Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reféns de Marcelo

por Pedro Correia, em 22.05.14

 

Marcelo Rebelo de Sousa é uma personalidade sem paralelo na política portuguesa. A única neste momento capaz de alargar as margens do centro-direita, dispensando intermediários para comunicar com outras áreas políticas sem nunca perder de vista o ponto de partida.

Os teóricos da actual maioria que sonham com Durão Barroso, Rui Rio e até Assunção Esteves (pasme-se!) como possíveis candidatos presidenciais em 2016 por recearem o carácter sempre imprevisível e irreverente do mais conhecido professor de Direito do País estão a ver o filme todo ao contrário.

Qualquer projecto presidencial que exclua Marcelo é um troféu antecipado de vitória para a esquerda na próxima corrida a Belém.

Pode Paulo Rangel ter ficado de "sorriso amarelo" ao ouvir Marcelo dizer num jantar de apoio à Aliança Popular que "tenciona" (atenção ao verbo) votar nesta coligação pela consideração que lhe merece Jean-Claude Juncker, candidato do Partido Popular Europeu à presidência da Comissão Europeia, omitindo os nomes dos portugueses.

Pode Nuno Melo ter ficado "branco e inerte" ao tê-lo ouvido elogiar Freitas do Amaral, como relata a Ana Catarina Santos neste saborosíssimo texto publicado no seu blogue.

Podem as sumidades dos aparelhos inventar as alternativas que quiserem na desesperada recusa de enxergarem o óbvio. É inútil: PSD e CDS estão reféns de Marcelo.

E quem não perceber isto não percebe nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Militante Apartidário a 22.05.2014 às 14:24

Guterres não foi um bom PM. Mas é uma pessoa bem formada, não se licenciou a um Domingo, fala bem línguas, tem experiência internacional e não me parece um menino traquinas nem um prega-partidas. Eu fiquei refém da janelinha que há dias abriu.

Quanto a Marcelo, é bom para monologar com Judite, José Alberto Carvalho, Júlio Magalhães, etc. De longe a melhor, que punha alguma ordem no programa e não o deixava espraiar-se tanto, foi, na minha opinião, Maria Flor Pedroso.

Coitados do PSD e do CDS que ficaram reféns dele e têm alternativas inconseguidas, tipo Barroso, Rio ou Assunção.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 22.05.2014 às 14:29

Deve ter sido isso mesmo que Paulo Rangel e Nuno Melo pensaram naquele jantar de campanha: que "menino traquinas", que "prega-partidas"...
Sem imagem de perfil

De Militante Apartidário a 22.05.2014 às 18:44

Coitado do Nuno Melo, primeiro o Menezes e depois o Marcelo, ainda por cima a elogiar o Freitas. E Paulo Rangel também foi do CDS, embora de tal se tenha voluntariamente esquecido...

http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/538477.html
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.05.2014 às 01:03

E o pior é que beberam ambos pelo mesmo gargalo.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 22.05.2014 às 15:24

Costuma dizer-se que quem não tem cão, caça com gato. Marcelo Rebelo de Sousa é o gato da maioria. E é o único, os outros nem isso são.
Vi ontem à noite na RTPi uma "estimulante" entrevista com José António Saraiva, director d'O Sol, que explicou bem porque é que Durão Barroso não se mete nesta guerra, e porque é que MRSousa vai perder.
Não sei ler nos astros, mas penso que Guterres se vai candidatar, porque é o único candidato que a esquerda tem para ganhar e à 1ª volta.
MRSousa é muito bom a falar, mas é quando está sózinho e não tem contraditório. Como muito bem lembrou Saraiva ontem à noite, até o Sampaio o meteu no bolso num debate quando ambos eram candidatos à Camara de Lisboa em 89.
Com Guterres, o "picareta falante" e seu grande "ódiozinho de estimação", leva aí 10 a zero.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.05.2014 às 01:07

Saraiva, para desvalorizar Marcelo em 2014, vem lembrar o Marcelo de 1989. Ano da queda do Muro de Berlim. Ainda não havia SIC nem TVI. Ainda tínhamos fronteira em Badajoz. E a auto-estrada para o Algarve era um sonho sempre adiado.
Um quarto de século depois, eu esperava que o ilustre arquitecto emitisse um argumento um pouco mais actualizado. Que já tivesse chegado a 2000 ou a 2001, por exemplo.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 23.05.2014 às 11:11

O Pedro é mauzinho...
Imagem de perfil

De Rui Herbon a 22.05.2014 às 15:51

Se, como parece estar a desenhar-se, o candidato da esquerda for Guterres, só Marcelo poderá dar luta.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.05.2014 às 01:07

Está escrito nos astros, Rui.
Sem imagem de perfil

De Joao Costa a 22.05.2014 às 16:42

Eu, com todo o meritíssimo respeito que merece, já estou cansado deste Senhor! Repare que Senhor está com S e não s!!!
É deveras! Estou um pouco exausto da sua tamanha intervenção "comentária" na sociedade! Pois pergunto: Existe alguém que é conhecedor de tudo e de todos os temas que existem no mundo moderno? Acho muita conversa... muito logro!
É a minha modesta opinião! Com todo o meritíssimo respeito que merece, claro!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.05.2014 às 01:14

Não menosprezemos a capacidade regeneradora dos políticos, caro João. De qualquer político. Como escreveu o grande Eça, «nas nossas democracias a ânsia da maioria dos mortais é alcançar em sete linhas o louvor do jornal. Para se conquistarem essas sete linhas benditas, os homens praticam todas as acções - mesmo as boas.»
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.05.2014 às 22:46

Paulo Rangel, homem de cultura e inteligência acima da média, mas que na política não brilha. Ele adora a política, mas não sabe fazer política, é que para a política ou se tem dom, ou não se tem e ele não tem, por mais que tente não dá. Nuno Melo é daqueles que não cativa nada nem ninguém, a sua soberba e arrogância é tal que consegue afastar mesmo os mais crentes. Resta-lhe os militantes do CDS.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 23.05.2014 às 01:17

E não esqueçamos o doutor Juncker, antecipadamente ungido com o voto de Marcelo.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D