Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A fonte

por Diogo Noivo, em 09.08.19

É quase enternecedor ver dirigentes do Bloco a zurzir no discurso de ódio e a criticar a violência. Encheria o coração de esperança, não fosse a hipocrisia galopante d@s camarad@s. Sem recuar a passados longínquos, recorde-se que vários dirigentes do partido prestaram vassalagem ideológica a organizações terroristas (como a ETA) e, mais recentemente, olharam com matizes oportunistas para a escalada de violência na Venezuela, país onde um regime de ódio submete a sevícias públicas a própria população. Adoraria conhecer a fonte de descaramento onde esta gente mata a sede.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2019 às 13:43

Nessa manif e contra manif vão estar presentes forças policiais ou vai ser a "comunidade" a zelar pela segurança?
Sem imagem de perfil

De Justiniano a 09.08.2019 às 14:28

Será bastante questionar o deputado Soares sobre o seu entendimento acerca do princípio da não discriminação com base na origem étnica. Especialmente se admite que possa a lei discriminar em função da origem étnica para a obtenção de um benefício. O que nas sociedades racializadas, de onde aquele pretende importar a distopia racializadora, se designa de discriminação positiva pela origem étnica!! Ou seja a admissão de um princípio discriminador que não se funde no direito natural, na natureza das coisas nem advenha da substancia ou objecto funcional da relação jurídica a constituir!!
Esta gente produz racistas e xenófobos a eito!
São personagens como o deputado Soares que me deixam a esperança sem argumentos!!
Perfil Facebook

De Antonio Maria Lamas a 09.08.2019 às 16:38

Ó bálhame Deus, então a "identidade de género" já chegou ao Delito?
"d@s camarad@as"?
Logo hoje que fiz uma reclamação por e-mail à Worten e me responderam
" Olá bem vind@ à Worten.
Eu que nem me chamo Bemvinda nem gosto dos gelados Olá, só do SAntini.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2019 às 21:49

Tandem Ibérico : Bloco de Esterco aqui e Basura Podemos além-Caia - mas ambos estritamente seguidistas da voz do dono...
E outra coisa em comum : a atracção ( quase fatal ) pelo "Imobiliário"...


JSP
Perfil Facebook

De Antonio Vaz a 10.08.2019 às 19:37

Diogo Noivo, não faço ideia porque raio «Adoraria conhecer a fonte de descaramento onde esta gente (os tais «dirigentes do Bloco») mata a sede» - deduzo que não seja para ir até lá também (à tal «fonte de descaramento») "matar a sede"....
Mas essa até nem será a minha Grande Questão!
É sabido - embora não abertamente declarado! - que a vasta maioria dos que têm o que se pode diagnosticar como algo como, um ódiozinho de estimação ao «Bloco», que o que mais lhes "incomoda" nele, é aquela mania que eles têm de insistir em "temas fracturantes" - enfim, essas "coisas" típicas da "esquerda caviar"! - onde até, naturalmente, surge a questão do "discurso de ódio" que, ainda hoje, parece incomodar muita gente que, se beberam na tal «fonte» que V. «Adoraria conhecer», dá-lhes para "bonifacites", se não, dá-lhes para - por exemplo, como aqui alguém - descobrir a possibilidade de «a lei discriminar em função da origem étnica para a obtenção de um benefício»... pelo que deduzo que V. até 1) faça parte dos que acham uma aberração o «discurso de ódio» de que fala o «dirigentes dos Bloco» - nota a haver erro na construção gramatical declino, evidentemente, qualquer responsabilidade!; 2) não tenha qualquer dúvida de que o «dirigentes do Bloco» até honestamente, também ache uma aberração o «discurso de ódio» e, por fim, 3) que afinal o que o separa dele, é apenas a 2.a parte da sua suposta "questão moral": «enternecedor ver dirigentes do Bloco (...) a criticar a violência»?!?
Desconheço factos e V. até nem quis apresentar qualquer prova, do que os acusa: «vários dirigentes do partido prestaram vassalagem ideológica a organizações terroristas (como a ETA) e, mais recentemente, olharam com matizes oportunistas para a escalada de violência na Venezuela, país onde um regime de ódio submete a sevícias públicas a própria população» mas a questão da violência é sobejamente conhecida por desde sempre ter várias nuances semânticas... um exemplo? Há quem esteja contra a «violência» de um «regime de ódio (que) submete a sevícias públicas a própria população» mas ponha uma pala para não ver as tentativas de golpes de estado, as sanções de todo o tipo de ordem a que desde há muito foram sujeitos e isto, para já para falar de uma oposição a que descaramento nunca lhe faltou - só não é a mais "violenta" de todas as oposições que existem porque a da Síria, por uns anos até a conseguiu superar: sabe quem é Enzo Franchini Oliveros? E Orlando Figuera? Esse é um pequeno exemplo do que ela é. E não adianta «especular sobre o que faria a extrema-esquerda se o reconhecimento de Guaidó não constasse do voto» é que, de facto, «o reconhecimento de Guaidó» constava «do voto» e, claro, a "proposta" do PS era apenas a versão "semântica" que permitiu ao BE abster-se mas não conseguiu "enternecer" a CDU

Comentar post



O nosso livro



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D