Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Delito de Opinião

Da ética na política

Pedro Correia, 06.05.10

Em 1997, António Vitorino abandonou o Governo, onde era vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa, na sequência de uma notícia que o envolvia na questão de um pagamento de sisa (da qual viria a ser ilibado). Em 2001, Jorge Coelho abandonou o Governo, onde era ministro das Obras Públicas, quando caiu a ponte de Entre-os-Rios (facto de que, manifestamente, não tinha culpa). À hora a que escrevo, Ricardo Rodrigues mantém-se como vice-presidente do grupo parlamentar do PS e representante do Parlamento no Conselho Superior de Segurança Interna. Isto diz tudo sobre a degradação dos princípios éticos no PS.

Bastaram poucos anos. Os anos Sócrates.

3 comentários

Comentar post