Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




12

por Luís Naves, em 20.01.20

O partido Livre não me interessa, mas foi impossível não reparar no patético espectáculo desta organização, no fim-de-semana, e preocupou-me a subserviência da comunicação social, que neste caso parece incapaz de fazer as perguntas certas. Foi extraordinária a hipocrisia do julgamento conceptual feito em público à deputada do partido, Joacine Katar-Moreira, que disse com toda a franqueza aquilo que os seus inquisidores mereciam ouvir. Este partido inenarrável parece estar agora envolvido num exercício cínico de fritar a deputada em fogo lento: dizem que só um milagre a salva de perder a confiança do partido, mas adiaram a decisão de lhe retirar a confiança. E ninguém pergunta o óbvio: para quê adiar uma decisão que está tomada e que só um milagre muda? A deputada foi eleita pelos votos do povo, não pelo partido, mas foi Rui Tavares (o verdadeiro líder do Livre) quem comentou os factos na RTP, num episódio de manipulação da opinião pública que devia envergonhar os contribuintes. A propósito de comentar as eleições primárias no PSD, Tavares falou mais de dez minutos sobre a tentativa de expulsão da deputada, num tom fariseu e sonso que não enganava ninguém. Joacine foi um instrumento útil para as ambições desta gente, mas perdeu os seus direitos e pode ser lançada aos lobos.


11 comentários

Imagem de perfil

De Maria Oliveira a 20.01.2020 às 10:25

Lançada aos lobos já foi; mas sinceramente ainda não compreendo de onde vem a causa de tudo isto; acho que foi de bestial a besta com a postura que foi tomando , mas também o partido parece- me ter se aproveitado dela e agora descarta-a porque conseguiram o lugarzinho; confesso que esperava algo estrondoso tanto a Joacine como do Livre, mas foram uma desilusão e um fiasco
Imagem de perfil

De jpt a 20.01.2020 às 10:34

Na mouche
Sem imagem de perfil

De Isabel s a 20.01.2020 às 11:25

Tem toda a razão: o livre é uma minudência no panorama político. Não traz nenhum projecto político novo, só serve para utilização oportunista de alguns especialistas em clichês e lugares comuns. Já o PSD é um partido, partido em 2, que não se sabe se não passará também a munudencia, caso o seu líder continue a fazer política como fez nos últimos 2 anos.
Sem imagem de perfil

De zazie a 20.01.2020 às 11:40

Pois, é isso mesmo.

O sonso do Rui Tavares é o Freak Show como as suas máscaras para a carreira e "subvenção garantida".
Fora do circo, tem os media onde a máscara de académico serve melhor.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.01.2020 às 12:25

Os eleitores, no acto eleitoral, são confrontados com os nomes e icons dos Partidos no boletim de voto. Consequentemente os votos são nos dos Partidos.

Em Portugal, no acto eleitoral, ninguém vê uma reprodução do rosto e o nome de nenhum dos candidatos a futuros deputados no boletim de voto pelo que o voto não é atribuível aos candidatos.

A Lei permite que um partido apresente à Assembleia da República o #1 , o #2 ... por aí fora.
Sem imagem de perfil

De zazie a 20.01.2020 às 13:43

Exacto!

E nem existe campanha eleitoral, para não influenciar a pureza da cruzinha certa no icon escolhido, depois de um dia de reflexão abstracta acerca do partido que prefere eleger.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.01.2020 às 01:17

Heheh

lucklucky
Sem imagem de perfil

De Bea a 20.01.2020 às 14:32

penso que tanto Joacine como o Livre estão arrumados. Que termine o triste espectáculo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.01.2020 às 18:24

Rui Tavares o maquiavélico, criou a situação, julgando que as ideias caviar de esquerda davam para votos na sua área, sairam-lhes os "votantes suburbanos" das ex-colónias, isso foi um bofetada nessa matilha caviar.

Parabéns à Joacine que conseguiu representar esses votantes, uma lufada de ar fresco.

A.Vieira
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.01.2020 às 01:22

O Rui Tavares desenha o partido tocando nos pontos importantes para os jornalistas que são da mesma monocultura Marxista.
Logo tem tempo de antena promocional, muita exposição, muitos adjectivos benevolentes, até mesmo os jornalistas copiarem os adjectivos e expressões que o partido emprega.

Isso equivale a muitos votos

lucklucky
Sem imagem de perfil

De Anonimus a 20.01.2020 às 23:41

Quem grita assim não é gaga.

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D