Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Oponho-me à oposição!

por João Carvalho, em 16.02.09

Ao assistir a um pedaço do debate sobre casamentos homossexuais na RTP-1, nunca tantas vezes em tão pouco tempo ouvi a expressão «sexo oposto». Oponho-me terminantemente a este conceito e aproveito para declarar definitiva e solenemente a todas as mulheres da Terra (e às marcianas, se ainda houver algumas) que, na parte que me toca, não pertenço ao sexo oposto. Sou diferente de todas elas, sim, mas nunca me opus a isso. Bem pelo contrário: sempre me senti tão próximo quanto me tem sido permitido...

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Alberta Hallway a 17.02.2009 às 02:42

Concordo consigo.
Oponho-me a sexo oposto e a sexo aposto.
Não é uma questão de oposição ou aposição, é uma posição.
Sem imagem de perfil

De Luis Reis Figueira a 17.02.2009 às 13:47

E eu também! Meu caro João, então tu ainda não percebeste que aquela gente fala de sexo oposto, porque são todos do "contra"? Opõem-se a tudo e a todos e se nós formos a favor, ele são do contra e vice-versa. Como dizes, e muito bem, no teu magnífico post anterior sobre este mesmo assunto, (que, se puder, comentarei também), eles querem uma coisa às 2ªs, 4ªs e 6ªs e o contrário disso às 3ªs, 5ª e Sábados. E, possívelmente, nem descansarão aos Domingos, porque vão reservá-lo para algo de diferente em relação às duas opções anteriores. O debate de ontem à noite foi, como aliás é habitual, pobre, e não trouxe nada de novo. E então com moderadores como alguns que integravam o painel, é que não vamos lá! Irritante até à adstringência, aquela senhora (não sei se era jurista, mas sei,sim, que era do "sexo opsto") queria ser, à viva força, a estrela do debate. A este tipo de postura sou, na realidade, oposto, e não faz o meu "género", nem o "género oposto", ou seja, tem o "genero dos anjos"... Talvez seja uma das marcianas que referiste.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 17.02.2009 às 13:57

De acordo: aquela senhora a que te referes é realmente do sexo oposto. Oposto a tudo o que se deseja. Num debate com aquele nível, não poderia haver regra sem excepção. E ela estava ali a representar a excepção.

Aliás, ninguém ali ficou por representar. Até a proposta de Sócrates relativa ao tema estava representada pelo próprio debate. O curiosoé que nem o próprio Sócrates sabia que aquela proposta era serviço público...

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D