Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Papo legal (ou é bonita a festa, pá)

por J.M. Coutinho Ribeiro, em 03.10.09

Consta por aí - que eu não leio jornais, nem blogues, nem coisa que me faça perder mais do que cinco minutos - que houve um golpe-de-estado-institucional por causa de uma coisa de escutas em órgãos de sobreania, de espionagem via internet, que meteu demissões de fidelíssimos assessores à mistura, declarações solenes do PR, resposta violenta do PS à declaração solene, comentários de comentadores que avisavam para coisas más, tal como o fim do regime ou, pelo menos, uma guerra civil latente. Nada. Nada disso. Os lados conflituantes conversaram durante 45 minutos. E disse Sócrates que foi uma conversa "boa". E disse Cavaco também que sim, que a conversa foi "boa". Tudo na maior, portanto, o pessoal preocupou-se à toa, a conversa foi "boa". Coragem, meus amigos. E optimismo. Tudo como dantes. O país? Ora, que interessa isso, quando a conversa é "boa"? Por falar nisso: alguém a escutou?

 

(recordo-me que, em 25 de Maio, no Tribunal de Vila verde, confidenciei a uma colega de profissão, que o caso ia andar assim. Troca de cromos: freeport, BPN, submarinos, Cova da Beira, and so on. O bloco central dos interesses em movimento - uma desgraça.) 


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Chloé a 03.10.2009 às 16:09

O interessante nisto tudo é que o Paulo Portas ainda não percebeu que entrou na cidadela do bloco central, embora continue, compreensivelmente, a encher a boca com o discurso típico do ' outsider '.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 03.10.2009 às 18:08

Se me permite, Chloé , talvez isso aconteça por ter sido parte do bloco central a sair para o PP e não o PP a entrar na cidadela.Talvez assim se explique o alheamento ou a pose de alheamento ...
Sem imagem de perfil

De Chloé a 04.10.2009 às 03:22

Sim, claro, mdsol, a chave está nos resultados eleitorais. Caídos no colo por 2 ou 3 razões, entre as quais um trabalho inteligente. Mas se o P. Portas não tivesse entre mãos os tais 2 dígitos, os submarinos não emergiam justamente nesta altura...
Eu acho um nojo, mas ao mesmo tempo é extraordinariamente esclarecedor.
A agenda política da justiça, ou a farsa da separação de poderes.
Pessoalmente, gostaria de ter visto esta chunguice toda enterrada.
Correu mal...
Sem imagem de perfil

De mdsol a 04.10.2009 às 08:18

Concordo Chloé. De facto, ou as coincidências acontecem em maior número do que em outro qualquer aspecto da vida social, ou a agenda da Justiça foi encontrada perdida numa carruagem de metro ou no meio da rua. E, como diz, aplica-se aos "casos" todos.

Por mim, continuo a bater num ponto, que eu sei ser simples, mas que aplico no caso da Justiça ou noutro... Onde anda a ética profissional, ou o simples profissionalismo de quem habita essas esferas? Recuso-me a "deitar" a culpa toda para a generalização comum "dos políticos". Onde param cidadãos, profissionais, competentes que fazem o que deve ser feito. O que deve e pode ser feito?
Imagem de perfil

De ACCB a 04.10.2009 às 03:23

Isso fez-me lembrar uma canção do Chico Buarque.
:-))

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D