Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma história em três tempos

por João Carvalho, em 05.02.09

1. Chama-se José Miguel Fernandes e presidia à Entidade das Contas dos Partidos, uma instituição posta a funcionar na dependência formal do Tribunal Constitucional. Há poucos meses e com assinalável sobriedade, disse qualquer coisa mais ou menos assim (e estou a citar de memória): com a legislação e os meios existentes, pode conseguir-se melhorar, mas nunca se acabará com a possibilidade de corrupção em torno das contas dos partidos.

2. No dia seguinte, em nome do PS, Vitalino Canas foi desabrido e desproporcionado a dar para trás naquela simples declaração, chegando ao ponto de dizer que o presidente daquela instituição devia era trabalhar, porque era para isso que lhe pagavam. Poucos dias depois, José Miguel Fernandes (que tinha começado a sua acção pela pedagogia) demitia-se e batia com a porta.

3. Recentemente, soube-se que houve candidaturas a não-sei-que-eleições com contas irregulares, mas que os casos foram arquivados sem consequências. Quer dizer que não há cidadãos acima da lei, excepto se forem candidatos? Não sei. O que sei é que, se a legislação serve para coisa nenhuma, Vitalino Canas devia ter reaparecido — mas não reapareceu — para pedir publicamente desculpas a José Miguel Fernandes. O incrível porta-voz do PS quis protagonizar um enxovalho pouco edificante e não reconhece que se saiu mal. Entende-se o incómodo: como diria a minha avó, «foi à lã e voltou tosquiado».

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2009 às 09:59

Bem... há muito que nas contas dos partidos são assinaladas pelo T.C. maiores ou menores irregularidades e que eu tenha dado por isso nada aconteceu.
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 05.02.2009 às 11:16

O ambiente selvagem
na lusitana democracia,
conduzirá à voragem
da política iliteracia.

A discricionariedade legislativa
dos directórios partidários,
favorece a acção corporativa
de meia dúzia de beneficiários.
Imagem de perfil

De André Couto a 05.02.2009 às 12:56

Como te tenho dito Vitalino Canas tem muitas qualidades, mesmo como jurista, mas a comunicação não é de todo uma delas. Não percebo como o PS persiste neste erro...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2009 às 12:56

O que vale é que é só este erro.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 05.02.2009 às 14:54

Pois, André, deve ter qualidades, mas consegue escondê-las bem com estas cenas. Esta, então, foi das mais tristes de que me lembro, quer pela desproporção, quer pelas palavras. Até pelo visado, que é pessoa vertical que não merecia, tenho a certeza, aquele enxovalho tipo mãos nas ancas. Nada edificante.

Comentar post



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D