Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Todas as horas de um homem

por Pedro Correia, em 14.04.17

«Morrer por uma religião é mais simples do que vivê-la com plenitude; lutar em Éfeso contra as feras é menos duro (milhares de mártires obscuros o fizeram) que ser Paulo, servo de Jesus Cristo; um acto é menos que todas as horas de um homem.»

Jorge Luis Borges, O Aleph

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De isa a 14.04.2017 às 22:56

Pois eu diria que "todas as horas de um homem" ou mulher se resumem a conjuntos de actos, assim sendo, basta um acto para "estragar", todas as horas de um homem... ou mulher (esporadicamente)

Já agora, aproveito para dizer ao WW que só hoje vi o comentário que deixou ao meu, um bocadinho tarde, 4 dias depois mas, deixei hoje a resposta. Nem sempre voltamos atrás e, depois até pode parecer desinteresse em responder, coisa que não faz parte dos meus actos
http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/da-igualdade-e-da-liberdade-9196728
Sem imagem de perfil

De isa a 15.04.2017 às 12:18

Boa Páscoa mas, há por aí uns "autoproclamados" cristãos que nem se comparam a anarquistas, em vez de obedecerem a Deus, obedecem... a outros "interesses"

Deixo umas frases que, geralmente, não gosto de traduzir para não as estragar porque a língua portuguesa é muito traiçoeira

"A state of perfection is a state where there is no power of man over man, that is to say, anarchy. The Kingdom of God is freedom and the absence of such power... the Kingdom of God is anarchy". ~ Nikolai Berdyaev

"Jesus' commandment never wishes to destroy life, but rather to preserve, strengthen, and heal life". ~ Dietrich Bonhoeffer

"Jesus Christ was the supreme example of authentic anarchy — the creative non-violent anarchist par excellence — working not from the top down, but from the bottom up with the poor, and the poorest of the poor, to empower people and enable them to realize their potential, as men and women made in the images of God." ~ Dave Andrews

"It would seem inevitable that we must repudiate one of the two, either Christianity is love of God and one's neighbor, or the State with its armies and wars." ~ Leo Tolstoy

"Anarchism is voluntary cooperation for good, with the right of secession. A Christian anarchist is therefore one who turns the other cheek, overturns the tables of the moneychangers, and does not need a cop to tell him how to behave. A Christian anarchist does not depend upon bullets or ballots to achieve his ideal; he achieves that ideal daily by the One-Man Revolution with which he faces a decadent, confused, and dying world." Ammon Hennacy

"We really can’t change the world. We really can’t change other people!
The best we can do is to start a few thinking here and there." Ammon Hennacy

https://www.youtube.com/watch?v=YTAhC3abq0E
Sem imagem de perfil

De sampy a 15.04.2017 às 02:11

Jorge Luis Borges, O Aleph
Otto Dietrich zur Linde
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 15.04.2017 às 08:39

«Tem-se dito que todos os homens nascem aristotélicos ou platónicos. Isto equivale a declarar que não há debate de carácter abstracto que não seja um momento de polémica entre Aristóteles e Platão. Através dos séculos e latitudes, mudam os nomes, os dialectos, as faces, mas não os eternos antagonistas.»
Idem, ibidem.
Sem imagem de perfil

De sampy a 15.04.2017 às 09:17

A diferença que faz o contexto...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.04.2017 às 12:55

"Morrer por uma religião é mais simples do que vivê-la com plenitude"
Nada mais acertado. Todas as horas de um homem que escolhe a forma mais simples de pregar o seu evangelho, no fim, resumir-se- hão apenas a horas mortas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.04.2017 às 12:57

"Morrer por uma religião é mais simples do que vivê-la com plenitude"
Infelizmente esta é uma legenda cada vez mais actual. Uma legenda que podemos colar, desde logo, aos terroristas do Daesh.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.04.2017 às 13:04

Anonimizei-me. Peço desculpa.
Na verdade foi esse o primeiro pensamento que tive.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.04.2017 às 13:06

Ah, olá Dulce. Sintonia, uma vez mais.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D