Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Obviamente demita-se

por Leonor Barros, em 29.01.09

Dezassete horas e vinte e nove minutos. Depois da aguardada comunicação da Procuradoria-geral da República espera-se em suspenso a comunicação do Primeiro-Ministro, José Sócrates, a segunda em menos de uma semana.  

Com o país ao rubro pelo alegado envolvimento no caso Freeport, José Sócrates faria bem em demitir-se. Independentemente do resultado das investigações, José Sócrates vê pela terceira vez no mandato o seu nome envolvido em situações menos claras. A suspeita só por si constitui uma quebra de confiança a parte dos seus eleitores, logo a demissão devia ser o caminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


27 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 29.01.2009 às 17:35

Perfeitamente de acordo.
Sem imagem de perfil

De mariahenriques a 10.02.2010 às 13:33

sócrates ao new york times-o sol não traduziu, traduzo eu. http://bit.ly/bBXwIg
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 29.01.2009 às 17:36

Obviamente
Sem imagem de perfil

De camoes a 29.01.2009 às 17:38

A senhora está absolutamente enganada. Nunca uma pessoa com a consciência tranquila se deve demitir. Apareça o primeiro a provar que José Sócrates recebeu dinheiro no caso Freeport. Como ninguém consegue provar nada, a que propósito é que se deve demitir?
Analistas de meia-tijela devem "obviamente demitir-se" de proferir disparates.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 17:44

Deve demitir-se, tal como fez António Vitorino há uns anos, porque o seu bom nome está manchado. A suspeita é suficiente tratando-se do Primeiro-Ministro . É uma questão de hombridade. Se é inocente a justiça prová-lo-á.
Sem imagem de perfil

De camoes a 29.01.2009 às 19:01

Está muito confusa ou com falta de memória. Vitorimo tinha de demitir-se porque cometeu um ilícito. Qual o ilícito de Sócrates?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 19:35

Quando António Vitorino se demitiu era apenas suspeito. E quem é que falou no ilícito de Sócrates? Leia com atenção, a falha de memória parece ser sua, não consegue reter o que lê. Em momento algum eu digo que Sócrates é culpado e que cometeu um ilícito. Hombridade, honestidade e respeito pelos eleitores.
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 29.01.2009 às 17:50

Se cada vez que uma pessoa aparece indiciada por acto ilícito se deve demitir, este país passará a ser governado pela opinião pública.
Bem, eu sei que há excepções... o Dias Loureiro , apesar de ser Conselheiro de Estado, não precisa de se demitir, porque tem a confiança do PR.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 17:53

O Primeiro. Minsitro não é uma pessoa, apenas.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 17:55

Primeiro-Ministro
Sem imagem de perfil

De ana cristina leonardo a 29.01.2009 às 17:55

a ética e a política há muito que andam de costas viradas. nem o PSD quer isso, olhe aqui
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=12&id_news=370562
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 17:58

Infelizmente, Ana Cristina. Esta não é uma questão partidária e eu não nutro simpatia pelo PSD.
Sem imagem de perfil

De rms a 29.01.2009 às 18:08

No que respeita a pontualidade, o nosso primeiro não tem nada a ver com os ingleses (18h10).
Sem imagem de perfil

De Laura a 29.01.2009 às 18:31


Demitir-se?
- cara cronista, isso queria ele!!!
Convenhamos que era um grande favor que lhe caía ao colo (as eleições antecipadas).
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 19:39

Com a oposição que tem seria reeleito sem dúvida
Sem imagem de perfil

De Daniela Major a 29.01.2009 às 19:13

Concordo plenamente. Se isto fosse um país em que os políticos e também grande parte da população não fossem agarrados ao poder...a verdade é que a culpa também é dos eleitores que não exigem a demissão de um primeiro ministro envolvido em situações pouco claras.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 19:36

É fortíssima a cola que agarra políticos à cadeira do poder, Daniela, mais do que a outra que agarrava cientistas ao tecto
Sem imagem de perfil

De Daniel Santos a 29.01.2009 às 19:53

Seguindo a lógica, qualquer pessoa que lhe colocassem o nome em publico com acusações, tinha de se demitir?

Mesmo que essas acusações fossem só em praça pública e não na justiça?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 29.01.2009 às 21:40

Há uma diferença substancial entre qualquer pessoa e o Primeiro-Ministro que deve estar sempre acima de qualquer suspeita. Também como é a terceira vez que Sócrates se vê envolvido em casos obscuros, e pelas razões que já dei, acho que ele se devia demitir.
Sem imagem de perfil

De Daniel Santos a 29.01.2009 às 21:44

não me parece que pelo facto de ser PM, a suspeita ou a falta dela tenha diversos níveis.

Apenas defendo que julgamentos são feitos pela justiça, não acredito que um país seja governado pelo diz que disse.


Imagem de perfil

De Leonor Barros a 30.01.2009 às 10:12

Eu também defendo que os julgamentos são feitos pela justiça. Em momento algum disse que José Sócrates é culpado. A questão é outra. Um Primeiro-Ministro não pode nem deve ter o seu nome envolvido em situações menos claras. Não é o boato do diz-que-disse , o caso está na justiça. Sócrates não é judicialmente suspeito nem arguido mas, como cidadã deste país, reitero que é lamentável que o nome do Primeiro-Ministro surja associado a situações ilícitas. Logo não tem condições políticas para continuar. Continuará obviamente, tal como já foi dito nesta caixa de comentários, os políticos deste país estão agarrados ao poder. Custou-lhes muito a lá chegar, por que razão haviam de se demitir? E ainda há outros que depois de terem feito trafulhices e mentido ao país ainda almejam a altos cargos...
Sem imagem de perfil

De Daniel Santos a 30.01.2009 às 19:30

Para já cumprimentos por este belíssimo momento blogosférico, é esta troca de argumentos e opiniões que tornam este um excelente local.

Volto ao inicio, se não é sequer suspeito e tudo o que existe, bem dos média, não entendo a demissão.

Pode ser que até politicamente a coisa se torne insustentável, mas não acredito numa democracia que deponha governos baseada em cartas anónimas.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 30.01.2009 às 22:02

Obrigada, Daniel, igualmente. A blogosfera deve ser um local da democracia, onde impera a saudável troca de argumentos e opiniões. Infelizmente nem sempre assim e felizmente há excepções. Ora bem, voltando ao que nos opõe. A carta rogatória é explícita: José Sócrates, Primeiro-Ministro de Portugal, é um dos cidadãos sob investigação. Pode não ser oficialmente suspeito ou arguido mas está sob suspeita num caso de corrupção, o que é grave.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 30.01.2009 às 01:34

Claro, Leonor. É essa a diferença entre gente de carácter e de honra, e gente para quem o poder é o mais importante. Sócrates devia demitir-se de imediato, e depois, então, provar a sua inocência. Mas já há poucos assim.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 30.01.2009 às 10:12

Precisamente, Ana.

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D