Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Já percebo

por Pedro Correia, em 28.11.09

Já percebo por que motivo há tanta gente preocupada com as fugas ao 'segredo de justiça' em Portugal.


10 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.11.2009 às 20:44

Ah, ah, ah!... Os nabos só trocaram os cartões e lixaram os outros.!
Sem imagem de perfil

De teresinha a 28.11.2009 às 22:26

Tenho uma dúvida: as notícias que nos vão chegando são obtidas como? i.e, os jornalistas pagam por estes "furos"?

E esta notícia, leram?http://dn.sapo.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1432995
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.11.2009 às 23:02

O jornalismo de investigação está muito diminuído. Mas existe.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 29.11.2009 às 11:20

O pior, João, é o lado 'formativo' de estas notícias.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.11.2009 às 17:32

Não sei, Joshua. O mais ridículo acaba por sempre por ser a falta de profissionalismo. Longe vão os tempos em que a ficção do Arséne Lupin era pedagógica ou em que a acção do Alves Reis era um exemplo. Estes nabos, decididamente, são irritantes até por ser nabos.

Odeio a falta de profissionalismo. Para os nabos, a lei devia até prever penas a dobrar, pela incompetência. E ninguém ficaria com a consciência pesada, visto que não costumam ser condenados.
Sem imagem de perfil

De 100anos a 28.11.2009 às 23:03

Isto é uma vergonha !

http://paixaodaleitura.blogspot.com/2009/11/isto-e-uma-vergonha.html
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 29.11.2009 às 11:20

São fugas de gás pronto a explodir-lhes na face nada obtemperante.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 29.11.2009 às 13:13

Com esta notícia julgo que todos ficamos a perceber um bocadinho melhor verdadeiro significado da palavra sucateiro: é alguém que resolve tudo às três pancadas, sem a paixão pelo pormenor, alguém que tem a face oculta, com o telemóvel de fora. Que sucateiros, na verdade!...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.11.2009 às 17:34

Miolos de chapa retorcida, no lugar das celulazinhas cinzentas.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 29.11.2009 às 13:50

Fico curioso em saber como é que se chegou a esta noticia; como foram descobertos os factos apresentados.
Será que a sucata de tinha uma secção especial para cartões descartáveis, ou teriam sido encontrados nos caixotes do lixo da rua das traseiras de s.bento?

Jornalismo de investigação, sim! Jornalismo declarativo e comunicados de imprensa, sou contra.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D