Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pós-eleitoral (7)

por Pedro Correia, em 29.05.14

Helena Cristina Coelho, Diário Económico: «Continua a não surgir nada de muito novo neste PS: nem um plano, uma solução, um rumo, uma ideia. Até a corrida de António Costa está mais anunciada que a morte no livro de García Márquez.»

 

Luís Rosa, i: «Quarenta e oito horas depois do início do bullying político a António José Seguro, continuamos concentrados no acessório da marcação do congresso extraordinário sem saber o essencial: António Costa quer ser primeiro-ministro para quê?»

 

Celso Filipe, Jornal de Negócios: «Afinal, o que é que separa António Costa e António José Seguro? Olhando para as áreas económicas é difícil encontrar diferenças.»

 

Fausto Coutinho, Diário Económico: «A decisão de António Costa pode ser uma oportunidade para António José Seguro arrumar a casa socialista e afastar os fantasmas que assombram a sua liderança desde o início.»

 

Rui Ramos, Observador: «Costa encontra-se, neste momento, na mais perigosa de todas as situações. Basicamente, está nas mãos, quer de Seguro, quer dos inimigos de Seguro. António Costa apenas pode ser o António Costa de que o PS precisa se for como que aclamado no partido. Só se for consensual no PS pode aspirar a ser consensual no país.»

 

Ana Sá Lopes, i: «Houve um tempo em que António Costa defendia que quem perdia as eleições deveria continuar a liderar o PS. Aconteceu depois da derrota de Sampaio nas legislativas de 1991, quando Cavaco Silva conseguiu a segunda maioria absoluta.»

 

Fernando Sobral, Jornal de Negócios: «Depois desta decisão de António Costa, o PS nunca mais será o mesmo. Mesmo que Seguro conserve o poder.»

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Faltou Um a 29.05.2014 às 14:07

E então o poupadinho e sensato LF Menezes, que já veio afirmar que o Costa é um esbanjador?

PS - Pessoalmente, tanto me faz Seguro ou Costa.
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 29.05.2014 às 15:15

O Pedro continua a, de mansinho e sem o assumir, fazer campanha por Seguro.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 29.05.2014 às 15:37

As preocupações são mais que muitas, a oligarquia sabe que tem de haver mudanças, tem de apostar noutro cavalo, pois o anterior, já não passa de um burro.
Este bloco central de interesses, tem de ser defendido a todo o custo, as ultimas eleições fez disparar o sinal de alarme.
Sem imagem de perfil

De Adiante a 29.05.2014 às 16:15

Eleições boas é em Cuba, na Coreia do Norte, no Vietname...
Imagem de perfil

De jojoratazana a 29.05.2014 às 16:45

Adiante.
Troque de cassete, ou mude de catequista.
Sem imagem de perfil

De Adiante a 29.05.2014 às 17:51

Casseteiros são os que não são capazes de abrir a boca sem falar de "pacto de agressão", "bloco central de interesses", "grande capital", etc, etc, numa típica manifestação de terem o cérebro deslavado, nem de tomar as devidas e higiénicas distâncias face a regimes aberrantes.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 30.05.2014 às 22:25

O comentário que fiz não era para si Jojo mas sim para o "adiante".

O "adiante" e os tristes que os defendem de mansinho não merecem a Terra que pisam e a paz da qual disfrutam.
Imagem de perfil

De jojoratazana a 31.05.2014 às 00:36

Eu percebi, um abraço.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 30.05.2014 às 04:18

Pois , pois, fia-te nessa que adiante cais !

A vossa laia são uma cambada de traidores e mentirosos que não são dignos da Terra que pisam.
Imagem de perfil

De Zé da Burra o Alentejano a 29.05.2014 às 16:11

De acordo com António Costa, o PS não está a ser gerido com suficiente "agressividade" contra o governo de Passos Coelho e não consegue capitalizar o descontentamento popular. Por isso, o PS deve usar de mais demagogia e prometer aos portugueses precisamente aquilo que - sabe - não ir fazer e prometer até o contrário do que fará se chegar ao poder, tal como fez Passos Coelho. E o que está a acontecer é que António José Seguro nada promete ao eleitorado por isso lhe falta a tal agressividade.
Sem imagem de perfil

De Grau Zero da Política a 29.05.2014 às 17:44

Por parte do "grande vencedor" das eleições do passado Domingo, não se conhece qualquer ideia sobre a Europa, hoje declarou que nunca antes tinha votado no MPT e mostra-se pronto a incumprir o mandato a que concorreu e para que foi eleito.
Sem imagem de perfil

De amendes a 29.05.2014 às 18:44

Já corre por aí:

KO
SEGURO! ( António Costa)
Fala Marta.
Em que posso ajudar? ... Quero mudar o Seguro...
Sem imagem de perfil

De Torpedo a 29.05.2014 às 19:07

É um tédio de morte a cair sobre tudo. Tudo isto é inútil. Essa gente não presta para nada: Costa, Seguro, etc — só nulidades políticas e intelectuais sem uma visão para Portugal — a não ser o situacionaismo maçónico (que, já sabemos, é muito caro, mas extremamente aborrecido e dá cabo da Língua). A única coisa que os move é o seu ego — dá para ouvir o ego deles a escorregar nos crânios vazios, a esgravatar no chão daquelas cabeças — que está coberto de tijoleira pirosa..
Sem imagem de perfil

De da Maia a 29.05.2014 às 21:24

Costa quer ser PM para quê?
... por acaso o Rosa escreveu porquê?
Mas o para quê? foi o que me fez ir ler o artigo! eh eh!

O argumento está logo no início - bullying!
Seguro é um choninhas.
É tão choninhas, que até os choninhas, como o Costa, acham que ele é choninhas.

Não há qualquer razão política.
Até porque a política no PS/PSD há muito que se resume a contar apoios.
Depois de terem apoios é que vão parir um texto redondo que agrade a todos.

A ideia é fazer de Seguro o cordeiro sacrificial.
Depois, Costa, arrancando as de Seguro, faz um discurso conciliador à alcateia.
Costa passa de choninhas a animal feroz, e a matilha está pronta para o ataque.

Discurso político? LOL.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D