Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A pergunta de Job e os boys

por Rui Rocha, em 02.06.13

O mal. Qual a sua origem? De onde vem e porque vem? Em busca de uma resposta, aproveitemos. Em tempos de relativismo ninguém se despenteará se a resposta for um pós-moderníssimo depende. Do tempo, do lugar e da circunstância. Tomemos um tempo. O nosso. Ainda que seja de espanto, de raiva ou de lamúria . E um lugar. Este do buraco em que estamos. E uma circunstância. A da política portuguesa. Essa onde ecoam ditos e dichotes de magrebinos, palhaços, chantagistas e demissões morto ou vivo. Porque não temos outra.  Como não temos, até ver, outro primeiro-ministro. Passos, o pequeno Passos, é mula. Sobre todas as outras coisas, é mula. Mula na acepção que lhe dava o meu pai: a de alguém que leva a água ao seu moinho, sem levantar muitas ondas, ouvindo e sempre calando, seguindo indiferente o seu caminho. Passos, o pequeno Passos, tem toda a sua proposta política reflectida numa folha de Excel. Quanto ao resto, cala-se. Cala-se quanto à necessidade de um país com estas características ter 308 municípios. Cala-se quanto ao facto de ter bulido nas freguesias mas não ter abanado os fregueses. Da mesma maneira que preserva os fregueses do lobby do ensino superior que continuam sentados nas suas cátedras. E todos os outros fregueses que se vão acomodando. Passos, o pequeno Passos, sabem-no todos, é a melhor aposta para que tudo fique na mesma. Passos, o pequeno Passos, o Passos das viagens em turísitica, do discurso da inevitabilidade, do incentivo à emigração, Passos, o pequeno Passos que não cumpriu uma única das suas promessas eleitorais e que acusa os pensionistas da incoerência suprema de quererem receber o que não descontaram, esse Passos empunha a folha de Excel e segue o seu caminho. Mas há perguntas que devem ser respondidas. Como é possível que em tempos como este, Passos, o pequeno Passos, tenha feito nomear 4463 pessoas para gabinetes ministeriais, cargos dirigentes e grupos de trabalho? Isto tem explicação? Admito que tenha. Mas preciso de a conhecer. Passos não pode fazer de mula e continuar calado o seu caminho. Tem de explicar isto de fio a pavio. Porque já temos quase 1 milhão de desempregados e outros tantos precários. Porque o Excel não conhece a ética mas a política tem de a reconhecer. E porque há uma coisa que é evidente. Na nossa política, há resposta para a pergunta de Job. A origem do mal, de muito do nosso mal, está nos boys.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Posts mais comentados


Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D