Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Read my lips

por Pedro Correia, em 10.05.10

 

Bruxelas é o local ideal para anunciar aos portugueses a quebra de uma promessa eleitoral - mais uma deste governo "socialista", recordista absoluto na falta de cumprimento da palavra dada aos eleitores. Entre a vitória do Benfica no campeonato e a chegada do Papa: manda a cartilha que a colher de óleo de fígado de bacalhau seja ministrada entre duas sessões de desenhos animados, como sabemos da mais remota infância, muito antes da invenção do termo spin doctor.

Não interessa, para o caso, que o primeiro-ministro tenha garantido, no tom peremptório de sempre, que os impostos não subiriam. Em Janeiro, em Abril e já em Maio. As promessas de Sócrates valem o que valem: nada. O programa eleitoral que o PS apresentou nas legislativas de Setembro fica bem emoldurado numa vitrina da ala dedicada às obras de ficção da Biblioteca Nacional. Foi subscrito pelo líder socialista com a mesma liberdade criativa dos relatos de Fernão Mendes Pinto, embora com muito menos talento literário. Não se pode ter tudo.


31 comentários

Sem imagem de perfil

De André a 10.05.2010 às 15:26

Nas ultimas eleições já toda a gente devia saber que o verdadeiro significado o programa do PS é exactamente o contrario do que lá está escrito.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.05.2010 às 15:47

Diga isso à Leonor, vizinha desta caixa de comentários.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D