Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Na despedida do Jorge Ferreira

por Pedro Correia, em 21.11.09

A notícia já era esperada, mas nem por isso deixou de me atingir mais fundo. Porque, como dizia Jorge de Sena, nenhuma morte é natural. Fomos feitos para a vida, não para a morte. E se há pessoa que conheci sempre com imenso amor à vida foi o Jorge Ferreira, que hoje morreu, com apenas 48 anos. Idade absurda para morrer, como qualquer outra idade em que existem ainda tantos projectos por concretizar, tantos sonhos por alcançar.

O Jorge estava doente há dois anos, mas sempre enfrentou a doença como travou tantos debates políticos ao longo da sua vida parlamentar, como presidente da bancada do CDS: de frente, com coragem e tenacidade. Com o mesmo desassombro que revelou quando rompeu com o partido em que militava desde a adolescência, em desacordo profundo com Paulo Portas. Com a mesma franqueza e a mesma determinação que utilizava para escrever no seu blogue, Tomar Partido: o último postal foi publicado há apenas dois dias, na quinta-feira.

O Tomar Partido - título de leitura dúplice, que evidenciava o seu amor pela bela cidade de Tomar - era um dos blogues que eu lia com mais frequência, mesmo quando discordava do que lá se escrevia. Nos últimos meses, nas entrelinhas mas sem qualquer sombra de lamechice, o Jorge deixava entrever algumas pistas que nos permitiam decifrar a dor que sentia no penoso combate contra a doença. O blogue era o seu último ponto de contacto permanente com a vida quotidiana, mesmo quando já se encontrava imobilizado numa cama do hospital. Sem este convívio com os confrades de escrita blogosférica, a despedida teria sido ainda mais dolorosa.

Há cerca de dois meses, em linhas demasiado sucintas, escrevi aqui o que pensava dele e da sua escrita. Éramos parceiros de geração, conhecíamo-nos há mais de três décadas, e nunca deixámos que as frequentes divergências de opinião perturbassem uma amizade já tão antiga. É outro companheiro de juventude de quem me despeço, cedo de mais, num dia chuvoso que também parece estar de luto por um amigo que partiu.

 

ADENDA de 22 de Novembro: O último postal do Jorge foi publicado, no próprio dia da sua morte, no blogue Nabantia (agradeço a informação ao Leonel Vicente d' A Memória Virtual).

Autoria e outros dados (tags, etc)


28 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 21.11.2009 às 15:28

Guardo a boa impressão que sempre tive sobre ele, sabedor de vossa proximidade. Ainda há dias lhe respondi qualquer coisa que perdeu importância. Ganhou agora mais importância guardar o que sei dele.
Sem imagem de perfil

De Luísa a 21.11.2009 às 16:01

Do estado de ignorância (da situação) transito directamente para o de choque, Pedro. Era um dos meus blogues de leitura diária. E os hábitos são bem uma segunda natureza. Vou sentir muito a falta das suas palavras que é um modo de sentir muito a sua falta.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 17:30

É verdade, Luísa. Formamos uma espécie de comunidade. Hoje perdemos um dos nossos.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 21.11.2009 às 16:54

Já em destaque no SAPO.

Este tema, para além da tristeza natural associada à morte de alguém, levanta um tema interessante. O que fazer ao Blog?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 17:29

O blogue é património do Sapo. E, naturalmente, da família dele. Fica como precioso testemunho de uma época: é um retrato quase diário - durante vários anos - de muitos acontecimentos, comentados sempre por um prisma muito pessoal mas onde nunca faltava amplo material informativo.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 21.11.2009 às 17:32

Acho que o melhor é não interferir no blog (houve quem quisesse coolocar um último post, informativo, mas eu sou contra), e criar-se um espaço im memoriam onde serão agrupados estes Blogs. Penso que é o menos intrusivo e mais respeitador da memória de quem escreveu.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 17:44

Plenamente de acordo: o Tomar Partido deve permanecer intocável, tal como ele o deixou. E apoio esse espaço 'in memoriam' desde já.
Sem imagem de perfil

De Leonel Vicente a 21.11.2009 às 18:12

Queria aqui expressar também o meu apoio a essa meritória iniciativa.

Como refere, o Jorge Ferreira era 'um dos nossos', mas não 'um qualquer'; um homem bom, que - mesmo já numa fase avançada da sua doença - não deixou nunca de se entregar com entusiasmo ao trabalho, à escrita, à blogosfera, nunca esmorecendo.

Bem haja!
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 21.11.2009 às 17:26

Fui espreitar o Tomar Partido. Há dois dias ele postou sobre contas públicas e orçamentos rectificativos ignorando até ao fim a importância relativa das coisas. Essa tenacidade foi o que mais me comoveu.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 17:27

Uma atitude tão rara neste país de gente piegas.
Imagem de perfil

De J.M. Coutinho Ribeiro a 21.11.2009 às 17:30

Estou desolado. Sabia que o Jorge Ferreira estava doente - disse-mo o Manuel Monteiro, em Lisboa, há mais de um ano -, mas estava longe de pensar que era assim tão grave. Conhecemo-nos desde os tempos em que ambos militámos na JC e, apesar das divergências, criámos uma amizade. Ainda há pouco deixou comentário no meu facebook e a ele devo muito do sucesso d'O Anónimo. Estou sem palavras. Adeus, meu Amigo, e um abraço, estajas onde estiveres.
Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 21.11.2009 às 18:00

De Jonasnuts a 21 de Novembro de 2009 às 17:32
Acho que o melhor é não interferir no blog (houve quem quisesse colocar um último post, informativo, mas eu sou contra), e criar-se um espaço in memoriam onde serão agrupados estes Blogs. ...


Permita-me manifestar o meu completo acordo a esta sua proposta, apesar de não ser (individualmente) um utilizador do serviço sapo. Fiz somente parte do colectivo Novo Rumo.
Junto o meu ao Vosso pesar pela perda.
Imagem de perfil

De 2711 a 21.11.2009 às 19:02

Com a devida vénia e considerando esta uma justa homenagem a quem nos habituamos a ler, o 2711 reproduz na integra o texto do Pedro.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 19:04

Agradeço a atenção, amigos.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 21.11.2009 às 19:13

Não há muitas palavras. E, seguramente, não há palavras originais.
Acho excelente a proposta da criação do espaço que honre o legado do blog.
Um abraço especial, Pedro Correia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 20:20

Recebido e retribuído, Maria do Sol.
Sem imagem de perfil

De Torquato da Luz a 21.11.2009 às 19:18

Não estava à espera de um murro no estômago como esse, hoje, caro Pedro Correia.
O Jorge Ferreira prodigalizou-me provas de amizade que jamais poderei esquecer.
Um abraço emocionado.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.11.2009 às 20:21

Bem sei disso, caro Torquato. Um grande abraço.
Sem imagem de perfil

De Carlos Marto a 21.11.2009 às 20:28

Foi mais um homem de fortes convicções que foi "varrido" pela incerteza da nossa vida. Tive um contacto em 2003, do qual guardo a recordação de uma pessoa como não existem muitas. Não se preocupava com as coisas mesquinhas, mas com o encontrar soluções. Um bem aja.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D