Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando abdicar é próprio dos fortes

por Patrícia Reis, em 13.02.13

Por FERREIRA FERNANDES no DN de hoje 

 

Quando um papa, de 85 anos, se sente sem forças e aponta para a sua renúncia, eu não olho para o Anel do Pescador. Olho mesmo, como quando alguém aponta a Lua, para a dimensão do facto. O mundo está demasiado perigoso para que a Igreja Católica - demasiado importante, para além até dos seus fiéis - continue a ser liderada por quem considera que as suas próprias forças "devido à idade avançada, já não são idóneas". Em 2005, muitos católicos emprestaram à agonia de João Paulo II um significado que eu não via: sentiam-no Cristo, humano e perplexo pelo abandono a que o Pai o votava. Eu só via, respeitador, um velho admirável que morria. Admito que fico mais tranquilo com a decisão de Bento XVI. Ele entendeu as suas limitações: não posso, saio. Quando isto se passa numa instituição como a Igreja Católica e com a instituição que é o próprio Papa (ele e a circunstância de séculos de outros papas) se calhar era preciso um cerebral e um ideólogo como Bento XVI para tomar decisão tão terra a terra. Percebo a cirurgia com que anunciou: "(...) pelo que, a partir de 28 de fevereiro de 2013, às 20.00 horas, a sede de Roma ficará vacante." Um intelectual não faz revoluções à marretada, mas de bisturi. Um líder não se agarrar ao exercício do seu poder quando já não tem as condições físicas de o exercer pode ser um pequeno passo para uma pequena empresa; acontecer com um papa é um grande salto para a Humanidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D