é grande.
Mas nestas alturas há sempre um epílogo, um fenómeno recorrente que me confrange: a velha e previsível cena do treinador ou jogador-herói (se ganhamos) e do treinador ou jogador-proscrito (se perdemos). Podem dizer-me, talvez com fundamento, que a coisa nada tem de ilógico, porque existe mesmo uma relação de causa-efeito entre o erro e a derrota. E entre o acerto e a vitória. É merecido, portanto!
Será assim, mas é escusado, quanto a mim não consigo deixar de ver a irracionalidade da frustração humana no seu pior... E não escondo a tentação de extrapolar, evidentemente, para outros campos, como o da profissão, onde as guerras se ganham tantas vezes da pior maneira e se perdem quando a actuação foi tecnicamente impecável. O que me interessa é que, em fundo, fica o essencial: a espuma de duas coisas que estão entre as que mais deploro na vida: a ingratidão e a injustiça.

Tudo isto para dizer que não sofro desse síndrome primitivo de imperador romano num coliseu de futebol.
E declarar que não sou suspeita.
Mas que o Cristiano Ronaldo é um dos maiores fiteiros que já vi em campo, é.
A contrastar com a autenticidade de outros ( guarda-redes e até outros jogadores politicamente incorrectos incluídos!)
Sem imagem de perfil

De mdsol a 30.06.2010 às 23:47

clap, clap, clap, Chloé

[O jogo é marcado pela contingência. (E, de um modo acentuado, o futebol, modalidade muito aberta). É esta contingência que dá o sal ao jogo, porque torna o seu desfecho sempre indeterminado. Ora, a contingência do jogo pode tornar as melhores opções, previamente definidas face aos dados existentes, um desastre imprevisível.

Escrevi isto lá no Tzero antes do jogo de ontem, pelo que não se lhe refere especificamente]
Imagem de perfil

De ariel a 30.06.2010 às 23:39

Mou já lhe vai dizer como se canta e dança em Paços de Brandão...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 01.07.2010 às 01:02

Não tenho a menor dúvida.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.07.2010 às 15:36

Sou Director do Grupo Étnográfico "Como se Canta e Dança em Paços de Brandão" e há muito tempo que não que ouvia esta frase!!
Era bem comum como chamada de atenção e demonstra bem o rigor e cuidado ao mais pequeno pormenor da Fundadora e directora do Grupo , a "Joaninha de Paços de Brandão"!
Tanto , que se tornou nessa expressão popular !

Joaquim de Carvalho
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 01.07.2010 às 10:45

A minha opinião é absolutamente o oposto
http://devaneiosaoriente.blogspot.com/2010/07/analisando-o-desempenho-individual-dos.html

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D