Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Postais de Lisboa (9)

por Pedro Correia, em 05.07.17

«O metro de Lisboa tornou-se nos últimos seis anos uma catástrofe absoluta. Com a diminuição do número de carruagens, com o despedimento de motoristas, o que aconteceu neste período foi muito grave. Temos um problema de transportes a que a Câmara tem dificuldade em responder.»

Francisco Louçã, na SIC Notícias (30 de Junho)

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 05.07.2017 às 12:53

Privatizem-no sem trafulhices e parcerias de qualquer espécie e vão ver que não só dá lucro — como talvez os funcionários comecem a trabalhar.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 05.07.2017 às 13:06

O Caos é sempre o preludio da privatização.

Lógica das privatizações de Empresas Públicas. Breve Tratado:

1 - primeiro lança-se a discussão sobre a necessidade da privatização de uma empresa publica
2 - o publico resiste, pois tem medo do aumento de preços dos serviços assegurados e porque não confia no altruísmo do sector privado, uma vez que a este apenas interessa o lucro - então se forem monopólios naturais nem se importam com a qualidade do serviço prestado, apenas com a qualidade da propaganda
3 - Os governos, pelas suas administrações, fazem uma gestão intencional catastrófica dessas mesmas empresas.
4 - Caos.
5 - Publico exige a privatização.

The End
Sem imagem de perfil

De V. a 05.07.2017 às 13:19

O Caos é sempre o preludio da privatização.

E o socialismo é sempre o prelúdio do Caos.

Metam isto na pinha, fosga-se.
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 05.07.2017 às 13:59

Fosga-se...concordo consigo, excepto talvez no Kibutz

Mas veja, qual o país em que o Socialismo foi instalado que não tivesse já num caos?
Um caos social e económico em virtude da corrupção das elites mandantes, muita delas com o respaldo de governos ocidentais, sobretudo EUA. Muito dos países em que o Socialismo foi adoptado viraram-se, numa primeira fase para o EUA/Europa - Vietname, Cuba, Guatemala, Egipto, etc - procurando ajuda num processo de transição para a independência (muito deles ex-colónias), sendo assim Nacionalistas antes de Socialistas. Mas perante a recusa daqueles governos ocidentais, pois isso implicaria mexer em interesses instalados de grandes corporações que haviam lucrado com a corrupção de governos corruptos e de direita/militares/tiranetes, viraram-se para a URSS, que os acolhia, não altruisticamente, de braços abertos.

Fosga-se se não concorda comigo!!
Sem imagem de perfil

De V. a 05.07.2017 às 15:42

ou em Francês: Mettez ceci dans la cuque
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 05.07.2017 às 17:57

Ou:

يضعه في الغباء

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D