Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Revisitando 2002

por João Campos, em 17.06.14

Depois de um estágio a anos-luz - em distância e em clima - do país anfitrião do torneio e de uma estreia miserável no Mundial de 2002, tudo o que falta à selecção portuguesa para reproduzir a prestação de 2002 é uma vitória dilatada pela fúria no segundo jogo e um bravo voluntário para esmurrar o árbitro no jogo que a recambiará de volta para este lado do Atlântico. E nem precisamos de nos preocupar com a eventualidade de não contarmos com o nosso caceteiro-mor, Pepe; Bruno Alves ou João Pereira decerto estarão à altura da ocasião.

 

(claro, há ainda aquela história de o seleccionador de 2002 ter perdido uns milhares de euros num casino de Macau, mas nada nos garante que Bento não tenha também dado um salto a Atlantic City)

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Imagem de perfil

De João André a 17.06.2014 às 08:01

Os estágios de preparação de Portugal são habitualmente mal feitos. Em 2006 e 2010 não correu mal (nesse aspecto) porque o clima nada tinha de especial (Alemanha num caso e África do Sul no Inverno noutro). Em 2002 e 2014 já vai dando no que dá. A verdade é que a FPF anda sempre mais preocupada em passear pelas capelinhas do que em procurar adaptar-se às condições do país. É mais importante ir a Macau ou New Jersey do que preparar o mundial. O sistema, como eu o vejo, teria sido simples: concentrar os jogadores, fazer-lhes testes de dois dias em Portugal e despachar 30 para o Brasil logo que possível. Só depois se faria o resto da selecção, quando se visse quem estava bem e quem não estava. Se é para irem para o Brasil tão tarde, mais valia darem-lhes uma semana de férias.

Os alemães pareciam mais frescos naquele clima. Não é estranho. Por um lado têm a base ali perto. Por outro, o Verão alemão é mais húmido que o português. 26º C e muita humidade é muito comum. Portugal é (quase) sempre seco.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 17.06.2014 às 14:15

Convém salientar que a equipa alemã iniciou o estágio no Brasil com uma semana de antecedência em relação a Portugal que então passeava pelos USA exactamente para que os jogadores se pudessem ambientar dentro do possível ao clima esperado para esta altura do ano, facto salientado pelo seleccionador alemão numa das conferências de imprensa.
Quanto ao clima discordo que seja sequer remotamente parecido com o da Alemanha sendo que os Portugueses (se jogassem em Portugal) estariam no Brazil mais á vontade.
Outros factos que devem ser realçados é o excesso de viagens da selecção (fruto de compromissos publicitários talvez) além da autentica FEIRA que são (foram) os treinos de Portugal até agora com a maioria dos jogadores e staff da Federação mais preocupados com questões de imagem do que com o Profissionalismo que se exige a este nível pois não são obrigados a lá estar.
A maioria das equipas de clubes de topo faz muitos poucos treinos á porta aberta e para Portugal teria bastado fazer um e curto quando tivesse chegado ao Brasil por forma a saudar o País IRMÃO.

Claro que hoje é fácil criticar porque fomos humilhados pela Alemanha que ao que sei nem perdeu tempo com selfies inúteis e confrangedoras em nome do PROFISSIONALISMO característico da sua cultura de vida.

Não digo com isto que eles é que são os maiores e nós passámos de "Bestiais" (nunca o fomos no apuramento conseguido in extremis) a Bestas apenas e só que já é tempo de aprendermos com os erros passados e potenciar melhor as nossas qualidades (que as temos) seja a nível futebolístico ou outro.

Notou-se ontem essencialmente e já se sabia (pelo menos para quem acompanha alguma das noticias) que os jogadores já começaram o estágio em Portugal "cansados" a nível psicológico e muitos deles debilitados por pequenas mazelas físicas que não matam mas amolentam o corpo e o espirito.

Uma ultima nota para o Fábio Coentrão que além de ser um excelente lateral deve ser dos poucos (á excepção de Cristiano Ronaldo e Moutinho) que já tem a sua vida profissional definida para os próximos anos e todos os outros estão ali na expectativa, alguns deles desempregados (Hugo Almeida) e outros pela idade que já têm sem perspectivas muito risonhas pela frente seja a nível monetário ou competitivo sendo talvez este o factor (o competitivo) que pese mais na cabeça de muitos pois deixar de jogar na alta roda das grandes ligas internacionais é duro golpe na motivação de muitos.

Curiosamente o próximo jogo é contra os USA que também nos lixaram na Coreia em 2002 e ainda por cima são treinados por um alemão e ontem venceram frente a uma sempre (muito) difícil selecção do Gana, além de que para montar uma defesa eficaz vai ser complicado pois os jogadores disponíveis para esse sector ou não estão rotinados nas funções ou entre si.
Imagem de perfil

De João André a 17.06.2014 às 15:01

Já ando por estas paragens há dez anos e a verdade é que sempre que a temperatura passa dos 25 ºC (não muito habitual, é certo, mas vai acontecendo) não dura muito até que se torne muito húmido e irrespirável. Aguento melhor os 30-35 ºC secos de Portugal do que os 25-30 ºC húmidos alemães. A diferença é que os primeiros são mais comuns que os segundos, isso é certo.
Imagem de perfil

De João Campos a 17.06.2014 às 15:43

João e Wallace, quanto ao clima não entro em discussão - nunca fui ao Brasil e quanto à Alemanha, registo apenas duas passagens rápidas por Frankfurt no Outono (numa delas não cheguei mesmo a sair do aeroporto). Pelos vistos, estamos de acordo quanto ao disparate da digressão de estágio. Ficámos bem na fotografia, mas não na que contou.
Sem imagem de perfil

De Maria Dulce Fernandes a 17.06.2014 às 11:29

Creio que estamos todos suspensos do "milagre do ketchup" no próximo jogo, que pode ser bem regado como nas bodas de Caná.
Imagem de perfil

De João Campos a 17.06.2014 às 15:41

Não tenho grande fé em milagres, sobretudo quando o ânimo é fraco e a forma física está em cacos. De qualquer forma, logo se verá no Sábado.
Imagem de perfil

De João Campos a 17.06.2014 às 15:42

... no Domingo, quero dizer!

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D