Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sci-Fi: os meus filmes (8)

por João Campos, em 16.04.10

 

8º: Ghost in the Shell (Mamoru Oshii, 1995)


Esta lista que tenho apresentado tem uma lacuna (tem várias, até, mas fiquemo-nos por esta): faltam filmes de animação. Sobretudo japoneses, que lá pelo Japão é onde os fazem melhor. Na lista que o meu amigo enviou constavam vários, mas para ser franco, eu não os conheço. Há, no entanto, um que eu vi, e que por acaso é um dos meus filmes preferidos: Ghost in the Shell. Com óbvias influências em Blade Runner, Ghost in the Shell tem como personagem principal Motoko Kusanagi, Major da Secção 9. Motoko é uma cyborg, uma mente humana num corpo cibernético, e questiona-se permanentemente sobre a sua condição. No decorrer das suas investigações, a Secção 9 tropeça numa ponta solta de uma conspiração com origem numa agência governamental. E um famoso hacker, uma "consciência sem corpo" emerge no ciberespaço, levando Motoko a procurar por todos os meios obter as respostas que procura sobre quem (ou o que) ela é.
Há que não cair no estereótipo recorrente: Ghost in the Shell é animação, mas não é para crianças. E um grande filme: de acordo com a generalidade da crítica, um dos melhores feitos no Japão até à data. E um dos mais influentes também. Aliás, um dos mais populares filmes de culto de ficção científica dos últimos anos, Matrix, tem em Ghost in the Shell uma das suas principais inspirações.

(E em jeito de nota de rodapé: se gostarem deste filme, não deixem de ver as duas temporadas da série televisiva paralela Ghost in the Shell: Stand Alone Complex - de longe, uma das melhores que já vi)

 


9 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.04.2010 às 15:05

Hum... Sou muito desconfiado em relação à banda desenhada e ao cinema de animação do Japão.
Imagem de perfil

De João Campos a 16.04.2010 às 15:15

Neste caso, diga que vai daqui. Vai valer a pena: o filme é muito bom (saiu em '95,; para a época, foi qualquer coisa de extraordinário). A série que se fez, em duas temporadas, foi até à data das melhores séries de televisão que já vi.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 16.04.2010 às 16:18

Ok, vou daqui, John.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 16.04.2010 às 16:05

"People love machines in 2029"? Meu Deus, se eu ainda precisasse de uma coisa destas em 2029, iria por certo enrodilhar-me e tropeçar naquela fiarada toda!
Ó João, não me diga que até muito antes disso, eles não vão disponibilizar a versão 'wireless' desta coisa!??
Se tiver noticia disso, dê-me um toque por favor.
Imagem de perfil

De João Campos a 16.04.2010 às 16:38

Esteja descansado: a versão final vem em Wireless, tem ligação de banda larga e um ciber-cérebro completamente equipado. Tecnologia topo de gama, upa upa :)
Sem imagem de perfil

De mike a 16.04.2010 às 18:55

Vi apenas alguns dos filmes que por aqui têm passado. Mas estou a gostar desta série.
Sem imagem de perfil

De xtremis a 19.04.2010 às 13:24

O que dizer de Ghost in the Shell? Bom, influenciou Matrix, está tudo dito ehehehe

Um excelente exemplo da animação japonesa (e uma confirmação, se tal fosse necessário, de que animação não é só "bonecada para os miudos").

Novamente, cá está a condição humana, as interrogações que no fundo acompanham a humanidade há tanto tempo: quem somos? O que é ser-se humano? O que acontecerá no dia em que conseguirmos "fundir-nos" com as máquinas, com as nossas criações?

Esteticamente, o filme é soberbo. Dá uma "corrida" a muitos, muitos filmes de Hollywood, em todos os aspectos.

Em relação aos filmes de anime, aqui ficam umas sugestões para todos. Há vários tipos de anime, nem tudo é sci-fi, claro, mas estes são filmes de que gostei particularmente, por motivos variados (quem sabe um dia escreva sobre isso eheheh):

- Akira
- Paprika
- Ninja Scroll
- Perfect Blue
- Blood, the last vampire
- Howl's Moving Castle

Mais uma vez, João, excelente escolha ;)
Imagem de perfil

De João Campos a 19.04.2010 às 16:30

O amigo com quem fiz estas listas está farto de me falar no Paprika. Aliás, até o colocou na lista dele, e com pontuação elevada. Mas ainda não o vi.

Dos outros, confesso que não ouvi falar (excepto Akira, claro!). Mas vou investigar isso sem demora.
Sem imagem de perfil

De xtremis a 19.04.2010 às 17:52

O Paprika chama muito a atenção por ser, visualmente, bastante rico e quase surreal. Não vou comentar o argumento, para não estragar o efeito, mas é bastante interessante.

Em relação aos outros, aqui fica pelo menos a indicação do género de filme que é, para alguma "orientação" :)

- Ninja Scroll - aventuras no japão feudal. Não é o meu género favorito, mas este ganha "pontos" pela "ultraviolência" louca que contém;

- Perfect Blue - um mistério a fazer lembrar Hitchock. Bastante interessante;

- Blood, the last vampire - envolve, obviamente, vampiros, mas tecnicamente bastante bem conseguido: mistura animação 2D com cenários 3D;

- Howl's Moving Castle - um filme a todos os níveis fantástico. O realizador chama-se Hayao Miyazaki, que realizou um outro filme que ganhou o Óscar para a melhor filme de animação em 2002 : "Spirited Away". Há quem o chame o "Walt Disney" da animação japonesa, e há pelo menos mais dois filmes dele que tiveram bastante reconhecimento fora do Japão: Princess Mononoke (1997) e Ponyo (2008). Curiosamente, este último foi distribuido pela Disney :)

Não sou, de longe, um perito em Anime (embora haja um amigo meu completamente "fanático" pelo género), mas é um estilo de que gosto muito, especialmente pela diversidade de géneros e de estética que apresenta.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D