Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Portugal

por Rui Rocha, em 17.02.17

O país em que o Ministro das Finanças, o Primeiro-Ministro e o Presidente da República se enterram num lodaçal que envolve diplomas feitos à medida, normas ditadas pelos advogados do interessado, publicações fora de tempo, compromissos espúrios, negociações por sms, meias-verdades, versões contraditórias, novilíngua, mentiras, conferências de imprensa ridículas, bloqueios institucionais à descoberta da verdade e raspanetes públicos e, no fim, o único que apresenta a demissão é o Matos Correia da Comissão de Inquérito.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2017 às 17:56

Remete-me este post para aquele de ontem sobre os partidos políticos.
Toda esta palhaçada só existe, porque existem partidos.
E se é isto condição sine qua non para a democracia, então perdi toda e qualquer capacidade de raciocínio.
Sei que aqueles que pensam impossível a democracia sem partidos são a maioria e sei também que muitos deles são gente honesta e inteligente.
Por isso, só de facto a minha incapacidade intelectual pode inevitável e obstinadamente atormentar-me com questões como estas:
1. No tempo de Churchill, para a maioria das populações, não havia literacia, vias de comunicação, meios de comunicação..., pelo que a célebre tirada dele sobre a democracia representativa fazia todo o sentido; mas agora!...
2. Desde que há sociedades organizadas, todos os regimes políticos foram sendo substituídos por outros, supostamente mais adequados aos tempos e às circunstâncias; por que carga de água a democracia representativa há de ser o Juízo Final?!
3. E, se for mesmo o Juízo Final, que contas prestaremos ao Criador, quando apresentarmos o relatório: 1% da população mundial detém 90% do património mundial; os laboratórios não produzem remédios para o cancro, porque não dão lucro; os representantes do regime arrebanhados pelos ditos partidos, são frequentemente corruptos; grandes multinacionais canibalizam o ambiente e os países do terceiro mundo; os países democráticos arrasam países e populações, como o Iraque, Afeganistão, Líbia... e fazem orgias com as arábias sauditas da vizinhança; fabricam e traficam as armas e o petróleo com quem os pagar, incluindo terroristas que depois massacram as próprias democracias, etc., etc., etc....
Além da estupidez destas questões e muitas outras que poderia apresentar, eu tenho ainda o mau hábito de julgar a árvore pelos seus frutos. E os frutos são esses.
Já sei que vão dizer que a árvore é boa e que os tratadores é que não prestam.
Mas não é isso que todos os regimes fracassados alegam?!
Outros, à falta de melhores argumentos, vão dizer (já disseram) que eu sou ingénuo ou santo, porque, independentemente de tudo, as coisas são assim e não há nada a fazer.
E esse é de facto o melhor argumento, pela simples razão de que, contra ele... não há argumentos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2017 às 19:10

"perdi toda e qualquer capacidade de raciocínio." É um facto indiscutível.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.02.2017 às 09:12

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2017 às 22:20



Sem imagem de perfil

De isa a 18.02.2017 às 09:38

"Toda esta palhaçada só existe, porque existem partidos."

Tem toda a razão, precisamos tanto de Partidos como de pulgas ou percevejos mas, como a maioria só sabe ser pau-mandado, nasce e morre a precisar que alguém lhe diga o que deve fazer, como, onde e até gostar de ser castigado se não cumprir o que os "paizinhos" mandam, vamos ter sempre chico-espertos com Poder, o maior íman para a corrupção.
Ser um adulto responsável pelas suas próprias acções, especialmente, com o tipo de educação que temos, só para aprenderem a regurgitar "conhecimentos", a serem submissos e a saber seguir ordens é, precisamente, a receita para termos o Mundo que temos, uns com Triliões e o seu séquito de criados e, os restantes, a caminharem, sempre, para governos totalitários que se consideram donos de rebanhos.
Não é por acaso que vou deixando links, uma ténue esperança para que alguns acordem, comecem a usar aquilo com que nasceram (cérebro) e vejam o mesmo que nós e, felizmente, já começamos a ser muitos, só não sei se vamos a tempo de conseguir mudar este caminho, para uma completa "idiocracia".

https://www.youtube.com/watch?v=SIslqfqW-IY&t=4s
Freedom in One Lesson – Authority Can't Exceed Its Source

https://www.youtube.com/watch?v=ZSqBNGxLiAs
Mark Passio - The Cult Of Ultimate Evil - Order-Followers & The Destruction Of The Sacred Feminine

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D