Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sede interminável

por Pedro Correia, em 20.03.17

- E para beber, o que deseja?

- Uma cola.

- Não temos. Só Pepsi. Pode ser?

- Pode. Pepsi também é cola.

- Como disse?

- Nada...

- E deseja a Pepsi fresca?

- Claro.

- Gelo e limão?

- Limão, não. Só gelo.

- Não deseja limão?

- Não. Só gelo.

- E quantas pedras?

- Duas ou três.

- Uma palhinha?

- Não é preciso. Detesto palhinhas.

- Como disse?

- Nada...

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.03.2017 às 17:38

Uma tarde ao balcão da Brasileira

-Uma bica e uma garrafa de água por favor
tudo normal a bica meia fria e sem copo para a água
- se não é pedir muito agradecia um copo por favor
a criatura olhou para mim de uma forma que detesto
e qual não foi o meu espanto trouxe um copo cheio de água
da torneira e afastou-se para o fundo do balcão.
Nesse dia até tinha tempo para confusões. Pedi ao empregado que
tinha à frente para chamar a menina que me serviu.
- agradecia que me explicasse o que significa tudo isto
a arrogância da criatura foi tal que muito calmamente levou o
arrepiu da vida dela.
Normalmente não perco tempo com confusões... mas uma vez mais
se tivesse feito o pedido em Inglês o olhar teria sido diferente .
Ser discriminada no meu país obriga-me a andar com os arrepios na mão .
Triste mas usual .

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2017 às 18:21

Espanto-me com as dificuldades de comunicação existentes nas mais vulgares situações do quotidiano. Como se não vivêssemos no mesmo país, como se não partilhássemos a mesma cultura, como se não falássemos a mesma língua.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.03.2017 às 18:56

Acho que o problema pode estar na língua, talvez na bica meia fria. É que os advérbios em português são invariáveis, não se põem no feminino. Pode haver dificuldades de compreensão quando o português não é escorreito. Daí por vezes ser preferível tentar o inglês.
Sem imagem de perfil

De kika a 20.03.2017 às 22:01

Deve ser essa a razão de não ter conseguido um
copo para beber a minha água. Uma questão de
advérbios. Agradeço a explicação e a sugestão de
falar em inglês, é sem dúvida bem mais simples que
o português . Deixe-me dizer-lhe que a sua superioridade
não me deixa indiferente.
Sem imagem de perfil

De kika a 20.03.2017 às 20:50

Mesmo não vivendo no país,partilho a mesma cultura
e se bem que a minha linguagem escrita seja dramática
a minha linguagem oral é bem mais elaborada e não reflete
quanto a mim quem sou.
São de facto terríveis estas dificuldades . Qual a explicação? Ignoro e
lamento.

( arrepio e não arrepiu )

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.03.2017 às 08:00

(Às vezes questiono-me se não será melhor recorrer à linguagem gestual)
Sem imagem de perfil

De kika a 21.03.2017 às 09:24

Uma linguagem que sempre me fascinou.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.03.2017 às 10:13

Eu também, Kika. Por vezes apetece até pôr fim a uma conversa mais chata com o recurso precisamente a isso. À linguagem gestual.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce fernandes a 20.03.2017 às 22:15

O funcionário pode não ser muito esclarecido, mas é prestável e pretende ser simpático, coitado...
De quando em vez, podemos experimentar pôr-nos no lugar deles, funcionários, quando por exemplo uma chusma de brasileiros deslumbrados lhes entra porta dentro e a primeira coisa que perguntam é "fálá porrtugueich"?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 20.03.2017 às 22:20

Nunca apanhei uma chusma dessas, Dulce. Apanhei já vezes sem conta, isto sim, situações como a que relato aqui. Esta até foi das menos problemáticas: só envolveu nove perguntas, nada mais.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D