Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cartas do Japão - 9

por Teresa Ribeiro, em 09.04.10

7ºdia (cont.) - Em trânsito para um dos templos que vou visitar reparo numa loja com um poster da Yoko e do Lennon na montra, a darem um beijo. Tantos anos depois, semelhante destaque é revelador do impacto que aquela união teve nos japoneses. Nunca tinha pensado nisso, claro. Sempre olhei o casal na perspectiva de uma ocidental.

Desde que cheguei mal consegui ouvir música japonesa. Neste aspecto eles são tão saloios como nós: o que vem de fora é que é bom. Pena, gostava de ouvir os sons novos que certamente se fazem por aqui. Em contrapartida ouvi ontem num restaurante Se todos no mundo fossem iguais a você, do Vinicius (!)

Novo deslumbramento: Sanjusangendo, o templo das mil estátuas. Como não é o último ponto do roteiro, pergunto-me: Será possível superar isto? É. A fechar o tour levaram-nos ao templo Kiyomizu, que fica no alto de uma colina, a dominar a cidade. Ao olhar aquelas encostas percebi, mais uma vez, o que tinha perdido: no blossoms, of course. Mas o meu encantamento era tal (a alternativa de copas multicolores também é muito bonita) que já não me apeteceu insultar nada nem ninguém. Fiquei simplesmente a olhar, a esquadrinhar pormenores, para não perder nada, a registar os melhores enquadramentos, numa ginástica desesperada para meter dentro da máquina aquela beleza impossível de levar para casa.

Noite suave, nem um pouco de frio. Caminhei junto ao rio, a ver os bares de madeira com lanternas vermelhas e casais de namorados sentados nas margens do rio Kamo, que atravessa a cidade, e dirigi-me ao bairro das gueixas, criaturas que sempre me perturbaram muito.

Sabiam que há 200 gueixas em Quioto? E que as turistas podem maquilhar-se à gueixa por seis mil ienes (preço especial, porque estranhamente as japonesas têm de pagar muito mais - dez mil). Por falar em números, Youmi disse-nos que Quioto tem 1600 templos budistas e cerca de 300 santuários xintoístas. Impressionante!

Fotos: em cima Sanjusangendo, o templo das mil estátuas, em baixo Kiyomizu

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 09.04.2010 às 10:25

Kiyomizu é uma das maravilhas do mundo. Não são sete, felizmente. São muito mais.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 09.04.2010 às 22:53

Inesquecível. E Quioto, toda ela, é uma das maravilhas do mundo.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.04.2010 às 11:37

Não apenas Vinicius, mas muitos outros intérpretes brasileiros são populares no Japão. O Brasil recebeu muitos japoneses fugidos da Guerra e tem hoje uma apreciável comunidade nipodescendente.

Em contrapartida, o Japão é muito aberto aos brasileiros que vão para lá fixar-se. Curiosamente, grande parte da comunidade brasileira no Japão é de "alternadeiras" caras, 'gueixas' ocidentais (a mulher ocidental é um 'fetiche' dos orientais), ainda em idade de ter muito para andar. Normalmente, ao fim de alguns anos e se não arranjam casamento ou alternativa estável, deixam o Japão e regressam ao Brasil num percurso lento: vão "alternar" para Hong Kong (e Macau), depois para Xangai ou Pequim, passam por Moscovo, etc., até chegar a casa. É esta a receita habitual.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 09.04.2010 às 23:00

Mas é estranho ouvir-se Vinicius em Quioto, João. Espera-se tudo menos isso.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.04.2010 às 23:40

Pois é, mas hoje em dia as brasileiras estão por toda a parte. Até em Quioto.
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 09.04.2010 às 11:48

Dizem-me que Kiyomizu é ainda mais bonito no início do Outono. Eu tive a sorte de lá ir uma vez no Verão e uma outra na Primavera, mais ou menos por esta altura. Mas ainda não perdi a esperança de lá voltar num Outubro qualquer.
Obrigado, Teresa, por me permitir recordar de forma tão simples as cores, as formas e também os cheiros de locais que me são tão queridos.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 09.04.2010 às 23:02

Estou a gostar muito de viajar convosco :)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 09.04.2010 às 23:42

Mas não contes com o Groucho. Saiu logo no sexto dia e não volta. Snniiiiffffffff...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 10.04.2010 às 00:54

Continua com as aulas de harpa. Mas o Chico é capaz de aparecer por cá.
Sem imagem de perfil

De NanBanJin a 09.04.2010 às 13:56

Fico Feliz que tenha podido visitar Sanju'San'gen'Do — para mim, a mais deslumbrante visão que este país alguma vez me proporcionou — e Kyomizu ("O Templo da Água Pura") — de facto, também a mim me quer parecer que a estação mais propícia para uma visita a esta último lugar de assombro é no Outouno, mais precisamente pelo início de Novembro, por altura do "Ko'Yo" (mudança da folhagem das árvores — um fenómeno minuciosamente encenado, com as árvores a cobrirem-se de tons vermelhos, como labaredas, e como só o Japão nos dá destas coisas). Mas esta época do ano também é muito agradável para nos deixarmos levar adentro destes lugares de sonho.

Continuação de uma excelente viagem!

L.F. Afonso, NBJ, Kyushu, Japão.

Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 09.04.2010 às 23:04

Pois, são os tons de vermelho que se vêem na foto que eu tirei do Google. Quando a vi percebi que o Outono também deve ser deslumbrante, embora todos falem sempre da Primavera por causa das cerejeiras em flor.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 09.04.2010 às 15:39

As unhas já se foram, Teresa. Ou voltas depressa, ou fico sem as pontas dos dedos. E fazem-me muita falta.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 09.04.2010 às 23:11

Pronto, pronto, eu não quero é que te falte nada (Já estou de mala aviada. Grrr!)
Sem imagem de perfil

De Viagens Lacoste a 10.04.2010 às 03:32

Teresa, continuo a acompanhar a sua viagem com muito agrado.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D