Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Postais de Lisboa (11)

por Pedro Correia, em 24.08.17

 

Tráfico de droga no centro de Lisboa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.08.2017 às 10:51

Pfff... olha a grande novidade... sempre houve tráfico de droga no centro de Lisboa... ainda me lembro de há trinta anos, eu passava pelo Rossio e uns cromos cruzavam-se comigo a murmurarem "queres hax?"...
Naturalmente que, havendo drogados em Lisboa, tem que haver tráfico de droga em Lisboa. Se não fôr na periferia é no centro.
A única solução para o tráfico de droga é liberalizar o comércio da droga.
Sem imagem de perfil

De V. a 24.08.2017 às 11:02

tá-se beem
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.08.2017 às 11:37

"A única solução para o tráfico de droga é liberalizar o comércio da droga."
Mas com certeza!
Num espaço amplo, como por exemplo a UE, para que um país, que isoladamente tomasse essa decisão, não virasse um paraíso da droga e um destino de peregrinação de drogados.
Essa solução não acabaria com o fenómeno, mas reduziria drasticamente a criminalidade associada.
Isto é óbvio.
O problema é que o tráfico interessa e muito a muito boa gente, que manipula a opinião pública, através do medo e da sistemática desinformação veiculada pelos media.
Tal e qual como o mito de que votar é preciso.
São os mesmos métodos e os mesmos objetivos.
Que havemos de fazer?!...
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 24.08.2017 às 13:41

João, ao que sei as únicas drogas que não fazem mal são as das farmacêuticas. Aquelas "descobertas" nas selvas tropicais, usadas ha milénios por homens de tanga, e sintetizadas,em laboratório, por homens de bata branca e aspecto respeitável.. .terão os índios direito a royalties?
...essas e o vinho....Não, me tirem o vinho.. .meu Prozac, meu Xanax de pacote
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 24.08.2017 às 16:06

É um facto que o tráfico de droga ser feito no centro de Lisboa, e não somente (por exemplo) no Casal Ventoso ou na Musgueira, tem dois inconvenientes:
1) Pode dar maus aspeto da cidade aos turistas,
2) Permite mais facilmente aliciar jovens que passem por acaso no centro para o consumo da droga.
Sem imagem de perfil

De Javardoura a 24.08.2017 às 17:00

Diria mais : O maior inconveniente no tráfico é o tráfego. Razão tinha o Alberto João ao proibir o tráfego de pedintes no Centro do Funchal. A bem do aspecto. A bem do Turismo. A bem do turista saxão bêbedo que nem um caixão
Sem imagem de perfil

De sampy a 24.08.2017 às 21:44

Como se diz em brazuca: Lisboa é uma droga de cidade!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.08.2017 às 15:13

Se alguém tivesse dúvidas:
http://www.jn.pt/local/noticias/lisboa/lisboa/interior/palacio-de-benfica-vandalizado-a-uma-semana-da-inauguracao-8727280.html

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D