Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cool

por Teresa Ribeiro, em 07.11.09

Há muito que pressenti que não seriam só os cremes anti-rugas a facilitar a minha corrida contra o tempo. Nem só os cremes, nem só o ginásio, nem tão-pouco aquela frescura de ideias que é preciso pôr na lapela antes de sair à rua. Para me sentir verdadeiramente engagée neste mundo onde só há lugar para meninas até, vá lá, aos trinta, tenho de ser cool, seja lá o que isso for.

Quando há dias descobri na Única um artigo em que eram entrevistados os responsáveis pelo blogue mais cool do planeta, com um milhão de leitores em todo o mundo, atirei-me à leitura como uma náufraga. E quando cheguei à pergunta Como se define o cool? O que é hoje o cool?, estremeci de expectativa.

Mas Bill Tikos, o criador do blogue Cool Hunters, saiu-se com um decepcionante Oh meu Deus! Isso é uma pergunta difícil. Poderíamos estar aqui dias inteiros a falar sobre isso. Será tudo o que é inovador, diferente, inspirador. Era tudo o que ele tinha para dizer? Fiquei na mesma. Sei lá o que é suficientemente inovador, diferente e inspirador para ser cool?

Mais adiante Laura Demasi, editora de Cool Hunters, acrescentou: O que vocês conhecem em Portugal, eu também conheço em Sidney, Londres e Paris. Estamos todos ligados. As mulheres vestem-se todas de igual, gastam dez mil contos num vestido e continuam iguais a todas as outras. Fiquei, ao menos, a saber que ainda é cool dizer "contos" e que mais vale comprar na Zara que na Stivali, porque sempre se gasta menos e o efeito, pelos vistos, é o mesmo.

Bernardo Mendonça,  que conduziu a entrevista, provavelmente tão necessitado como eu de uma pista esclarecedora, insistiu: "Mas então é cool usarmos as mesmas coisas?" Resposta óbvia: "Não. Quando todos começam a usar o que é considerado cool, as pessoas realmente cool mudam de objectos".

Portanto, isto não é linear. Mas facilita, dizem eles, andar com os olhos bem abertos, enxergar as coisas com um outro olhar, a ver se nos inspiram.

Já a ponderar uma ida ao oftalmologista para fazer um upgrade às minhas lentes e a interrogar-me sobre qual seria a marca mais cool para a armação dos óculos, detive-me na última pergunta que fizeram aos gurus, que até já fazem serviço de consultoria para empresas topo de gama: "Consideram-se pessoas cool?"

Eu não - respondeu o Bill.

Eu também não - respondeu a Laura.

Caí das nuvens, com o look mais uncool que se possa imaginar: boquiaberta, olhos parados, tronco descaído, roupa a pingar de desânimo enfim, nada trendy. Mas o comentário final da Laura é que me levou ao tapete: Esse termo é um pesadelo, disse ela, Chega a ser estúpido.

Como? Estúpido, hem? Até ver, decidi adiar o oftalmologista e concentrar-me em questões culturalmente mais estruturantes, como por exemplo, atirar-me ao Bolaño, que sempre tem mil páginas e tenho de despachar. Ou então - e passei os olhos pela estante enquanto revia os meus conceitos - trocar o Bolaño por alguém que NUNCA MAIS NINGUÉM LEU.

Procurei na prateleira de baixo e descobri-o, exaurido: Tempo para Amar e Tempo para Morrer, um dos romances da minha vida. Soletrei o nome do Remarque com gosto e senti-me subitamente mais rebelde que uma pita na idade do armário. Leitura mais uncool que esta não deve haver. Eh!eh! Mas não sabem o que perdem.

 

(Nota: Portugal está no top 5 dos países que não falam inglês e mais consultam o Cool Hunters)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria a 07.11.2009 às 14:22

Teresa, interessantíssimo o seu texto e muito esclarecedor quanto a essa "grande questão" - "ser ou não ser cool":))
A sério, Teresa, gostei muito, uma crítica "deliciosa" e pertinente.
Agora, veja lá ,Teresa - não diga a muita gente que lê
Erich Maria Remarque -não vá com isso desvendar " the way to be cool":))
Imagem de perfil

De João Carvalho a 07.11.2009 às 14:42

Cool indeed.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 07.11.2009 às 15:32

Cool são os vossos comentários :)
Sem imagem de perfil

De mdsol a 07.11.2009 às 16:02

Gostei mesmo muito Teresa. Seja ou não cool quissonumimportamesmonada.

A propósito, isso de o "mundo onde só há lugar para meninas até, vá lá, aos trinta" é mesmo assim? Balhamedeus que, assim sendo, eu já devo uns anos à terra...

:)))
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 07.11.2009 às 19:14

Então não é, Mdsol? A começar nas empresas que só contratam sub 30 e a acabar nas miúdas de 18 que (já testemunhei) se começam a angustiar porque estão a começar a ficar velhas, é toda uma histeria que me levou a fazer estas contas por alto...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 07.11.2009 às 20:42

Enquanto eu for vivo e lúcido, jamais trocarei a sabedoria de quem calcorreia a vida com os pés pela juventude oca que vive a tomar conta dos pés-de-galinha-de-aviário.
Imagem de perfil

De ariel a 07.11.2009 às 21:55

Teresa, grande post , adorei, absolutamente cool .Mas deixe que lhe diga, meninas até aos trintas? Livra, nem pense, já os passei há uns pares de anos bem largos e só recentemente me começaram a tratar por "senhora". Tive saudades do "menina", mas gostei, senti-me imensamente cool .
:))
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 08.11.2009 às 01:18

Obrigada, Ariel. Essa dos trinta foi só uma premissa. A conclusão do post, baseada nas próprias opiniões dos gurus da coolness, é que tudo isto não passa de uma estupidez :)
Sem imagem de perfil

De fresta fininha a 08.11.2009 às 00:01

Gostava tanto tanto tanto de ser cool ... mas não consigo ! :-(
Sem imagem de perfil

De tamanho impressionante a 08.11.2009 às 01:11

Fresta, se quiser eu ajudo-a a ultrapassar esse problema.

Comentar post



O nosso livro






Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D