Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ler

por Pedro Correia, em 21.10.17

O que fazer quando tudo arde? Da Sónia Morais Santos, no Cocó na Fralda.

Sobre mim, a propósito de outros. Do Henrique Pereira dos Santos, no Corta-Fitas.

Quem foi, quem foi... De Ricardo Campelo de Magalhães, n' O Insurgente.

Temos noção de que vai voltar a acontecer. Do Luís Novaes Tito, n' A Barbearia do Senhor Luís.

Incompetência política e incompetência técnica. De José Guinote, no Vias de Facto.

Magistratura presidencial. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

A ministra que saiu depois das primeiras chuvas. De J. Manuel Cordeiro, no Aventar.

O governo inútil. Do Alexandre Borges, no 31 da Armada.

Uma questão de prioridades. De Graça Canto Moniz, n' O Insurgente.

Incêndios: Espanha nas ruas, Portugal no sofá. Do Robinson Keane, no Não é Que Não Houvesse...

À sua procura. De Carla Romualdo, no Aventar.

Sodona Madonna. Do João Lisboa, no Provas de Contacto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que se escreve na Catalunha

por Pedro Correia, em 10.10.17

1507590581135[1].jpg

 

Do editorial do El Periódico, intitulado Não em nosso nome:

«Se hoje for consumada a declaração de independência, será o apogeu de uma irresponsabilidade histórica que produzirá efeitos gravíssimos no autogoverno e é de recear que também na convivência da Catalunha. Com a falsa dicotomia entre a legalidade constitucional e estatutária, por um lado, e a legitimidade política, por outro, o independentismo embarcou na Catalunha numa travessia que vulnerabiliza o ordenamento legal vigente sem sequer conseguir a legitimidade de um maciço apoio popular. Sem necessidade de invocar os dados de 1 de Outubro (é óbvio, desde esse mesmo dia, que o referendo não cumpriu nenhuma garantia democrática e que, portanto, não pode funcionar como aval de nenhuma decisão política), o bloco independentista, ainda que maioritário em número de lugares no Parlamento, não representa sequer metade dos catalães.»

 

img_bmartinezg_20171010-004453_imagenes_lv_otras_f

 

Do editorial do La Vanguardia, intitulado A hora da verdade:

«A opção independentista não é hegemónica na Catalunha. Já o sabíamos há muito, e também desde o 27 de Setembro [de 2015], que produziu no Parlamento uma maioria soberanista, mas não em votos. E ficou confirmado nas ruas este domingo, durante a manifestação convocada pela Sociedade Civil Catalã, que superou todas as previsões. A independência, que parte ao meio a sociedade catalã, terá além disso efeitos negativos na economia, como se comprovou na semana passada com as transferências das sedes do Banc Sabadell, da CaixaBank, da Gas Natural ou da Agbar. (...) Uma a uma, vão partindo grandes, médias e pequenas empresas. (...) E, ainda que algum dia regressem, neste momento a Catalunha transmite ao mundo uma imagem suicida.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler (sobre a Catalunha)

por Pedro Correia, em 30.09.17

 

El Diario: declaração unilateral de independência divide Governo de Barcelona. 

 

El Mundo: anti-separatistas saíram enfim à rua: "Todos somos Espanha!"

 

El Confidencial: o inventor do slogan "Espanha rouba-nos" está desencantado.

 

El País: Vale de Arán quer ser independente de uma Catalunha independente.

 

El Periódico: 50 personalidades espanholas pronunciam-se sobre a questão catalã.

 

El Español: urnas eleitorais made in China invadem Catalunha a cinco euros cada.

 

ABC: como o ex-presidente espanhol Manuel Azaña viveu a crise catalã nos anos 30.

 

El Mundo: o dia em que a Catalunha se separou de Espanha.

 

La Vanguardia: Joan Manuel Serrat reage aos que agora lhe chamam "fascista".

 

Raúl del Pozo: "Vamos presenciar uma sessão arruaceira do teatro do absurdo."

 

Fernando Savater: "Um referendo em que uns se elegem a si mesmos para repartir o que é de todos."

 

Ignacio Camacho: "A vitória política do Governo face aos soberanistas tem de ser clara."

 

Félix Ovejero: "O nacionalismo devia ser combatido como o machismo ou o racismo."

 

Mario Vargas Llosa: "Todo o nacionalismo foi sempre uma catastrófica epidemia para os povos."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lápis azul é coisa de meninos

por Pedro Correia, em 05.09.17

«As redes sociais denunciaram um caderno de exercícios da Porto Editora em que as meninas são tratadas de maneira diferente dos meninos, nas cores, no imaginário e no grau de dificuldade. As redes sociais são uma espécie de amplificador de som que ninguém ousa contrariar. Nem sequer - ficámos agora a saber - o Governo, que não hesitou em abrir o mais grave precedente de que há memória no pós 25 de Abril de 1974 da censura. Em pouco mais de 24 horas, sem comparação e sem reflexão aprofundada, nem tão pouco debate, recomendou a retirada dos cadernos do mercado editorial. Como se a questão da liberdade de género se resolvesse com o regresso ao lápis azul. Eis a política da preguiça.»

Helena Teixeira da Silva, no Jornal de Notícias (27 de Agosto)

 

«Uma editora publicou um bloco de actividades em duas versões, um para meninos e outro para meninas. Foi também fortemente criticada nas redes sociais - que é um tabefe de que ninguém está livre - e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género com um piquinho de azul no lápis, que é coisa própria de meninos, recomendou a retirada dos livros do mercado por terem estereótipos de género. A patrulha da igualdade do governo devia saber que censurar é pior do que colocar à venda versões distintas da mesma coisa.»

Fernanda Cachão, no Correio da Manhã (29 de Agosto)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 01.09.17

 

Balsemão, um príncipe do jornalismo. E da política. De Maria João Avillez, no Observador.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 25.08.17

 

A prevenção nos fogos florestais. De João M. A. Soares, no Público.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 18.08.17

 

La tarde en que vimos el suelo de Las Ramblas. De Juan Soto Ivars, no El Confidencial.

Las tres duras lecciones que deja el atentado de Las Ramblas. De Jason Burke, no El Diario.es

Llorar no es suficiente. De Rosa Díez, no El Español.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 16.08.17

 

Não precisamos de um pseudo D. Dinis. De Rui Ramos, no Observador.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 12.08.17

A tragédia da avioneta. Da Ana Garcia Martins, n' A Pipoca Mais Doce.

Avioneta, piloto, pai da criança e os julgamentos sumários do costume (a que não me acostumo).  Da Sónia Morais Santos, no Cocó na Fralda.

Das epifanias. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Tatoo you. Do Filipe Nunes Vicente, na Má Consciência.

As nadadoras-salvadoras de Gijón. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Os pirosos. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

Dos clássicos. Do João Marchante, no Eternas Saudades do Futuro.

Os discos e a tuberculose. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

É preciso mais coragem para ir ou para ficar? Da Psicogata, na Língua Afiada.

Não queiras para os outros... Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

Maduro e a revolução bolivariana. Os caminhos negros do poder absoluto e da repressão. De José Guinote, no Vias de Facto.

Eu ainda sou do tempo em que a França era um país respeitável. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

Aos 20, celebra-se o fim da adolescência. E a vida é o que fazemos dela. Do Miguel Marujo, na Cibertúlia.

A cara que Deus nos negou. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 04.08.17

 

Quem cassa algumas carteiras de pseudo-jornalistas? Da Graça Franco, na Rádio Renascença.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 31.07.17

 

Segredo de injustiça. De António Barreto, no Diário de Notícias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 30.07.17

Grande jornalismo (no sentido da extensão). Do Paulo Guinote, n' O Meu Quintal.

A questão da habitação. De Ana Santos, no Ladrões de Bicicletas.

Ladies and gentlemen. De Júlio, na Aspirina B.

A compreensão é lenta. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Se Marx ressuscitasse. De José Carlos Alexandre, n' A Destreza das Dúvidas.

Brincar ao comunismo. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

Nunca o terror foi tão longe como em Shoah. Do Carlos Natálio, em Ordet.

Nunca saí do liceu. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Bem-vindos à Damaia. Do Carlos Guimarães Pinto, n' O Insurgente.

O Verão Kodachrome. Da Carla Maia de Almeida, n' O Jardim Assombrado.

Personagens de férias. De Maria do Rosário Pedreira, no Horas Extraordinárias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 08.07.17

O ambiente geral. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

Fogos políticos. Do José Meireles Graça, no Gremlin Literário.

Demitam-se. Do Eduardo Louro, na Quinta Emenda.

O cerco. De Jorge Manuel Cordeiro, no Aventar.

Não vale a pena discutir com pessoas malucas. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

O espantalho, o amigo do espantalho e a captura do Estado. De Henrique Pereira dos Santos, no Corta-Fitas.

Comissão de inquérito à falência da Santa Casa. De João Miranda, no Blasfémias.

A conversão reformista. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Rotherhithe. De Luís Gaspar, n' A Destreza das Dúvidas.

Sturm und Drang. De Sérgio Barreto Costa, no Blasfémias.

"A escolha do silêncio". De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

A atracção dos fatos. De Francisco Miguel Valada, no Aventar.

Um homem inteiro e livre. De José Maria Montenegro, n' O Palacete.

[Prosa sem bússola nem destino]. Do Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 01.07.17

«Continua o Estado português por fazer o cadastro que nunca foi capaz de realizar no norte do País desde a Maria da Fonte nos idos de 1840 e tal. Do mesmo modo, também nunca foi contemplado o sistemático abandono dos campos devido à corrente ininterrupta de emigração rural, ao ponto de hoje se ignorarem os donos de muitos terrenos ardidos e de ninguém ou muito poucos pagarem imposto fundiário.»

 

«A fileira do eucalipto tem hoje um volume de negócios de 2 mil milhões de euros e constitui, segundo a indústria, uma fonte de rendimento para mais de 400.000 proprietários privados e vários milhares de empregados. Quanto ao detestado "grupo Portucel", é o segundo maior exportador nacional, com mais de mil milhões de euros vendidos no mundo inteiro, do qual não há governo que não se sirva.»

 

«A machadada final numa reforma florestal realmente moderna foi dada pelo governo Sócrates ao adoptar a actual legislação que pôs toda a ênfase no combate ao crescente número de incêndios e de áreas ardidas, em vez de ter dado a prioridade, como devia, à prevenção desses incêndios. O resultado foi que, enquanto todos os países da UE têm visto diminuir as áreas ardidas, Portugal é o único onde elas continuam a aumentar

 

Tudo como dantes (ou pior). De Manuel Villaverde Cabral, no Observador.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 21.06.17

Pedrógão Grande e a segurança interna. De Bruno Santos, no Aventar.

Incêndios: um debate esclarecedor. De José Guinote, no Vias de Facto.

Da responsabilidade moral e da irresponsabilidade. De Henrique Pereira dos Santos, no Corta-Fitas.

Porquê? Do Maurício Barra, no Grande Hotel.

Porquê? De José Simões, no Der Terrorist.

Pedrógão Grande - lista de perguntas. De João Miranda, no Blasfémias.

A República dos Eucaliptos. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

11 anos e 1 um mês depois. De Carlos Guimarães Pinto, n' O Insurgente.

E depois da tragédia. De João Mendes, no Aventar.

As tragédias. De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

Não estiveram no terreno, não fazem ideia... Da Marisa, no This is Not Simply a a Methaphore.

Bombeiros, heróis, nada menos do que isso. De João Ferreira Dias, n' A Morada dos Dias.

Viver Pedrógão Grande a 10.000km. De Beatriz Canas Mendes, no Procrastinar Também é Viver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 19.06.17

O fogo. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Portucaliptal (15) - Floresta assassina. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Ordenamento do território: como vai ser daqui para a frente. De Dutilleul, no Passa Paredes.

As notícias e as coisas. De José Gabriel, no Aventar.

A morte do escritor. Do Eremita, no Ouriquense.

Hoje Estarás Comigo no Paraíso. Da Maria João Caetano, n' A Gata Christie.

Bad of Roses (1933) de Gregory La Cava. Do Carlos Natálio, no Ordet.

Crescimento infinito e todos a comer em pedrinhas. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Peep show. De José Ricardo Costa, no Ponteiros Parados.

Em nome do pai. Da Vânia Custódio, na Caixa de Segredos.

Os pobres do Alçada. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

A bola. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

Nos 50 anos da Guerra dos Seis Dias. Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 22.05.17

O País do Futuro. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Agora Marcelo Caetano. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Laicidade. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Valha-me Nossa Senhora da Geringonça. Da Lina Santos, no Quem Sai aos Seus.

O silêncio de Francisco. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Caminhos. Da Sónia Morais Santos, no Cocó na Fralda.

Das conversas em corpo e alma. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Uma crónica usando o template do Fernando Alves. De Vítor Cunha, no Blasfémias.

Do alheamento. Da Vânia Custódio, na Caixa dos Segredos.

O pó da fivela. De Carla Romualdo, no Aventar.

Maias da Madeira. De Maria Carvalho, no Dias com Árvores.

A diversidade da Gardunha. Do Eduardo Saraiva, n' O Andarilho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 03.05.17

 

Pourquoi Marine Le Pen peut gagner (e pourquoi il faut le dire). De François Durpaire, no Libération.

 

Quien es Marine Le Pen? De Christine Ockrent, no El País.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 30.04.17

Júdice, mestre do insulogio. De Sérgio Barreto Costa, no Blasfémias.

Não havia necessidade. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

No Camboja. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

Diário de um psicólogo (34). Do Filipe Nunes Vicente, na Depressão Colectiva.

Poetas e gente dessa. Da Eugénia de Vasconcellos, na Cabeça de Cão.

Maria Helena da Rocha Pereira. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

A educação do cidadão no século XXI. De Helena Damião, no De Rerum Natura.

Estou farta. Da Ana Matos Pires, na Jugular.

Efeméride. Do José Meireles Graça, no Gremlin Literário.

Os militares no 25 de Abril. Do José Pimentel Teixeira, n' O Flávio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 13.04.17

O estado dos cientistas. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

Guia de tipos de posts do Facebook. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Amizade. De Maria do Rosário Pedreira, no Horas Extraordinárias.

Se eu soubesse como se dá um beijo. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Sobre esferas. Do Luís Robalo, no Redondo Vocábulo.

Menina e Meças. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

Finalistas. Do Henrique Fialho, na Antologia do Esquecimento.

As 25 fotos da Argentina que mais me marcaram. De João Freitas Farinha.

Um dia vou descobrir. Do Nelson Reprezas, no Espumadamente.

O futuro mesmo ali à esquina. Da Vanita, na Caixa dos Segredos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 20.03.17

 

O comentador de “direita”: uma profissão de futuro. De Alberto Gonçalves, no Observador.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Garra, criatividade e dinamismo

por Pedro Correia, em 17.03.17

 

Uma bela homenagem da Sónia Morais Santos à nossa Francisca.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 10.03.17

O misterioso caso do desaparecimento de Portugal. Do Alexandre Borges, no 31 da Armada.

Nova Portugalidade Summit. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

O livro. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Em desuso. De Maria do Rosário Pedreira, no Horas Extraordinárias.

Fraquezas. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

O melhor conselho que alguma vez vos poderei dar. Da Vanita, na Caixa dos Segredos.

Zip Zita. De Marina Tadeu, no Boquinhado.

Da nudez. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

O Pianista. Do Henrique Fialho, na Antologia do Esquecimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 20.02.17

Premiar o homicídio premeditado. Da Carla Hilário Quevedo, na Bomba Inteligente.

Desobedecer. De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

Das boas ideias. Da Daniela Major, no Aventar.

Trabalhos forçados. Da Zélia Parreira, no Açúcar Amarelo.

Em bicos-de-pés. Da Vanita, na Caixa dos Segredos.

O segredo da felicidade. Da Maria João Caetano, n' A Gata Christie.

Trovoada. De Ana Cássia Rebelo, na Ana de Amsterdam.

Choupos. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Mar alto, rodeada por golfinhos. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 12.02.17

Plano Nacional de Leitura. Do Rodrigo Adão da Fonseca, n' O Insurgente.

O medo. Do Pedro Rolo Duarte.

Salvar o mundo pela tesoura. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

O Brasil que aí vem. De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

A cidade de Ontem. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Passavam quinze minutos do meio-dia. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Fernanda. De Ana Moreno, no Aventar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 17.01.17

Mário Soares, um esboço biográfico (parte 1). De Vasco Pulido Valente, no Observador.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 15.01.17

Tempo novo para os reformados. De Carlos Guimarães Pinto, n' O Insurgente.

Chegou o frio, televisões. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Jornalismo de merda. Do Luís Novaes Tito, n' A Barbearia do Senhor Luís.

A velha ignorância. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

Así que pasen cinco años. De Francisco Miguel Valada, no Aventar.

Saudade, poesia... au tempos des amours mortes. Do Nelson Reprezas, no Espumadamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 10.12.16

Cuba, outra vez. Do Pedro Rolo Duarte.

Na despedida de Fidel. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Fidel e três cronistas de esquerda portugueses. Do Eremita, no Ouriquense.

Da série "Espuma dos Dias". De João Mário Ferreira de Almeida, na Quarta República.

Os Filipes e nós. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

Cila e Caribdis. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Há setenta e cinco anos. De Helena Araújo, n' A Destreza das Dúvidas.

A cobra. De Sérgio Barreto Costa, no Malomil.

Amor Cão. Da Eugénia de Vasconcellos, na Cabeça de Cão.

Animais nocturnos. De Alexandre Andrade, no Cinéfilo Preguiçoso

Sigo direito. De Carlos Natálio, no Ordet.

Retornado. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Vê lá no que te metes, ó Academia! De Fernando Venâncio, no Aventar.

Capela do Rato: João que chora, João que ri. Do Henrique Monteiro, no Escrever é Triste.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 03.12.16

 

De la energía nuclear a la moringa, los proyectos inacabados de Fidel Castro

 

Despedido "como un perro" por ironizar sobre Fidel Castro

 

Estudiantes de periodismo acorralaron a Fidel Castro en una reunión secreta en 1987

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 25.11.16

Avenida da Liberdade, 266. Da Maria João Caetano, n' A Gata Christie.

Adeus, Diário de Notícias. Da Sónia Morais Santos, no Cocó na Fralda.

A insustentável insolvência da memória. Do Pedro Rolo Duarte.

O escaravelho e a Via Láctea. Da Eugénia de Vasconcellos, no Escrever é Triste.

O tempo e o lamento. De Dária, no Toda a Gente e Ninguém.

Um país de malucos ou uma agenda mediática para nos enlouquecer? De Rui Monteiro, n' A Insustentável Leveza de Liedson.

A Igreja Católica em Moçambique em novo livro de José Luzia. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

Lendo nas estrelas (Michelin). Do Duarte Calvão, na Mesa Marcada.

Leonard Cohen - You Want It Darker. De Manuel Morgado, na Time Out Lx.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 19.11.16

Intelectuais mas idiotas. De Nassim Taleb.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 22.10.16

Alguns factos sobre a proposta de Orçamento de Estado. De André Lamas Leite, n' A Destreza das Dúvidas.

Segurança Social: a profundidade das medidas mediáticas. De Margarida Corrêa de Aguiar, na Quarta República.

Ligeirinho, assim como uma manada de bisontes. De Miguel Noronha, n' O Insurgente.

Bandeira da esquerda. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Salários na banca: tudo tem limites. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

O Fundo Santos Silva. De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Aí, Valente! De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Orgulho e desvanecimento. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

A minha educação religiosa. De João Viegas, no Vias de Facto.

Vício solitário. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

Salão de fumo. Da Alexandra G, no Imprecisões.

O que ando a ler. De Maria do Rosário Pedreira, no Horas Extraordinárias.

Julieta (2016) de Pedro Almodóvar. De Carlos Natálio, no Ordet.

Táxi. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

Mais um Até Breve! Na Chic' Ana.

Cruzei-me com os olhos da minha avó. Do António Fernando Nabais, no Aventar.

Não nos ensinam a falar ao pé da morte. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 09.10.16

Sabes que já é Outono. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Praxe. Do Filipe Nunes Vicente, no Nada os Dispõe à Acção.

Romanos. Do José Pimentel Teixeira, no Courelas.

André Gide, o contemporâneo capital. De Júlio de Magalhães, no Do Médio-Oriente e Afins.

Indigno. Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

Os raros poliglotas da Casa Branca. De A. Teixeira, no Herdeiro de Aécio.

Magistratura presidencial. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Pensões mínimas, justiça social e ética financeira... De Margarida Corrêa de Aguiar, na Quarta República.

Já só há dinheiro para salários. De Luís Moreira, na Banda Larga.

Motivos para criar um blogue. Da Sara, no Sar(a)casticamente.

Like. Don t like. Do Pedro Rolo Duarte.

So hard, yet, too soft. Da Alexandra G, no Imprecisões.

Como não amar? De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 20.09.16

O apogeu social do idiota. De Bruno Santos, no Aventar.

A austeridade que mata. De Mário Amorim Lopes, n' O Insurgente

Keynes e os keynesianeiros saloios. De Pinho Cardao, na Quarta República.

A falácia do imposto sobre o património dos "ricos". De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Sem razoes para festejar. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Afinal, o problema era a dinamica. De Suzana Toscano, na Quarta República.

O ministério das Finanças. Do Francisco José Viegas. n' A Origem das Espécies.

"E o trono é do charlatao". De Carla Romualdo, no Aventar.

Breves notas quenianas (1). Da Helena Ferro de Gouveia, na Domadora de Camaleoes.

Memória breve de ruína em ruína. Do Pedro Rolo Duarte.

É preciso sempre recomeçar. De José Carlos Alexandre, n' A Destreza das Dúvidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 11.09.16

Afinal, o problema era a dinâmica. De Suzana Toscano, na Quarta República.

Postal da Festa do Avante (único). De Elisabete Figueiredo, no Aventar.

Onde isto já vai! Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

Ando cada vez mais impressionada com a falta de espelhos que abunda no mundo. Da Marisa Silva, no This is Not Simply a Metaphore.

Sobre livros e outras coisas. Da Alice Alfazema.

Um mês na Tailândia em palavras simples (e aleatórias q. b.). De Beatriz Canas Mendes, no Procrastinar Também é Viver.

Ao Sul. De Carla Romualdo, no Aventar.

A amizade é uma coisa mariquinhas. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Sagrado Coração, a vida é uma coisa, o amor é outra. Da Eugénia de Vasconcellos, na Cabeça de Cão.

Pensar bem. De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 03.09.16

Assusta e ilumina. Do Pedro Rolo Duarte.

As origens da pobreza. De Carlos Guimarães Pinto, n' O Insurgente.

Asli Erdogan. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Contra a corrente. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

A República vai de "burquíni". De André Lamas Leite, n' A Destreza das Dúvidas.

Que lindo tecido que aí tens. De Vítor Cunha, no Blasfémias.

A direita da esquerda. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Coches mereciam melhor e quem os quer ver também. De Margarida Corrêa de Aguiar, na Quarta República.

Errar nas apostas. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

Dez erros ortográficos que fazem comichão. De Guilherme Duarte, no Por Falar Noutra Coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 20.08.16

Convites para a bola. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Fogo real, protecção virtual. De Pinho Cardão, na Quarta República.

Trabalho de casa. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

O rei do spin. De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

Operação Stop. Do José Meireles Graça, no Gremlin Literário.

Google it. Do Rodrigo Moita de Deus, no 31 da Armada.

Os incêndios e a omissão de auxílio. De Margarida Corrêa de Aguiar, na Quarta República.

Amigos do peito. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

Diga "expectativa"! De António Fernando Nabais, no Aventar.

Juro que não é embirranço... De J. Manuel Cordeiro, no Aventar.

12 Mandamentos para os próximos dias. Do Pedro Rolo Duarte.

Agosto. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

Se não publicas nada no Facebook não tens vida. Da Kikas, no Crónicas de uma Menina da Mamã.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 31.07.16

A Europa e a Turquia, agora. Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

O ruído do tempo. De Sofia Loureiro dos Santos, no Defender o Quadrado.

Roubos e derrubes. De Mafalda Pratas, n ' A Destreza das Dúvidas.

O novo herói português. De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Memórias dum Chefe de Gabinete, de Tomás da Fonseca. De António Araújo, no Malomil.

A gorda do Texas. Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

Calem-se! Do Pedro Rolo Duarte.

Desta praga não nos livramos. Da Joana Lopes, no Entre as Brumas da Memória.

As good as it gets. Da Maria João Caetano, n' A Gata Christie.

Spielberg - a herança de Disney. Do João Lopes, no Sound+Vision.

Tu mereces que Alvalade grite o teu nome, Rui. Do Cherba, na Tasca do Cherba.

Sonho de uma noite de Verão. Da Helena Ferro de Gouveia, no És a Nossa Fé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De blogue em blogue

por Pedro Correia, em 14.07.16

Um novo blogue assinado por Catarina e Vânia. Que nos fala de um problema grave e que continua muito escondido: a anorexia.

 

É Literal: Filipe Nunes Vicente cada vez mais virado para a poesia.

 

Blog da Grupa: boa gente reunida numa nova, colorida e divertida iniciativa blogosférica. Lá está também a nossa Helena Sacadura Cabral.

 

Parabéns ao Luís Novaes Tito, que abriu a sua Barbearia faz hoje nove anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Brexit: a blogosfera em revista

por Pedro Correia, em 07.07.16

Dia triste para a UE. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Onde estávamos no dia do Brexit. Do João Pedro Pimenta, n' A Ágora.

51,9% vs 51,44%. Do Luís Aguiar-Conraria, n' A Destreza das Dúvidas.

Brexit. Do Filipe Nunes Vicente, no Literal.

Brexit - alerta máximo. Do Miguel Serras Pereira, no Vias de Facto.

Notas sobre o Brexit. Da Daniela Major, no Aventar.

Algumas notas sobre o referendo britânico. De Miguel Botelho Moniz, n' O Insurgente.

Bye, bye! De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

E agora, love? Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

Como é que se diz depois queixem-se em inglês? De João Rodrigues, no Ladrões de Bicicletas.

O melhor do que aí vem não será melhor do que o pior do que aí está. De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 06.06.16

Gostaria de ter dito isto. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Escola pública, direitos privados. Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

O estado das artes. De Miguel Valle de Figueiredo, no Courelas.

Jornalismo. Da Maria Teixeira Alves, no Corta-Fitas.

Dizer merdas. Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

A publicidade enganosa nos canais livres. De Psicogata, na Língua Afiada.

O meu 25 de Abril. Da Eugénia de Vasconcellos, no Cabeça de Cão.

O meu tio emprestado. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

A famosa feira do Livro de Lisboa. De Torcato, no Lorpa-quase-erudito.

Clarice Expector. Do Ricardo António Alves, na Abencerragem.

Não se vive impunemente, não se escreve impunemente. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 12.05.16

Uma escuta telefónica. De Vítor Cunha, no Blasfémias.

Família. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

BN. De Maria do Rosário Pedreira, no Horas Extraordinárias.

Da (falta de) educação. Do Carlos Azevedo, n' O Amor, Única Luz do Mundo.

Da Pedreira dos Húngaros ao Restelo. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

"Tomara que caia". De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Algumas notas sobre Eurípedes, bofetadas e cultura democrática. De Tatiana Faia, na Enfermaria 6.

Moçambique, aliás Mozambique. De Eduardo Pitta, no Da Literatura.

Fazer as pazes com o passado. Do Sr. Solitário.

Pó enamorado. Da Carla Romualdo, no Aventar.

Por quanta beleza em teus olhos viram. De António de Araújo, no Malomil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 26.04.16

«Me invadió la tristeza y la angustia de asistir a la larga y dolorosa decadencia de un oficio ejercido con alma. La misma angustia de mi gente: los periodistas que han hecho grande el diario y que ahora sólo pueden - sólo podemos - pedir que se nos despida con la dignidad que merecemos.»

Lucía Méndez, "La dignidad de mi gente", no El Mundo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 19.04.16

Os governos e as crises. De Francisco Seixas da Costa, no Duas ou Três Coisas.

Facebook, ou lá o que é. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

As putas do Panamá. Do José Meireles Graça, no Gremlin Literário.

Antologia da demagogia política. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Das propriedades mecânicas dos materiais. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Dos fundamentos democráticos. De Sofia Loureiro dos Santos, no Defender o Quadrado.

O PSD e os órgãos de soberania estrangeiros. De Miguel Madeira, no Vias de Facto.

Ser de Madrid. Da Rita Barata Silvério, na Rititi.

Ler os melhores ou simplesmente ler. N' Um Jeito Manso.

Os chico-espertos do plágio - Take 2 do Take 2. Da Maria João Nogueira, na Jonasnuts.

Belles toujours: Astrid Wiese Brinck, a dura do queijo mole. No Âncoras e Nefelibatas.

Não recordava o sangue. De Carlos Natálio, no Ordet.

Coisas destas vão sendo raras... De Margarida Corrêa de Aguiar, na Quarta República.

A neve branca das cerejeiras. Do Fernando Paulouro Neves, no Notícias do Bloqueio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 09.04.16

O discurso de Marcelo. De Beatriz Canas Mendes, no Procrastinar Também é Viver.

A felicidade... De Rita Carreira,  n' A Destreza das Dúvidas.

Coimbra, Luanda e a ironia da História. Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

Discos (206). De Manuel A. Domingos, no Meia-Noite Todo o Dia.

Já não mudo. De Paulo Prudêncio, no Correntes.

49. De Pedro Góis Nogueira, no Desertações.

Os quarenta. Da Sónia Morais Santos, no Cocó na Fralda.

A Sónia. Do Pedro Rolo Duarte.

Ingerência doméstica. De Vítor Cunha, no Blasfémias.

Vícios para se fingir que se "está ocupado". Do João Pedro Pimenta, n' A Ágora.

Se eu não escrevesse aqui nada, não havia título. Vasco Barcelos, no Queria? Já Não quer?

Varandas (1998-2016). Da Carla Hilário Quevedo, na Bomba Inteligente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 24.03.16

Carta de amor a Lisboa. Da Daniela Major, no Aventar.

As saudades do Jamaica, ai. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

É vintage, é bom. De Vítor Cunha, no Blasfémias.

Um drama social. De Rui Ângelo Araújo, n' Os Canhões de Navarone.

Pacheco e Cunhal, o quarto volume. Do Filipe Nunes Vicente, no Nada os Dispõe à Acção.

Cavaco. O último dia de uma longa carreira. De José Guinote, no Vias de Facto.

Dos empichamentos. Do Luís Novaes Tito, n' A Barbearia do Senhor Luís.

O fim das maiorias de um partido. Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

Uma história feliz. Do Pedro Rolo Duarte.

A morte que dói. De Fernanda Leitão, no Aventar.

O meu pai gostava de dobrada com grão. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 02.03.16

Porreiro, pá. Do Filipe Tourais, n' O País do Burro.

O filme. Do Luís M. Jorge, na Vida Breve.

O acto falhado do Bloco. Do Gabriel Silva, no Blasfémias.

Elogio à inteligência ou lá o que isso é. De Pedro Lains.

Jorge Silva Melo. De MCS, No Vazio da Onda.

Pobre Língua. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

As recentes mortes trágicas de crianças. De Miguel Madeira, no Vias de Facto.

A contrapartida. De Rita Carreira, n' A Destreza das Dúvidas.

De noite. De Carlos Natálio, no Ordet.

Mil e uma noites. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Em defesa de Pedro Chagas Freitas (e sem ter ingerido qualquer bebida alcoólica). De Alf, n' O Elogio da Derrota.

Uma memória dolorosa a revisitar. Do Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

História de um cão moscovita. Da Carla Romualdo, no Aventar.

Uma história de amor (que eu não quero que vos falte nada). Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Eu hoje acordei assim... Da Carla Hilário Quevedo, na Bomba Inteligente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 19.02.16

Mãos largas. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ler

por Pedro Correia, em 12.02.16

Coisas de mulheres. Da Maria João Caetano, n' A Gata Christe.

Simplex. De João Miranda, no Blasfémias.

OE16: acabou a austeridade. De Mário Amorim Lopes, n' O Insurgente.

E o esbulho continua. De Vital Moreira, na Causa Nossa.

Noutros tempos isto chamava-se trapalhada, não era? De José Carlos Alexandre, n' A Destreza das Dúvidas.

Está livre, Senhor Presidente? Do Luís Novaes Tito, n' A Barbearia do Senhor Luís.

Um desastre anunciado. De José Guinote, no Vias de Facto.

Liberais sem pátria. Do Francisco José Viegas, n' A Origem das Espécies.

Zagalo. De Rui Albuquerque, no Blasfémias.

Vergílio Ferreira. Da Cristina Nobre Soares, no Em Linha Recta.

Um fósforo aceso. Do Pedro Rolo Duarte.

As vacas sagradas. Do Manuel S. Fonseca, no Escrever é Triste.

Livrai-nos Senhor. De J. Rentes de Carvalho, no Tempo Contado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leitura recomendada

por Pedro Correia, em 26.01.16

Não há paciência. Da Helena Matos, no Observador.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D