Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



1 milhão e 200 mil visualizações

por Pedro Correia, em 01.09.17

No início de um novo mês, é tempo de fazer um breve balanço. Neste último ano, entre 31 de Agosto de 2016 e 31 de Agosto de 2017, o DELITO DE OPINIÃO registou quase um milhão e duzentas mil visualizações. Em média, cerca de três mil por dia.

Números que confirmam a popularidade deste blogue no seu nono ano de existência. Com a matriz de sempre, alicerçado nos três eixos que nos servem de carta de apresentação: "Política, cultura, quotidiano". E também como testemunho vivo da passagem do tempo, documentado no nosso vasto arquivo, sempre à disposição de quem nos visita. Ao contrário de outros, nós não apagamos textos. Podemos orgulhar-nos disso também.

Sempre em função dos nossos leitores, sem os quais não valeria a pena estarmos cá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Voltar

por Ana Vidal, em 10.07.15

Dizem que não se deve voltar aos lugares onde se foi feliz, mas é mentira. Voltar é bom. No meu caso nem é bem um regresso, é só o retomar de um ritmo interrompido.

 

 

(com um presentinho especial para o Pedro Correia) :-)

Autoria e outros dados (tags, etc)

XX?

por José António Abreu, em 29.01.15

Um comentador perguntou pelas «meninas» do Delito. Eu também gostava de saber. A Teresa Ribeiro continua activa regularmente  (passe uma formulação que parece remeter para o campo médico-sexual), a Patrícia Reis e a Helena Sacadura Cabral aparecem de vez em quando mas as restantes quase nem se lobrigam (sim, trata-se de uma palavra estranha e pouco elegante mas, como julgo nunca a ter usado antes, fica). É provável que o excesso de textos sobre política, já apontado pela Helena, esteja relacionado com o assunto mas às vezes pergunto-me se elas não começaram a desistir pouco tempo após eu entrar no blogue (tive discussões valentes com duas ou três). Depois digo-me que não, que foi mais tarde. Talvez por alturas da entrada do Navarro. Ou, mais provavelmente, do Luís Naves. Sim, para além da política, deve ter sido a barba dele a assustá-las.

Seja qual for a razão, podemos sempre argumentar que o Delito se adiantou aos novos tempos da correcção política, nos quais todos aqueles e aquelas que até agora exigiam paridade de género estão disponíveis para aplaudir sem reservas grupos formados apenas por gajos, desde que sejam gajos sensíveis, ligeiramente rebeldes e sem gravata. Ora se é verdade que subsistem algumas gravatas entre os membros (no pun intended) do Delito (não as minhas: pendurei-as há anos, após meia dúzia de campeonatos na equipa B), ninguém terá dúvidas acerca da nossa rebeldia, tão marcada que alguns rebelam-se precisamente contra as posições dos outros, nem da incomensurável sensibilidade que flui da ponta dos nossos dedos para os teclados e irradia de dois mil e tal ecrãs por dia.

De qualquer forma, ainda que possa ser mais progressista assim, tenho saudades dos tempos em que havia mais textos de mulheres. Até porque a barba do Luís Naves - por muito que as barbas estejam na moda - também me deixa desconfortável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Delitception

por Marta Spínola, em 12.01.14

Hoje lembrei-me de uma vez ter vindo ao Delito comentar um post da Rita Ferro, convidada na altura. Fui procurar e encontrei-nos, esta Marta era eu. Achei graça e reitero tudo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Delitos

por Pedro Correia, em 09.04.11

«Este é um partido onde não existe DELITO DE OPINIÃO.»

Manuel Alegre, falando no congresso do PS

Autoria e outros dados (tags, etc)

Outros delitos

por Pedro Correia, em 18.01.11

«Eu hoje não sou deputado à Assembleia da República por DELITO DE OPINIÃO.»

Miguel Relvas, secretário-geral do PSD, há pouco, na SIC N

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olh'ó buraco!

por João Carvalho, em 27.01.09

A quantidade de buracos tira quaisquer dúvidas. O BPN era muito mais do que um banco. Era um autêntico campo de golfe!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Sob o signo de Capricórnio

por Pedro Correia, em 05.01.09

 

 

O Capricórnio, diz quem entende disto, é um signo do elemento Terra. Tem densidade e peso. Gosta da substância e da solidez. Este blogue nasce sob o signo de Capricórnio. Deve querer dizer alguma coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D