Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




2017

por Luís M. Jorge, em 30.11.09

O presidente da União Europeia lamentou o impasse do encontro de emergência de Potsdam, em que a Escandinávia, a Alemanha e a Grã-Bretanha exigiram que as economias do Leste e da Europa do Sul fossem excluídas da moeda única. Este momento de incerteza na vida das instituições europeias foi recebido com indiferença em Portugal, a braços com o rescaldo das legislativas.

 

Numa entrevista ao Diário de Notícias, Pedro Passos Coelho comprometeu-se a reforçar a cooperação estratégica entre o seu partido e o Governo de José Sócrates, invocando os inúmeros sucessos da última legislatura.  Fontes anónimas garantiram-nos que o social-democrata Ângelo Correia será o novo presidente do Conselho de Administração da EDP, enquanto Miguel Relvas ocupará funções idênticas na REN.

Os dados recentes sobre o agravamento do défice das contas públicas e do saldo negativo da balança de transacções correntes, bem como a confirmação do crescimento da taxa de desemprego para 18,3 por cento não desencorajam o primeiro-ministro,  que se mostra determinado e confiante no rumo que traçou para o país. Atribuindo os maus resultados pontuais à persistência da crise internacional, José Sócrates recordou que está previsto um crescimento de 0.2 por cento do PIB em 2018, uma consequência evidente das iniciativas encetadas pelo Governo.

É verdade que há sinais de vitalidade na economia portuguesa. O presidente da Sonae, Armando Vara, anunciou a edificação do maior centro comercial da Península Ibérica, que servirá as populações de Vinhais, da Sobreira de Baixo e do Parque Natural de Montesinhos. Também o governador do Banco de Portugal, José Lello, declarou ontem a sua confiança no efeito multiplicador dos novos investimentos públicos, como a construção do aeroporto internacional de Castelo Branco, outorgada à Mota-Engil.

A reforma da justiça continua a obter resultados. Esta semana a polícia judiciária efectuou buscas nas residências de quatro juízes desembargadores e de seis magistrados do Ministério Público, em conformidade com o mandato do senhor presidente do Supremo Tribunal de Justiça — o meritíssimo Lopes da Mota. O ministro dos assuntos parlamentares, João Galamba, congratulou-se com mais uma vitória do Estado de Direito contra a insídia da espionagem política.  Os quinze jornalistas recentemente acusados de calúnia e ofensa agravada ao bom nome do primeiro-ministro foram condenados em processo sumário a penas que variam entre os 14 e os 24 anos de prisão efectiva.

Hoje a Assembleia da República votará mais um orçamento redistributivo e a proibição de símbolos católicos em lugares de culto — uma medida há muito exigida pelos blogs da maioria. Para a próxima semana está agendada a discussão da proposta de lei que visa uniformizar os títulos das bibliotecas universitárias, sujeitando as novas aquisições à aprovação prévia de uma entidade reguladora.

O primeiro-ministro afirmou que a proposta segue as melhores práticas em vigor nos países desenvolvidos, acusando os profetas da desgraça e os bota-abaixistas que persistem em obstaculizar os esforços reformadores do seu governo. Não terão sucesso, concluiu. Portugal está no bom caminho.


11 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.11.2009 às 11:57

És um visionário, Luís. Mas acho que estás a ver bem a coisa. E não admira que o país vá por bons caminhos: Isaltino é ministro das Obras Públicas.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 30.11.2009 às 12:50

Eu diria que para ministro das Obras Públicas Alberto João Jardim ficaria melhor. É que ele afirma-se convictamente keynesiano. E já tem muita experiência demonstrada na construção de vias rápidas e túneis na ilha dele.

Mas não sei se em 2017 ainda será português. Espero bem que não.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.11.2009 às 13:19

Eu escolhi aquele por ser português. Portugal há-de merecer ficar independente da Madeira...
Sem imagem de perfil

De causavossa a 30.11.2009 às 13:50

Há que dizer que já em 2016 o primeiro-ministro pretendia colocar Portugal no mapa da revolução Bolivariana e que já a JP Couto deu a volta ao mundo com o seu Magalhães 2017, e se posiciona como futura compradora da ex-Microsoft , futura MicroCouto ou MicroCoto (após a entrada em vigor do novíssimo acordo ortográfico).
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.11.2009 às 18:22

E o Pacheco Pereira, que será feito dele?
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 30.11.2009 às 14:57

Eis um belo conjunto de sugestões. Quase fiquei tentado a alargar o post.
Sem imagem de perfil

De pvnam a 30.11.2009 às 15:30

---> 30-11-2009, após o povo suíço, em referendo, ter rejeitado os minaretes... todos os jornais diários foram unânimes: a Suíça vai ter problemas comerciais/económicos com países islâmicos...
---> Os intelectuais nacionalistas - promotores da teoria de que «o amor ao próximo» é a causa da derrocada europeia... - serão, porventura, os pensadores mais imbecis da História da humanidade.
{nota: só os imbecis é que não vêem isto: a maioria dos europeus são seguidores daquela 'grande tradição europeia': negociatas fáceis tipo -> exploração de escravos, roubo de territórios a povos indígenas, mão-de-obra servil imigrante ao preço da chuva, etc...}


ANEXO
A Civilização do respeito do espaço dos outros... versus... a Civilização das corridas demográficas...
Todos Diferentes! Todos Iguais!
{TODOS os povos - quer os de maior, quer os de menor, rendimento demográfico - devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta}


---> Os Anti-racistas são intolerantes para com que é diferente: eles não aceitam que os povos nativos que, pacatamente, apenas procuram sobreviver no planeta, possuam o Direito de ter o SEU espaço no planeta.
—> Os 'paladinos' do anti-racismo são precisamente aqueles povos (africanos, asiáticos, etc) que estão numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios… eles pretendem possuir 'carta branca' para ocupar e dominar os territórios que muito bem entenderem...

Apoiantes da ideologia Anti-racista:
1- os 'paladinos' [são aqueles que estão numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios];
2- capitalistas selvagens (venham mais consumidores);
3- os negociatas-fáceis (são os seguidores daquela GRANDE TRADIÇÃO EUROPEIA: negociatas fáceis tipo -> exploração de escravos, roubo de territórios a povos indígenas, mão-de-obra servil imigrante ao preço da chuva);
4-Os seguidores da lavagem cerebral (propaganda) levada a efeito pelos 3 anteriores.
{Uma observação:Os anti-racistas são iguais àquelas personalidades históricas - de má memória - que também adoravam inventar teorias com um objectivo muito preciso: negar a outros... o Direito de evocar a legitimidade da sobrevivência da sua Identidade}


---> Para além da GRANDE TRADIÇÃO EUROPEIA (vulgo negociatas-fáceis), existe uma UMA GRANDE TRADIÇÃO UNIVERSAL: a existência de povos autóctones no SEU espaço.
--->>> Concluindo: antes que seja tarde demais, há que mobilizar, para o SEPARATISMO-50-50, aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência...


Sem imagem de perfil

De Borges Ferreira a 30.11.2009 às 15:35

E o ministro da Cultura, um tal de Pitta - conhecem? -, inaugurou uma videopinacobiblioteca em Colares. Um sucesso, digo-vos eu!
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 30.11.2009 às 16:08

Sem pôr em causa a legitimidade do comentário que o meu caro Borges Ferreira aqui coloca, sinto-me obrigado a defender "o Pitta" de que fala — pessoa que no seu blog sempre me deu provas de inexcedível cortesia e correcção, apesar de todas as diferenças políticas.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 01.12.2009 às 01:32

Muito bem, Luís, o George Orwell não teria feito melhor previsão. Julgo que em 2017 o PR já será mesmo o próprio Big Brother em pessoa, não?
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 01.12.2009 às 13:24

O PR será substituido por um robot baixinho, que já foi ministro, comissário europeu e hoje é advogado e comentador de sucesso na RTP.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D