Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Post de actualização periódica

por Rui Rocha, em 16.12.16

Façamos então um breve ponto de situação sobre as grandes figuras messiânicas que mereceram o desvelo da(s) esquerda(s) nos últimos tempos:

José Sócrates: corrupto.
Lula da Silva: corrupto.
Hugo Chávez: oh pá, vão mas é contar passarinhos!
François Hollande: ahahahah!
Tsipras & Varoufakis: bah, tenham lá paciência!
Fidel Castro: bah, tenham lá vergonha!
Artur Baptista da Silva: credibilidade ligeiramente acima da média da amostra.

Convenhamos, pazinhos, que é poucochinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


28 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2016 às 16:33

"Façamos então um breve ponto de situação sobre as grandes figuras messiânicas que mereceram o desvelo da(s) esquerda(s) nos últimos tempos:..."
Será que se segue o desvelo da(s) direita(s) ou é par ficar assim mesmo?
Dado que acredito na inteligência e na informação do autor do post, só pode ser a 1ª hipótese.
A não ser que se parta do princípio de que as direitas são corruptas por natureza.
Neste caso ficamos assim mesmo e estamos de acordo.
João de Brito
Sem imagem de perfil

De campus a 16.12.2016 às 16:51

Caro Anónimo, ou isso ou o cronista não se consegue lembrar de alguma figura messiânica da Direita para fazer uma lista. Pelos vistos o comentador terá vários nomes, força não se faça rogado...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2016 às 17:28

Talvez seja o adjetivo "messiânica" o responsável pelas suas dúvidas.
De facto, na Direita, dispensam o messianismo e a utopia.
O dinheiro sujo lhes basta.
Por isso não chegam a ser figuras e muito menos messiânicas.
São apenas figurões.
E agora? Ainda espera uma lista?
João de Brito
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2016 às 18:31

Não, na direita é tudo malta porreira.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2016 às 18:47

O que está em causa no post é o "messianismo" da esquerda. Na direita encontro certamente figuras nada recomendáveis. Mas não encontro nomes de Messias para fazer uma lista.
Sem imagem de perfil

De jo a 16.12.2016 às 19:18

Salazar
Mussolini
Hitler
E com a nova direita, toda rendida ao capital
Madoff
Ricardo Salgado

Isto dá sempre para fazer a lista que quisermos.
Até dá para se poder negar: Eu! nunca apreciei essas pessoas!
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 16.12.2016 às 22:04

Mussolini e Hitler eram Socialistas.

Salgado adorava o Socialismo tuga...
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 16.12.2016 às 22:41

Salgado adorava o Socialismo tuga...e Salazar adorava o Espirito Santo tuga.

O fascismo é corporativista, e não socialista. O fascismo italiano é tão socialista como o Estado Novo de Salazar. O nacional socialismo alemão era pan germânico, ocultista, nacionalista, ariano, xenófobo, corporativista, etc etc. O Nacional Socialismo não tem ideologia. É como uma encenação de Wagner.
Como pode afirmar que o Nazismo é socialista se o nazis tinham como principais inimigos os judeus capitalistas e os judeus socialistas/comunistas bem como os alemães sociais democratas?

Luck, Salazar era socialista?

Sem imagem de perfil

De Manuel Silva a 17.12.2016 às 08:27

Conde de Tomar:
Sim, Salazar era socialista.
Para este cromo do comentarismo blogueiro, todos menos o próprio são socialistas.
O senhor também é socialista, e, se calhar, marxista.
Não me diga que ainda não se deu conta de que o senhor, e o resto do mundo, menos o dito, são socialistas?
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 17.12.2016 às 16:12

Ok! Fico mais descansado.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.12.2016 às 17:36

O Socialismo tuga com os seus projectos é que pagava boa parte das contas de Salgado. A Goldman Sachs gosta mais de um Governo Socialista tuga do que de um Governo "neoliberal" "austeritário" com défice zero? Num há negócios de venda de dívida no outro não há.

"O fascismo é corporativista, e não socialista."

Você nunca estudou o Fascismo pois não? Ou isso ou Pravda.
O Corporativismo sempre fez parte do Socialismo. Pois o grupo é a menor entidade no Socialismo. Não há individuo.
A Carte del Lavoro foi o quê?
A Itália Fascista era o pais depois da União Soviética que tinha mais economia sobre controlo do Estado.
A Itália Fascista quando ficou livre da influência conservadora da Monarquia queria acabar com o emprego assalariado e com o capitalismo tradicional, todos os trabalhadores teriam de possuir parte da empresa onde trabalhassem.

https://it.wikipedia.org/wiki/Socializzazione_dell'economia

Niccola Bombacci um dos fundadores do Partido Comunista Italiano, amigo de Lenine e Mussolini foi uma das pessoas que controlava o programa de economia do Fascismo na RSI. Pois é... pendurado com Mussolini acabou também um fundador do Partido Comunista Italiano.

----
Como a Esquerda estimula sempre grupos corporativos em tudo : hoje corporativismo sexual e de género, corporativismo racial, corporativismo religioso quer dizer que a Esquerda continua Fascista?

----
NAZI = Nacional Socialista. Socialista. E Nacional vem primeiro que Socialista.

----
Salazar era muito menos Socialista que qualquer dos dois. Quer a Itália quer a Alemanha estavam fortemente endividadas antes da 2º guerra, a Alemanha com as MEFO e manipulação/especulação financeira típica de um Governo de uma Republica de Bananas. O ouro austríaco ajudou a tapar parte do buraco.
Salazar nunca entrou em Keynesianismo barato, o Estado Novo chegou ao 25 de Abril só com 15% de Dívida Publica. Os impostos eram baixos, existiam alguns programas socializantes mas eram poucos. Nada que se compare com os Estados de Hitler ou Mussolini.
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 18.12.2016 às 11:57

"O Socialismo tuga com os seus projectos é que pagava boa parte das contas de Salgado"
Mas que projectos? Pontes, Barragens, Estradas, Centrais Eléctricas, Guerra do Ultramar e Colónias ultramarinas?

"Goldman Sachs gosta mais de um Governo Socialista tuga do que de um Governo "neoliberal" "austeritário" com défice zero?"
Do tipo dos Estados Unidos, com 103% do PIB de dívida pública?

"Num há negócios de venda de dívida no outro não há"
Mas quem lhe disse que a divida é coisa funesta? Já vi que nunca foi empreendedor. Muitas vezes é fundamental recorrermos ao crédito/divida para a elaboração de determinados projectos que de outra forma eram irrealizáveis. Vejo também que é contra a existência dos Bancos (muito socialista esta sua visão)

Sobre os Fascismo
Sabe porque é que os fascismos/ditaduras são todos eles parecidos? Porque são fascismos/ditaduras.
O corporativismo italiano foi uma solução imposta de cima, por Mussolini, e não de baixo, pelos trabalhadores, que por serem o elo mais fraco se submetiam ao ditames do patronato italiano - Ansaldo, Fiat, Pirelli - um corporativismo de fachada.
Os Sovietes alemães, pós IGG, e os Sovietes russos, inicialmente, eram isso sim tentativas genuínas de governação popular (expressavam a vontade do povo)

"NAZI = Nacional Socialista. Socialista. E Nacional vem primeiro que Socialista"
Não é pelo facto de atribuirmos um nome a uma coisa que essa coisa assume as características do nome que lhe atribuímos. ex: Um individuo pode dizer que é cristão e praticar uma vida de devassidão. É por ele dizer que é cristão que devemos acreditar nele? Ou num ladrão que se diz inocente?

Socialistas no tempo de Hitler eram os socias democratas e os comunistas alemães.
Hitler nem nacionalista era pois foi responsável pela destruição da Alemanha e no final da Guerra desprezava todos os alemães - crianças, velhos (Juventude Hitleriana, as Volkssturm, etc). Que é que isto tem de Nacional? Ser Nacionalista é venerar o sitio onde se nasceu. É quere-lhe o bem.
Hitler era um louco e sendo louco pouca importância devemos atribuir aos seus baptismos. O credo do Nazismo é o livro "A minha Luta" e não um socialismo.

"A natureza é cruel; então também estamos destinados a ser cruéis. Temos de ser cruéis. Temos de recuperar a consciência tranquila para sermos cruéis"
Hitler

Por fim fico a saber que Salazar era também Socialista. Pense seriamente em escrever um livro.

Sem imagem de perfil

De lucklucky a 18.12.2016 às 20:28

"Mas que projectos? Pontes, Barragens, Estradas, Centrais Eléctricas, Guerra do Ultramar e Colónias ultramarinas?"

Se voce não responde ao que eu afirmo escuso de perder tempo.

"Mas quem lhe disse que a divida é coisa funesta?"
Idem

"O corporativismo italiano foi uma solução imposta de cima"
E depois. Todo o Socialismo é imposto de cima. Cima é quem tem o poder para forçar quem não concorda. São raros os Socialistas que formam comunas.
O único caso relevante recente que me lembro foram os Kibbutz em Israel onde entra quem quer.

"Os Sovietes alemães, pós IGG, e os Sovietes russos, inicialmente, eram isso sim tentativas genuínas de governação popular (expressavam a vontade do povo)"

Lá está voce a ser Corporativo Fascista - O Povo é uma Corporação.
E mais uma vez demontrou o apelo que o mudus operandi da violencia dos de cima contra os que discordam lhe agrada. Os Sovietes eram locais de opressão e bullying.

Agora o Fascismo já passou a corporativismo de fachada. Que tal investigar como o Sindicalismo Revolucionário aderiu em grande maioria ao Fascismo.
E note-se que escrevi Fascismo e não Monarquia.
Ou perguntar-se porque Togliatti e outras eminencias do PCI escreveram uma declaração em 1936 a defender como o carácter social do Fascismo era ideal para uma aliança entre o PCI e o Partido Fascista.


"NAZI = Nacional Socialista. Socialista. E Nacional vem primeiro que Socialista"
Não é pelo facto de atribuirmos um nome a uma coisa que essa coisa assume as características do nome que lhe atribuímos.

E só ir aos programas sociais Nazis para se ver o Socialismo.
Então um Comunista por perder a guerra deixa de ser Comunista. Não está muito distante dos soldados soviéticos maltratados ou fuzilados por terem sido feitos prisioneiros. Quando se é fanático é assim que se pensa.

Não deixa de ser significativo que também voce pensa de Hitler o que Hitler pensa dos Alemães. Falharam, logo deixaram de ser parte de.
Hitler falhou logo deixou de ser nacionalista para si, os alemães falharam logo deixaram merecer ser alemães para Hitler.


"Por fim fico a saber que Salazar era também Socialista. Pense seriamente em escrever um livro."

Todos os Governos são Socialistas. Salazar era-o pouco comparativamente ao Nazismo quer ao Fascismo.
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 18.12.2016 às 14:38

Depois do repasto e de um vinho, que só o bebo por não gostar de deitar comida fora (Charamba Aveleda, Tinto do Douro), eis algumas notas finais sobre o "Socialismo":

1-Zyklon-B (cianeto de hidrogênio) o pesticida usado nas "câmaras de gás" - Fornecida pela empresa alemã IG Farben, antecessora da Bayer.

2-A ascensão do nazismo de Adolf Hitler e de Benito Mussolini só foi possível com a colaboração e o suporte financeiro de grandes empresas, que temiam os movimentos socialistas na Europa:
BMW, Fiat, IG Farben (Bayer), Volkswagen, Siemens, IBM, Chase Bank, Allianz, Thyssen, Krupps.

3- Hitler proibiu o Partido Comunista alemão depois de tomar posse, após o incêndio, encenado, do Reichstag (foi acusado, falsamente, um jovem socialista).

4- O rei italiano Vitor Manuel entregou o poder a Mussolini porque era o que exigiam as indústrias poderosas do Norte da Itália, com medo, outra vez, dos movimentos de esquerda que ascendiam na Itália. - Pirelli, Fiat, Ansaldo,etc

Luck, que tal ver este filme (Fascismo Inc.) e comer umas bolachitas de água e sal? (Luck, ler de nada vale se não pensarmos sobre aquilo que nos entra pelos olhos dentro):

https://www.youtube.com/watch?v=K80XYjF3lHE
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 18.12.2016 às 20:55

Hahaha.

Os Programas Socialistas quer do Fascismo quer do Nazismo estão todos disponíveis para serem consultados.

O fanatismo e extremismo do Marxismo Comunista é que fez nascer uma versão menos extremista, o Marxismo Fascista.
Tal como hoje muito eleitores da Front Nationale são ex.Comunistas.
A lógica é a mesma.

A Itália Fascista foi o primeiro grande país Ocidental a reconhecer a URSS e as relações entre os dois estado eram optimas até ao fim dos anos 30. Apesar da Guerra Civil de Espanha
Voce falou da Ansaldo... Ora veja lá como a Ansaldo enviou tecnicos e planos de navios e vasta artilharia naval para a URSS nos anos 30.
De destroyers, planos de cruzadores, propulsão, artilharia e até navios patrulhas para a NKVD a Itália Fascista forneceu a URSS...
A propulsão destinada a um cruzador Italiano em construção foi transferida para URSS dado as boas relações.

Mas há pior, depois do Pacto Molotov-Ribbentrop e para lá da partilha da Polónia e invasão dos Estado Bálticos e da cooperação militar e económica entre Comunistas e Nazis...
A guerra contra o Nazismo foi apresentada pelos Partidos Comunistas espalhados pela Europa e nos EUA como uma Guerra Imperialista do Capitalismo contra a Nação Alemã. Até sabotagem das industrias militares Francesas pelos sindicatos afectos ao Partido Comunista ocorreram.

O argumento é papel químico a propaganda misturada com coisas irrelevantes que voce escreveu acima.

Claro tudo mudou após o dia 22 Junho de 1941.

A partir daí para os Comunistas o Nazismo passou a ser mau.
Album de musica de apoiantes do Partido Comunista que protestavam contra a Guerra contra o Nazismo foram retirados do mercado...

https://en.wikipedia.org/wiki/Songs_for_John_Doe

Num ápice a Guerra contra o Nazismo deixou de repente de ser uma Guerra para os lucros da empresas Capitalistas e um Guerra Imperialista...
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 19.12.2016 às 10:33

Concordo consigo que o fascismo e o socialismo ortodoxo apenas chegam ao poder pelo golpe ou, mais ou menos democraticamente, pela cisão entre os grupos do chamado arco da governação (aconteceu isso em Itália, na Alemanha, na Espanha e em Portugal) que surgem, frequentemente, nas chamadas crises do sistema - veja-se ainda o governo actual, em Portugal , onde o BE e o PCP "sentam-se à mesa do poder" pelas desavenças entre PS e PSD.

Sim, Socialismo e Fascismo compartilham um ideário revolucionário, sendo a democracia, para ambos, uma forma degenerada e medíocre de governação. A forma burguesa.

A democracia burguesa tem como única visão eterna o chão que pisa. A vida baça, que embaça. Da meia medida. Do "nim". Da proporção das formas pequenas. A democracia vive através e pelo medo - morte, doença, velhice. A democracia viça apenas a cobardia. A democracia tranca-se ao sonho e à nobreza do Ideal (o ideal que comanda a vida).

O fascismo e o socialismo viram os olhos para o céu. Para longe. Os seus modelos são as escalas imperiais, a obra desmesurada -a proporção das formas gigantes. Têm como modelo Nimrod. Querem levar o homem pelas alturas. Falar com os deuses. O seu discurso é por isso emocional, antirracional (sobretudo no fascismo, onde a mitologia/ocultismo estão muito presentes). Brutal, ao mesmo tempo Religioso. Cultuam a Morte, pois é pela morte que a Vida ganha dimensão (o epitáfio é uma Ode à Vida).

Louvo no fascismo essa tentativa de desconstrução do projecto humano democrático. Desse humano anão, que se arrasta calçado, e que contempla, como Templo, uma carteira de papel - esse burguês que só consegue fixar o dedo quando se lhe aponta uma estrela.

Mas para mim vejo esses projectos - socialismo e fascismo- de modo diferente:
O fascismo é militarista, nacionalista e burguês (pois da burguesia lhe vem o financiamento; o fascismo é o antidoto do comunismo). O fascismo visa o confronto.
O Socialismo é internacionalista e popular ("demos"). O comunismo visa a cooperação pacifica.

Quanto à Estaline não o vejo como um Socialista, mas como um ditador da craveira de Hitler (a admiração era mútua). Admiro Trotsky e a previsão que ele fez sobre a falência do ideal socialista, sob o Estalinismo.

Hitler para mim não conta, nem antes, nem durante a guerra. Era um lunático. Os oficiais de carreira das Wehrmacht sabiam-no. E Hitler sabia o que dele pensavam. Daí a necessidade das Schutzstaffel.

Quanto a Mussolini era o que os ingleses chamam um "poser".

“Farei de minha vida uma Obra Prima!” - talvez mais a sua morte se tenha parecido com isso. Uma obra prima do Grotesco, em que só faltavam os corvos sobrevoando-lhe o cadáver, esvaziando-lhe os olhos.

"Regime Fascista não pretende estatizar ou, pior, funcionalizar a economia da Nação". Em contradição clara com "All within the state, nothing outside the state, nothing against the state".

E por último esta última citação que revela a verdadeira força motriz que sempre conduziu Mussolini:

"O meu programa é simples: quero governar"


Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 18.12.2016 às 14:54

E sobre o individuo. É no neoliberalismo, ou na monarquia que ele existe, quer ver? Nós bem sabemos. Antigamente tínhamos o Ancient Regime, onde nem cidadãos/indivíduos existiam, apenas súbditos. Hoje, neste neoliberalismo, o individuo é explorado quer nos horários de trabalho e salários pagos, quer nos direitos básicos que nos querem tirar, chamando-lhes "privilégios"...Ainda gostava que me desse um exemplo de um politico da sua lavra.

O que pensa destas medidas socialistas (em maior, ou menor grau):
Salário mínimo, Subsidio de doença e de invalidez, Reformas, Pensões de Sobrevivência, SNS.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.12.2016 às 17:38

Podemos considerar que falta de liberdade individual no Estado Novo é um característica claramente socialista. Solidariedade forçada. Tribal.
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 18.12.2016 às 08:37

Podemos considerar que falta de liberdade individual no Estado Novo é um característica claramente Ditatorial.
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 18.12.2016 às 14:44

Antes Solidariedade forçada que Indiferença e Egoísmo indecorosos.
Sem imagem de perfil

De Conde de Tomar a 16.12.2016 às 16:44

Rui, se investigar melhor verá que todos eles tomavam Omeprazol - já leu a bula?
A razão poderá está aí, ou talvez, quem sabe, no facto de todos eles terem sido influenciados pelos romanos.
Sem imagem de perfil

De WW a 16.12.2016 às 20:09

Quando certas esquerdas se derem conta estão a apoiar a mamã Merkel.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2016 às 21:11

Não esquecer o "coletas" aqui ao lado, com os vasos comunicantes iraniano e venezuelano...
Além do estratègicamente "afastado" monedero...
Sem imagem de perfil

De Bouvard a 17.12.2016 às 00:39

Daqui, então, se conclui que a esquerda é merda e a direita é ouro.

Muito bem, menino bonito. Dou excelente.

Ass. A professora da escola primária.
Sem imagem de perfil

De amendes a 17.12.2016 às 14:49

Aguardo com muita expectativa:

Um discurso inflamado de Isabel Moreira, sobre os presos políticos portugueses presos na Venezuela..

Não é só Angola que tem esse privilégio.

Força Isabelinha... sobe à tribuna da AR e prova que tens "tomatas"!
Sem imagem de perfil

De isa a 17.12.2016 às 15:02

Depois de tantos comentários, resumindo e concluindo:

https://www.youtube.com/watch?v=DFx8erHYnOg
The Battlefield is You!
;)
Sem imagem de perfil

De isa a 17.12.2016 às 16:38

Não viu mas, pode estar descansado, desta vez são só 6 minutos e 47 segundos lol
Imagem de perfil

De cristof a 17.12.2016 às 18:34

No que diz respeito a herois , aqui a nossa esquerda anda muito lírica. Qual corrupto lhe serve.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D