Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pratos do dia (4)

por Paulo Gorjão, em 17.11.09

 

1. Citação

"Principles and rules are intended to provide a thinking man with a frame of reference", Karl von Clausewitz.

2. Uma posta

"Jantares", por Tomás Vasques (Hoje há Conquilhas, 16.11.2009). Por vezes tenho a impressão que a miséria de espírito é inversamente proporcional à miséria de carteira.

3. Em 140 caracteres

"Uma união civil para mim é, repito, o mais adequado. Quanto à adopção não posso concordar", António Nogueira Leite.

Pessoalmente sou a favor do casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, mas muito reticente quanto à adopção. Se no primeiro caso estão apenas em causa os interesses de duas pessoas, no segundo já se envolve os interesses do adoptado. Esse é para mim um debate muito menos maduro do que o primeiro. Naturalmente, necessita de amadurecimento e de tempo.

4. Política internacional

"The Great Wallop", por Niall Ferguson e Moritz Schularick (NYT, 16.11.2009).

5. Edward Lear

Egyptian Sketches.

6. Um livro

 

 

7. A mesma coisa

Tão grave ou tão palerma -- como preferirem -- como a tese da espionagem política é o argumento em sentido contrário de que houve uma gestão política para não prejudicar José Sócrates durante a campanha eleitoral.

8. Conversando com Thomas F. Madden (áudio) 

 

 

9. Harry Kreisler conversando com T. V. Paul (vídeo)

O tema? Armas nucleares e conflito internacional.

10. High Voltage

Vai uma musiquinha...?

11. As melhores fotos da Reuters nas últimas 24 horas

Aqui.

12. Um filme

Surrogates, por exemplo.

13. Entidades reguladoras

O PSD insiste -- e bem -- na apresentação do seu diploma que anteriormente foi chumbado.

14. Manuela Moura Guedes

Haja paciência...


3 comentários

Sem imagem de perfil

De FNV a 17.11.2009 às 00:31

Carl, Paulo.
( sou um fanático dele).
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 17.11.2009 às 00:41

Também. Intemporal.
Sem imagem de perfil

De Carlos Laia a 18.11.2009 às 12:06

O 13º prato é desconcertante: o PR nomear os administradores das entidades reguladoras. "Bem" porquê? A meu ver exemplifica apenas o desacerto em que o PSD tem estado mergulhado. Os meu argumentos:
Em que regime semi-presidencial ou presidencialista isso acontece? Está visto que quando o PR não vem da família do PSD, este deseja que aquele deixe o papel de árbitro que a constituição lhe atribui para passar a ser jogador...Será que acontecerá o mesmo (vontade do PSD mudar a lei) quando o PR vier da família do PS (e já agora com o PSD no poder)?
O exercício da democracia não deve ser alvo de tamanho primarismo político: cada vez que um partido está no poder o outro tenta por via legislativa retirar-lhe o maior número possível de competências...muito embora seja a votação para as legislativas aquelas que no nosso sistema conferem a legitimidade para a acção e não para o arbítrio

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D