Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Perdão?

por José António Abreu, em 06.10.16

Em 2013, em tempos que ninguém negava serem de crise, o PS criticava os perdões fiscais. Hoje, em tempos que era suposto serem de crescimento e desafogo, com (dizem-nos) as contas públicas perfeitamente controladas, o governo do PS institui perdões fiscais. A ironia é grande mas, por baixo dos sorrisos amplos e das tiradas plenas de certezas, a angústia deve ainda ser maior.

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De V. a 06.10.2016 às 20:04

É, há dois pesos e duas medidas, sobretudo na "opinião" que o jornalismo vende como "o país".
Sem imagem de perfil

De Diogo a 07.10.2016 às 08:44

Perdão Fiscal e Perdão de Juros serão a mesma coisa?
Imagem de perfil

De José António Abreu a 07.10.2016 às 10:06

Ah, a semântica, que este governo - como, antes, o de Sócrates - tão bem sabe usar...
Considerando a possibilidade de pagar a prestações, eu diria que, desta feita, o benefício ao infractor - e, por conseguinte, o perdão - é ainda mais evidente.
Sem imagem de perfil

De M. S. a 07.10.2016 às 09:23

Há quem veja muito melhor o futuro do que o passado recente.
O imposto sobre o património acima de 1 milhão de euros
https://youtu.be/mqTCnq__JtY
Outra versão do imposto sobre o património acima de 1 milhão de euros
https://youtu.be/bix3OAIvCoY
Sobre a derrogação do sigilo bancário.
https://youtu.be/JlF7EP7yZAI
Afinal, quem governa Portugal?
http://www.insonias.pt/quem-governa-portugal/
As certezas sobre o futuro e as amnésias sobre o passado recente
http://pedrolains.typepad.com/pedrolains/2016/10/o-pa%C3%ADs-das-certezas-sobre-o-futuro.html
Imagem de perfil

De José António Abreu a 07.10.2016 às 10:08

Pois, porque Portugal pode mesmo aplicar os mesmos níveis de taxação de países como a Dinamarca ou a Suíça...
Sem imagem de perfil

De Diogo a 07.10.2016 às 16:25

Esperemos que este "perdão fiscal" não seja o mesmo que o grupo Cofina teve à poucos anos.
Se for realmente para ajudar as pessoas e as empresas qual é o problema?
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 07.10.2016 às 09:25

Tanto o PS como o José António são coerentes: só criticam os perdões fiscais quando eles são instituídos pelos seus opositores políticos.
Imagem de perfil

De José António Abreu a 07.10.2016 às 09:50

Releia o texto. Critiquei a incoerência, não o perdão em si (que não aprecio mas, abrangendo apenas os juros, até entendo).
Sem imagem de perfil

De Miguel Ribeiro a 07.10.2016 às 10:13

Em tempos de crise é legitimo acudir aos parasitas que fogem à obrigação de pagar o que é devido? Na minha opinião em circunstancia nenhuma devem ser perdoados, admito até um desconto para quem cumpre, para quem foge não se admite.
A nível de empresas a vergonha é maior ainda, na minha actividade já tenho perdido negócios por não conseguir acompanhar o preço, normalmente quem ganha o negócio aproveita estes perdões. Talvez seja de pensar em deixar de pagar a horas já que todos os partidos aprovam estas medidas, basta estar no governo.

Sem imagem de perfil

De WW a 07.10.2016 às 15:11

Tem toda a razão e ainda por cima essas empresas / contribuintes ou devem muito dinheiro e fazem-se sempre difíceis na hora de pagar porque pensam sempre que pagam demais ou então até devem aos trabalhadores e recorrem a práticas de contratação manhosas...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D