Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Presidenciais (19)

por Pedro Correia, em 06.01.16

                    img_300x400$2015_10_08_13_33_28_265267[1].jpg Marcelo-Rebelo-de-Sousa-2-560x840[1].jpg

 

Debate Edgar Silva-Marcelo Rebelo de Sousa

 

Marcelo Rebelo de Sousa, imparável criador de factos políticos, voltou à ribalta após um período na clandestinidade. O regresso ocorreu no debate da noite passada na RTP, quando o militante nº 3 do PSD defrontava o candidato apoiado pelo Partido Comunista, Edgar Silva.

Este, ontem com maior desenvoltura verbal do que nos anteriores debates, compareceu em estúdio alertando para as habilidades de Marcelo na "arte do engodo", acusando-o de "procurar no essencial manter a lógica dos mandatos de Cavaco Silva na Presidência da República" e de iludir os portugueses sobre eventuais distâncias entre as suas posições e as do PSD.

Com instinto felino, Marcelo emitiu um desmentido que lançava uma sombra de insinuação sobre o seu antagonista: "Eu não estou a concorrer para líder partidário, estou a concorrer para Presidente da República. Para líder partidário já concorri noutros tempos."

O moderador, João Adelino Faria, tentou desviar o rumo do diálogo, mas os dois contendores - aliás de modos muito cordatos - estavam imparáveis. Edgar decidiu questionar o ex-presidente social-democrata. Travou-se este diálogo:

- Exclui liminarmente a hipótese de se candidatar à direcção do seu partido?

- Nunca mais. E você admite uma candidatura à direcção do seu partido?

- Eu?

- Sim.

- Quem decide isso são os militantes...

Era visível o embaraço do membro do Comité Central comunista, que não esperava aquela réplica. Estava encontrado o facto político do mês ou até do ano: Edgar participa nesta campanha como tirocínio à sucessão de Jerónimo de Sousa, que abandonará as funções de secretário-geral em 2016. Marcelo de regresso aos velhos tempos: há coisas que nunca mudam.

 

Vencedor: Marcelo Rebelo de Sousa

...............................................................

 

Frases do debate:

 

Edgar - «Marcelo Rebelo de Sousa é um Cavaco Silva a cores.»

Marcelo  - «Quem olhar para o professor Cavaco Silva e olhar para mim... dizer que eu sou uma versão a cores... é uma coisa um pouco estranha.»

Edgar - «[Marcelo] é um mestre na arte do disfarce.»

Marcelo - «Sabe quem é que [no PSD] restabeleceu relações com o PCP? Fui eu. Ao fim de 35 anos de corte de relações.»

 

...............................................................

 

O melhor:

- António Costa pode dormir descansado. Segundo Marcelo, o próximo magistério presidencial "deve ser equilibrado, pedagógico e sobretudo não ser um magistério de contrapoder em relação ao Governo".

- Edgar Silva procurou mobilizar e fixar o eleitorado comunista assumindo o seu "compromisso com o mundo do trabalho" e fazer cumprir a "Constituição laboral".

O pior:

- "Eu sou independente, quem me conhece sabe que eu sou. Fui sempre e sou sempre", assegurou o militante nº 3 do PSD. Convém não exagerar.

- O candidato apoiado pelo PCP esqueceu-se de limpar as marcas de transpiração no rosto, algo que causa sempre má impressão num ecrã televisivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D