Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A ver o Mundial (8)

por Pedro Correia, em 25.06.10

Há jogos que prometem muito e oferecem pouco enquanto espectáculo. Foi o caso deste que hoje opôs, em Durban, as selecções de Portugal e do Brasil. A primeira parte foi entediante. O jogo melhorou em grande parte do segundo tempo, mas no final foram bem compreensíveis os assobios que vieram das bancadas: duas selecções tão cotadas como a brasileira e a portuguesa poderiam e deveriam ter proporcionado aos 62 mil espectadores que seguiram a partida no estádio - e aos milhões que a acompanharam pela televisão - um confronto mais empolgante.

Mas no futebol os resultados é que contam. E, da nossa perspectiva, o balanço é positivo: o empate a zero com o Brasil serve de passaporte aos portugueses para os oitavos-de-final. Disto não se podem gabar italianos e franceses (finalistas em 2006), que já disseram adeus ao Mundial da África do Sul, tal como a selecção anfitriã.

Portugal teve grande disciplina táctica, anulou com inteligência o jogo ofensivo dos brasileiros, funcionou como colectivo e teve frieza suficiente para não se deixar embriagar pela vitória esmagadora contra a Coreia do Norte. O jogo de hoje era incomparável com o anterior: havia que montar um dispositivo táctico diferente. E jogar de cabeça fria.

Assim foi. E ainda bem. Na terça-feira há mais.

Brasil, 0 - Portugal, 0

 

................................................

 

Os jogadores portugueses, um a um:

 

Eduardo - Atento, seguro, confiante. Fez duas excelentes defesas, uma em cada parte do encontro.

 

Ricardo Costa - Terceira aposta de Carlos Queiroz para lateral direito em três jogos. Depois de Paulo Ferreira e Miguel. Aposta longe de ter sido ganha: este foi claramente o pior elemento da nossa linha defensiva, que jogou globamente bem. Muito nervoso no início, perdeu vários lances no confronto directo com Nilmar - um deles, aos 29', ia resultando em golo para o Brasil. A primeira vez que subiu no terreno foi aos 57', o que diz muito sobre a sua exibição.

 

Ricardo Carvalho - Uma vez mais, foi o patrão da defesa. Como era de esperar, ousou muito menos incursões ofensivas. Acorreu várias vezes, com eficácia, à dobra de Ricardo Costa.

 

Bruno Alves - Um elemento essencial da muralha defensiva portuguesa, mais notória na segunda parte.

 

Fábio Coentrão - Cabia-lhe o confronto mais difícil, com Maicon (e também com Daniel Alves). Levou quase sempre a melhor. Coube-lhe também o primeiro arranque ofensivo da nossa selecção, aos 14', seguido de outro três minutos depois.

 

Pepe - Regressou à equipa das quinas após longa ausência por lesão. Está ainda longe da melhor forma, o que o levou a perder várias bolas no meio-campo. Recebeu um cartão amarelo aos 39'. Substituído por Pedro Mendes aos 63'.

 

Tiago - Muitos pontos abaixo da sua exibição contra os norte-coreanos. Errou diversos passes. E recebeu um cartão amarelo aos 30' por simular um penálti. Melhorou na segunda parte, como a quase totalidade da equipa.

 

Raul Meireles - A táctica adoptada por Queiroz não foi a mais adequada às suas características de jogo, o que o levou a andar um pouco perdido no meio-campo. Mas aos 59' fez o remate mais perigoso à baliza brasileira, após excelente passe de Cristiano Ronaldo, salvo pelo guarda-redes Júlio César.

 

Cristiano Ronaldo - Na primeira parte, o seu esforço foi muito desperdiçado. Melhorou de rendimento no segundo tempo, causando alguns calafrios à defesa brasileira, que por vezes se viu forçada a travá-lo em falta. Grande passe para o remate de Raul Meireles aos 59'. Não anda com boa pontaria na marcação de livres.

 

Duda - Exibição apagada. Também errou muitos passes, tal como Pepe e Tiago. Recebeu um cartão amarelo perfeitamente evitável por ter protestado junto do árbitro. Foi bem substituído por Simão Sabrosa.

 

Danny - Queiroz voltou a apostar nele depois de tê-lo deixado no banco contra a Coreia do Norte. Mas ainda não foi desta que justificou um lugar como titular na selecção. O seu melhor lance ocorreu à beira do fim, quando poderia ter marcado.

 

Simão Sabrosa - A sua entrada, aos 53', deu ritmo e vivacidade à selecção. Está em excelente forma física, o que ficou bem evidente em campo. Falta-lhe afinar a pontaria nos lances de bola parada. Aos 76', fez um grande centro para o remate de Cristiano Ronaldo.

 

Pedro Mendes - Substituiu - com vantagem - Pepe aos 63'. Deu mais solidez ao nosso meio-campo, com a sua eficácia habitual.

 

Miguel Veloso - Substituiu Raul Meireles aos 83'. Ainda a tempo de fazer um magnífico passe longo para Cristiano Ronaldo que gerou um dos mais perigosos ataques portugueses quase no fim do encontro.


10 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 25.06.2010 às 18:41

viu-se principalmente segurança, que era o que se exigia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.06.2010 às 23:03

E viu-se bem. Terminamos esta primeira fase com um saldo muito razoável: uma vitórias, dois empates. Sete golos marcados, nenhum sofrido.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 25.06.2010 às 18:51

Agradeço-lhe a "reportagem". Não pude ver o jogo. Aliás, não sei se amue de vez: não é normal não arranjar tempo para ver os jogos de Portugal em directo. Balhamedeus!

E, quanto ao que importa, os moçoilos passaram aos 8ºs de final. E passaram bem. Ao menos isso.


:)))
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.06.2010 às 23:03

Tente ver o Portugal-Espanha, na próxima terça-feira.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 25.06.2010 às 23:06

Não sei, não. E, não vai ser nada fácil. Candidata ao título. Como está a li o Rui Santos a dizer (até parece que está a espreitar aqui para o ecran do portátil) é a "exigência máxima" (Santos, 2010).

:)))
Sem imagem de perfil

De manuel a 25.06.2010 às 19:13

Só um reparo:'Grande passe para o remate de Raul Meireles aos 59'',foi efectuado por Lúcio numa tentativa de 'cortar' desmarcação do CR.
Um abraço e bfs
Nb:Portugal na final com Brasil:-)
Sem imagem de perfil

De André a 25.06.2010 às 22:01

Era exactamente o que ia a dizer, não existe passe do Cristiano; existe sim um corte do Lúcio, contudo esse corte resulta de uma boa arrancada do Cristiano, ainda um pouco atrás do meio-campo, carregando a equipa até à grande area do Brasil frente a 2 ou 3 adversários, ou seja, nota mais para o Cristiano à mesma nesse lance :p
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.06.2010 às 23:05

Sem dúvida: nota mais para o Cristiano Ronaldo nesse lance. Foi, de facto, um corte do Lúcio. É o que se sucede quando se escreve em cima do acontecimento sem possibilidade de rever os lances. Mas vou rectificar.
Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 25.06.2010 às 21:37

Só um reparo! Ouviu mesmo os assobios.....ou foram vuvuzelas mais finas. É que até o comentador era difícil de ouvir. Mas eu sou surdo, é só para brincar consigo. Por vezes a imaginação prega-nos partidas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 25.06.2010 às 23:06

O pior é que já se ouvem vuvuzelas aí nas ruas também. Raios as partam.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D